10
Nov
08

A Manifestação dos Professores

Queimar a Bruxa

Queimar a Bruxa

Os professores uma vez mais invadiram Lisboa e mais de 100 mil disseram mão às políticas desta Sinistra Ministra. Esta passou todo o dia a dar conferências de imprensa e a falar em telejornais e a justificar as suas posições sobretudo baseando-se que nada mais está a fazer que a cumprir com o Memorando de entendimento que assinou com os sindicatos em Março do ano passado. Infelizmente não ouvimos os sindicatos a dizer que retiram a sua assinatura desse acordo e fico preocupado quando oiço o Mário Nogueira a basear a sua critica som nas papeladas e burocracia que esta avaliação levou às escolas. Fico preocupado quando não vejo ser colocado como finalidade principal, como o objectivo a atingir, a revogação do Estatuto da carreira docente. Aí sim está o cerne do problema, a razão que dá razão a todas as outras sinistras politicas da ministra. Outra justificação da Ministra para esta manifestação passou pela partidarização da luta e por interesses eleitorais. Todos sabemos que não é verdade e que esta luta é feita por professores que vão da extrema-esquerda à extrema-direita, mas realmente com a todos aqueles figurões a botar faladura nas televisões, (a do Jerónimo de Sousa então foi infelicíssima, não pelo que disse, mas pela som de fundo onde se ouvia gritarem, “Assim se vê a força do PC”), só pareciam querer dar-lhe razão.
Para que não fiquem duvidas, têm agora os professores a possibilidade de “queimar” a bruxa de vez no próximo dia 15. Se a manifestação do próximo sábado for, também ela, uma manifestação de muitos milhares de professores, provarão á Sinistra que não se revêem do Memorando assinado pelos sindicatos e que o recusam. Provarão também que não estão presos a nenhuma agenda partidária e que a sua luta é pelo ensino em Portugal e em defesa da Escola Pública. Provarão ainda que é possível lutar e que são os sindicatos, os partidos, as organizações do sistema que se têm de unir à vontade dos professores se não quiserem ficar para trás na sua determinação de luta.
Dia 15 vou estar lá e espero que comigo estejam muito milhares de professores. Dia 15 é o dia que pode “queimar a Bruxa”


2 Responses to “A Manifestação dos Professores”


  1. 1 Manuel Gouveia
    Novembro 10, 2008 às 11:40

    Kaos

    Só para chamar a atenção que o Jerónimo não estava na acção de luta, mas sim numa iniciativa da JCP (de que a comunicção social se esqueceu), daí o som de fundo. A direcção do PCP esteve representada na Manifestação pelo Bernardino Soares.

    Julgo que a leitura que fazes se baseia no desconhecimento destes factos.

    mg

  2. Novembro 10, 2008 às 20:16

    Os professores têm todas as razões para fazer greve, mas será que esta funciona? É claro que não, e porquê? Para já as greves não se fazem ao sábado, pois greve (à excepção de alguns países) é não trabalhar; segundo o Primeiro-Ministro e a Ministra da Educação são casmurros, para não chamar outra coisa, terceiro e último (a receita que funcionará às mil maravilhas): FAÇAM GREVE NA ALTURA DOS EXAMES NACIONAIS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR E TODAS AS VOSSAS PREÇES SERÃO OUVIDAS


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 721.137 hits


%d bloggers like this: