Arquivo de 27 de Outubro, 2008

27
Out
08

Recorde Presidencial

A Corrida da promulgação

A Corrida da promulgação

O diploma entrou na Presidência da República às 14:00, o Presidente da República estudou-o antecipadamente e às 14:30 promulguei o diploma“, afirmou Cavaco Silva. “Foi talvez o diploma elaborado com maior rapidez alguma vez em Portugal, quer pela actuação da Assembleia da República, que o discutiu ontem, quer pelo enviou à Presidência, quer pelo tempo dedicado pela Presidência ao seu estudo, como disse antecipámos a sua analise, quer pela promulgação”, ou seja, continuou Cavaco Silva, “o diploma está em condições de ser publicado“.
Questionado se pensa que esta medida será suficiente para a situação que se vive, Cavaco Silva disse apenas: “Eu espero bem que sim“.

Será Recorde Mundial, poderá ser inscrito no Guiness?
Sempre soubemos que o Sr. Silva era amigo dos Bancos, o seu principado como Primeiro-ministro são disso a prova. Mesmo assim temos estranhar como neste país, onde não há dinheiro para pagar a um vigilante de museus ou a uma qualquer auxiliar para uma escola ou uma enfermeira num Centro de Saúde, tanto o governo como o Presidente sejam tão lestos a disponibilizar 20 mil milhões de euros para ajudar bancos. Bancos, que dizem não estar a ser afectados pela crise do “lixo-tóxico” e até apresentam esta ano lucros superiores a 30%. Já são quem menos IRC paga neste país, tanto pela lei como pela engenharia financeira, são quem criou esta crise com a ganância do lucro e vão acabar por ser quem mais vai beneficiar com a crise. O que eu realmente gostava era vê-los correr tanto e serem tão generosos quando milhares de pequenos negócios fecham e milhares de trabalhadores caiem no desespero do desemprego e da pobreza. Mas, aí, nunca há dinheiro, ou como se parece provar, nunca há vontade.

PS: Sei que esta noticia já não é de hoje, mas não queria deixar de registar aqui este Recorde Presidencial.

27
Out
08

Grafonóla Socretina

A Grafonola riscada

A Grafonola riscada

Durante anos ouvi falar da cassete do Partido Comunista e, sejamos honestos podiam ao menos fazer uns novos “arranjos”, afinal há músicos por aí que se sustentam toda uma carreira com uma só música de sucesso. Claro que não deixam de ter alguma razão quando falam de coerência e de que o discurso é o mesmo porque os problemas também continuam a ser os mesmos assim como as soluções que propõem. É talvez verdade, mas desde os tempos do Einstein que se sabe que também o tempo é relativo. Falei do PC, mas de quem realmente eu queria falar é da autêntica grafonola que é o Engenheiro. Ouvir as suas entrevistas é ouvir um “artista” a recitar o texto de decorou. As mesmas frases, ditas na mesma sequência e sempre com os mesmos “tiques”. Não importa a pergunta que lhe façam, seja na rádio, ou no Parlamento, que a resposta é sempre igual. Cada uma das palavras-chaves, como educação, saúde, economia, pobreza, segurança, etc. tem uma frase que é disparada não importando se o que lhe perguntaram. Uma grafonola que de tanto repetir uma mentira a transforma numa verdade. Verdade que a comunicação social aceita e difunde como se de um axioma se tratasse. Bom seria que todos nós conseguíssemos ouvir o que realmente não ele não diz sob o barulho dos nomes e ofensas que lhe lançamos pelo menos em pensamento sempre que fala. Talvez aí muitos compreendessem que este país não aguenta mais quatro anos com esta quadrilha à sua frente. Talvez se concluísse que isto está mesmo a necessitar de uma revolução. Ah, e não se esqueçam que dia 15 de Novembro há uma manifestação de professores em Lisboa. Até que dava um bom feriado ali bem perto do verão de São Martinho.




Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 714.357 hits


%d bloggers like this: