Arquivo de Janeiro, 2009



24
Jan
09

Ai! Ai! A politica e os politicos

obama-lincon1
«O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou esta quarta-feira, primeiro dia do seu mandato, um “
congelamento dos salários” dos seus colaboradores mais próximos na Casa Branca que ganhem mais que 100 mil dólares anuais. “Neste momento de dificuldades económicas, as famílias americanas são obrigadas a apertar o cinto, é também o que Washington deve fazer, é por isso que determino um congelamento dos salários dos meus principais colaboradores na Casa Branca“, afirmou Barack Obama num discurso perante os membros da sua administração.»

Uma medida que devemos aplaudir, mas que tresanda a populismo se nos lembrarmos que o seu salário e de 400 mil dólares por ano (cerca de 33 mil dólares por mês). Mesmo assim uma atitude mais digna que a do Sarkozy que, quando chegou à presidência se auto-aumentou em 140% (de 8 mil euros para mais de 19 mil por mês).

Ainda recentemente vi uma reportagem em que a grande maioria dos políticos portugueses questionados, muitos deles deputados, não sabiam responder à pergunta de qual é o valor do ordenado mínimo em Portugal. Não duvido, no entanto, que a grande maioria, defenderia em qualquer televisão a necessidade de não o aumentar em nome da produtividade. Esta gente não tem mesmo vergonha nenhuma na cara. Vejam.

24
Jan
09

Os 80 anos do Popeye

socrates-freeport-popeye
O Popeye fez 80 anos. Desde miúdo, que nunca foi dos meu bonecos preferidos, (nem gostava dos famosos espinafres que nos tentava impingir). Havia também um outro personagem, o Wimpy, certamente um Inglês, que não se cansava de lhe dizer “I’ll gladly pay you Tuesday for a Freeport today”.

23
Jan
09

Chegou a hora do Sr. Silva

concentracao-professores-240109
Amanhã é dia de os professores irem até Belém manifestarem ao Presidente da República a necessidade de defender a escola pública. Não acredito muito que o Sr. Silva, confesso admirador da Sinistra Ministra e das suas políticas lhes vá resolver o problema, mas mesmo assim lá estarei como pai a dar-lhes o meu apoio nesta luta que tem de ser de todos. Não se trata aqui de defender uma classe mas sim o ensino e o futuro dos nossos jovens. è necessário abrir-lhes as portas do futuro e não encafuá-los num beco sem saida de trabalho precário e mal remunerados.

23
Jan
09

Estou tramado com estes

teixeira-dos-santos-papa

A agência de notação financeira Standard & Poor’ s decidiu hoje baixar a classificação que atribui ao risco de crédito do Estado português, passando o rating de “AA-“ para “A+” (Os ratings da Standard & Poor’s vão de “AAA” a “D”). Esta decisão que pode ter como resultado um agravamento dos juros a que o Estado obtém financiamento nos mercados internacionais.

«Agências de notação de crédito privadas como a Standard & Poor’s (uma das três maiores do mundo), atribuem um “rating” aos estados que têm como objectivo informar todo o mercado sobre qual o risco que existe em emprestar dinheiro a um determinado Estado. Assim, as agências analisam a situação das finanças públicas de cada país e quais as expectativas de evolução da despesa e da receita. Tudo para saber até que ponto um Estado será capaz de pagar no futuro as dívidas que vai acumulando, na maior parte dos casos através da emissão de obrigações.»

Que isto vai mal, já todos sabíamos mesmo antes de vir esta gente que não conheço de lado nenhum fazer-nos uma “avaliação”. Mas afinal quem é esta gente que, apesar de serem privados têm o poder de beneficiar ou enterrar ainda mais um país e todos aqueles que têm empréstimos? Como podem os estados estar nas mãos de privados que, como sabemos só existem para terem lucros? Não nos devemos esquecer que esta gente nada disse nem avisou ninguém sobre os bancos e as financeiras que acabaram por falir e foram responsáveis pela crise em que agora vivemos. Enquanto deixarmos que sejam os tubarões do capitalismo, através das suas agências e instituições a definir o nosso futuro, nunca mais saímos do buraco para onde nos atiraram.

22
Jan
09

jl-mundial-2018
Enviou-me mais esta imagem do amigo J. Lima acompanhada deste texto de António Boronha.
Para ele o meu muito obrigado.

Em relação à possibilidade de virmos a organizar, conjuntamente com a Espanha, o ‘mundial’ de futebol em 2018, como já o disse noutro lado, tendo começado por ser adepto da ideia, o entusiasmo rapidamente se esfumou, ao longo destes últimos meses, por duas distintas ordens de razões mais uma preocupação militante ‘anti-tachos’:
A primeira, desde logo económica, por entender que os próximos anos, e não só 2009 e 10 – vidé relatório hoje divulgado – serão muito difíceis para os portugueses.
O argumento de que está tudo praticamente feito é falacioso.
Em nove anos, neste século 21, muita coisa se torna obsoleta e terá que ser substituída e reformatada. Não falo dos ‘relvados’ mas arriscaria dizer que tudo o que lhe é periférico terá que ser revisto e melhorado.
Novos aeroportos e ‘tgv’s exigirão novas acessibilidades aos estádios; novas tecnologias, sejam elas ao serviço da arbitragem ou das transmissões televisivas, requerem novos suportes de captação e transmissão de dados; e a segurança?…como estarão as coisas daqui a nove anos?… (numa de Bush filho) não se tornarão necessários Abrigos nucleares perto dos locais de grande concentração de pessoas?…
Dirão que todos esses custos são ‘peanuts’ comparado com os ganhos que de um tal evento poderão advir…
Respondo-lhes que nesta fase do campeonato, que para os portugueses será o da sobrevivência, qualquer desvio de fundos do que é verdadeiramente essencial, além de não ser desprezível,…é crime!
Segundo, parece-me evidente, de meter pelos olhos adentro, que nesta sociedade cada vez é mais notório o nosso estatuto de parceiro…menor!
Basta atentar nestas palavras, hoje, de Gilberto Madail: (questionado pelo ‘público‘, acrescentou que) ‘entre esses princípios não estava a repartição igual de responsabilidades na organização.’
Alguma dúvida, do que digo?…
Por último, um interessante elemento que na minha eterna ingenuidade não me tinha ocorrido antes.
Esta organização conjunta é, antes de tudo e do mais, um excelente seguro, não de vida mas dos ‘tachos’ em vida, dos senhores presidentes das duas federações ibéricas…
Madail, por decoro omitiu o que lhe vai na alma, mas Angel Villar não teve qualquer vergonha em o dizer alto e em bom som.
Ainda segundo o mesmo jornal, “além disso, (Villar) defendeu que a candidatura luso-espanhola assenta no bom entendimento existentes entre os dois dirigentes, concluindo, por isso, que seria importante não haver alterações na estrutura directiva. “Seria um erro” se houvesse mudanças“.
Texto António Boronha http://www.antonioboronha.blogspot.com/

22
Jan
09

O egocêntrico e o concêntrico

vitor-constancio-vinganca
O governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, acusou hoje o ex-presidente do Banco Português de Negócios (BPN), Miguel Cadilhe, de ter uma “visão egocêntrica” do seu papel no processo que envolve o BPN. Miguel Cadilhe “pôs a defesa do interesse à frente da objectividade com uma visão egocêntrica do seu papel no processo“, afirmou Vítor Constâncio, comentando as declarações feitas na semana passada pelo ex-presidente do BPN, que esteve na comissão de inquérito que levou à nacionalização do banco. “
As declarações foram lamentáveis e desprestigiantes“, disse ainda o governador, que criticou Miguel Cadilhe por “distorcer factos e fazer acusações sem elementos de facto“.

Ui! Zangam-se as comadres o que quer dizer que talvez venhamos a saber um bocadinho da verdade. Bom mesmo era que se zangassem tanto que começassem a esgatanhar-se em publico e, sabendo eles aquilo que sabem uns dos outros e, quem sabe, talvez se descaíssem. Façam figas.

22
Jan
09

Vender a alma ao diabo. Qual alma?

pinto-balsemao-nosso-padrinho
«Francisco Pinto Balsemão, presidente do grupo Impresa, pediu benefícios fiscais, em matéria de IRC, para as empresas que aumentem o seu investimento publicitário ao longo de 2009. “Não se trata de mais um subsídio, mas de um incentivo às empresas que, em vez de se deixarem mergulhar na crise e começar a cortar pelo mais fácil [a publicidade] façam um esforço de investimento no sector“, disse durante a conferência ‘A Libertação da Sociedade Civil – O Papel dos Media’.

Em sintonia com os responsáveis da indústria publicitária, que defendem o mesmo apoio por parte do Governo, o líder da Impresa frisou que qualquer incentivo ao consumo através da publicidade “tem repercussão indirecta na Comunicação Social séria, que está em crise, mas prefere morrer de pé, a vender a alma ao diabo“.
No mesmo evento, Pinto Balsemão voltou a frisar a necessidade de retirar a publicidade comercial à RTP, tal como aconteceu em França. “O Estado, a quem compete criar as condições para o livre funcionamento do mercado, acaba por o condicionar ao entrar nele como concorrente.”
Pinto Balsemão também criticou o arranque do concurso para o quinto canal e alertou para o facto do mercado não suportar mais operadores ‘free to air’ (que transmitem em sinal aberto).»

O único comentário que posso fazer é: mais um mamão das tetas do estado. Agora não deixa de ser engraçado que vá pedir ao estado que financie a publicidade, logo numa conferência que falava do papel dos média e a libertação da sociedade civil. Peço menos é esclarecedor do papel que desempenham na estrutura do sistema.
Custa-me ver a lata desta gente que, tanto defende o mercado aberto, a concorrência, mas que no fim receiam o canal do estado e que possam surgir outras alternativas em novos canais. Esta gente realmente não necessita de vender a alma ao diabo, já há muito que o fizeram.

21
Jan
09

Coragem, um dia vais acertar

teixeira-dos-santos-tenta-ate-acertar

«A Comissão Europeia prevê uma contracção de 1,6 por cento para a economia portuguesa este ano. O valor é o dobro do previsto pelo Governo (-0,8%). A incerteza é tanta, que a evolução se torna quase imprevisível. Por isso mesmo, todos os cenários são possíveis, incluindo uma nova revisão do Orçamento. Questionado sobre a possibilidade de o Governo ter que apresentar novo orçamento suplementar, Teixeira dos Santos admitiu estar “preparado para tudo“. “Temos que estar atentos ao evoluir da situação internacional e preparados para permanentemente revermos as nossas projecções se formos confrontados com uma evolução da economia mundial que aponte para cenários ainda mais gravosos“, disse.»

No dia 15 de Janeiro já apresentou um Orçamento Rectificativo e já aponta para a possibilidade de apresentar outro. Parece-me que este ano, vamos bater todos os recordes de orçamentos, o que isto quer dizer é que andam todos “a apanhar bonés” e ninguém tem alguma ideia da profundidade do buraco para onde estamos a cair. Avisos de que íamos a caminho de um precipício foram feitos muitos e, enquanto insistirem que é pela produtividade, pela concorrência, pela globalização liberalista que de lá vão sair, acredito que isso só nos levará a cair ainda mais depressa. Mas não desista Sr. Ministro, força, continue a tentar que vai ver que, com sorte, ainda um dia acerta com num orçamento

21
Jan
09

Oh Almeida vai …

albino-almeida-servicos-minimos
«O presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais (Confap) , Albino Almeida, ameaçou esta segunda-feira recorrer aos tribunais para que sejam convocados serviços mínimos em futuras greves de professores, de forma a evitar que as escolas encerrem.

A Confap tomará medidas para que serviços como o refeitório e a guarda das crianças continuem a funcionar em futuras greves de professores, nem que para isso tenha de recorrer ao Tribunal Constitucional“. As greves de professores tornam-se “atentatórias dos interesses dos alunos e até dos seus direitos mais elementares, como comer”no refeitório. “O direito dos professores à greve não pode colidir com o direito dos alunos e das suas famílias. Espero que as organizações sindicais tenham a lucidez de não marcar mais nenhuma greve para este ano lectivo porque a escola pública fica seriamente ameaçada se se continuar por este caminho, de realizar uma greve por mês“, afirmou.»

Sou pai e juro que este Sr. não me representa. Nunca lhe concedi esse direito nem nunca o faria. Só o andar a lambuzar-se e a babar-se para a Sinistra seria mais que suficiente para justificar esta recusa, mas ainda por cima afirma alarvidades sem qualquer sentido. Já todos compreendemos que aquilo que o está a preocupar não é a existência de uma escola onde as crianças vão aprender, mas sim um armazém para encafuar os filhos durante as horas de trabalho. Culpar os professores em greve, não por os seus filhos não terem aulas pode, mas não deve porque eles só estão a exercer um seu direito, mas culpa-los por a escola estar fechada é ridículo. Não são os professores que abrem ou fecham uma escola. Não são eles que servem refeições nem são vigilantes nem auxiliares nas escolas. Eles dão aulas, ensinam. É essa a sua função e não a de manter escolas abertas, … por enquanto.

20
Jan
09

O Obama está aí

obama-me-13-jan
Hoje o Barac Obama assume o cargo de Imperador da Terra. Vai mudar-se para a Casa Branca a dizer-nos “Yes we can”. O que podemos nós não sei, mas sei que nunca vi uma campanha tão grande e tão cara, só para nos venderem uma personagem. Não só na América, mas em todo o mundo é visto como a grande esperança, o salvador, o D. Sebastião universal. Como eu gostava que toda essa esperança se tornasse realidade, mas infelizmente, a minha vida já me mostrou que quando a esmola é muito grande o pobre desconfia. Eu não confio neste homem, vejo nele um Sócrates global e, quem me dera estar enganado, mas tanto dinheiro que jorrou na sua campanha e parece continuar a jorrar para o promover, só me faz suspeitar que quem está a puxar os fios são os mesmos de sempre, os “Iluminatis”, os Senhores da “Nova Ordem”, que das sombras tudo controlam.
Se assim não fosse, a esta hora já teríamos mais um Presidente Norte-americano assassinado.

20
Jan
09

De volta ao Futuro 2009

socrates-back-to-20091
«O secretário-geral do PS pediu a maioria absoluta nas legislativas e defendeu um novo referendo à regionalização. Na moção que vai levar ao congresso, José Sócrates inscreveu ainda como objectivo a redução da carga fiscal da classe média e a possibilidade de casamento entre homossexuais.»

Quando é que foi que eu ouvi isto? Há, já me lembro, foi nas promessas da última campanha eleitoral do Sócrates. Nessa altura também ia baixar os impostos mas, por azar, quando chegou ao governo a crise era tão grande, que há quatro anos que não faz outra coisa que não seja aumenta-los. Sabendo-se que a crise agora é muito maior, como ele mesmo o diz é o Cabo das Tormentas que aí vem, não virá ele dizer-nos que afinal é necessário aumentá-los ainda mais?
Que mais prometeu agora o Sócrates. Um referendo ao casamento entre homossexuais que acabou de chumbar ainda há poucos meses, assim como o prolongamento do ensino obrigatório até ao 12 ano, prolongamento esse, cuja necessidade e utilidade recentemente descartou publicamente. Aliás, continua a defender a sua politica de educação, que considera um enorme sucesso. Quem tem filhos na escola pública, quem lá ensina ou trabalha conhece bem esse sucesso. O sucesso da destruição da escola publico de qualidade e a sua transformação numa linha de montagem de baixos salários. Teremos certamente um novo plano tecnológico e lá mais para o calor da campanha não me admira que venha prometer, não 150 mil empregos, mas para aí uns 300 mil. Lata não lhe falta para isso.

19
Jan
09

Só um pequeno incomodo

olmert-crimes-guerra
Israel veio na voz do Olmert informar-nos que iriam declarar unilateralmente um cessar-fogo em Gaza. Diz que os Palestinianos têm de compreender os incómodos que eles lhe causaram, mas a culpa é dos terroristas. Um Incómodo de 1500 mortos e muitos mais milhares de feridos, da destruição total de cidades, casas, escolas e hospitais, para matarem poucas centenas desses terroristas, os militantes do Hamas mas, muito provavelmente, fazendo muitos milhares de futuros terroristas naquelas crianças que obrigaram a passar pelo inferno.
Num mundo decente seria preso e julgado por crimes de guerra e genocídio. Neste, consegue o que quer; ganhar mais uns votos nas eleições em Israel.


19
Jan
09

As Minudências de Paulo Portas

paulo-portas-munudencias
Horas e horas televisivas de um Congresso do CDS chato, como já todos sabiam que iria ser. Muito Paulo Portas, muito, Eu…Eu…Eu, sem querer discutir minudências.

18
Jan
09

Esta nem pintada vai lá

manuela-ferreira-leite-verdeOntem, numa entrevista à RTP, respondi categoricamente que num governo PSD não faria sentido o TGV. Para além daquele ministro de serviço que responde a tudo o que dizemos, aconteceu algo muito grave: um jornalista de uma agência pública deslocou-se a Espanha – o que significa que foi lá pago por nós. Os nossos impostos é que pagaram essa deslocação. O que foi ele lá fazer? Foi falar com os socialistas espanhóis para lhes dizer que tinha havido alguém, neste caso eu, que tinha afirmado que com o nosso governo suspenderíamos de imediato essa decisão”, afirmou a líder do PSD.
Manuela Ferreira Leite disse tirar deste episódio “duas ou três conclusões que queria dizer ao engenheiro José Sócrates“. “A primeira é que evidentemente já assumiu que vamos ganhar as eleições. Porque se estivesse convencido de que as ganhava tanto lhe fazia o que disséssemos, porque a decisão era dele“, afirmou.
É uma acusação grave, falsa e profundamente injusta, que a Direcção de Informação da Lusa rejeita em absoluto. O correspondente da Lusa em Madrid e a residir naquela capital, produziu hoje uma notícia ouvindo as principais forças políticas espanholas (Partido Popular e PSOE) sobre a posição de Manuela Ferreira Leite acerca da ligação Portugal/Espanha em alta velocidade». O PP, partido da mesma família política europeia do PSD, que disse que Ferreira Leite deveria “retratar-se“.
In “IOL Diário

Houve uma altura em que pensei que a Manelinha só tinha falta de jeito para ser líder do PSD, mas são tantas as argoladas, tantos os disparates que já me pergunto se não será antes ignorância ou burrice. Com esta é “cada tiro cada melro, cada cavadela sua minhoca”. O PSD não tem líder, não encontra ninguém que mostre capacidade de atacar o Engenheiro, parecendo até que não há vontade de o fazer. O PSD faz discursos críticos mas, bem lá no fundo, parece gostar daquilo que ele faz. Dêem ao PSD a possibilidade de mamar na teta do estado, de poder fazer os favores aos amigos e de meter as mãos no bolo que se transformarão rapidamente em animais selvagens de circo. Muito barulho mas sempre com as garras encolhidas.

manuela-ferreira-leite-sozinha

18
Jan
09

Greve Professores 19 Jan 2009

maria-lurdes-rodrigues-greve-jan09Para os mais distraidos só quero lembrar que amanhã, dia 19, há greve dos professores. Como pai, peço aos professores que não desistam da sua luta e ajudem este país a salvar a Escola Pública.




Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 720.497 hits


<span>%d</span> bloggers like this: