Arquivo de 9 de Fevereiro, 2009

09
Fev
09

Os sem vergonha de Lisboa

santana-lopes-e-paulo-portas-sem-vergonha
Mais um trabalho com que o amigo J.Lima presenteia este blog. Nem necessita de palavras que a imagem diz tudo.

Anúncios
09
Fev
09

O Monstro Cor-de-rosa

edite-estrela-louca-vi-convencao-be
Edite Estrela recordou que o PS é quem representa a «esquerda grande» de que Francisco Louçã falou no discurso de encerramento da Vi Convenção bloquista e acusou o Bloco de Esquerda de «falar e não querer fazer» numa altura em que o «país precisa de estabilidade política». «A esquerda grande é o PS, foi no PS que o povo português confiou para governar o país e é no PS que os portugueses continuam a depositar confiança», frisou a eurodeputada. A ex-autarca lamentou ainda o facto de o Bloco se excluir de «qualquer solução governativa, mesmo que seja necessária no futuro para garantir a governabilidade».

Para o PS poder fazer parte de alguma grande, ou pequena esquerda neste país, era necessário que saíssem de lá uma quantidade de oportunistas e servos do poder e que aquele partido fosse buscar à gaveta o socialismo que o Marocas para lá atirou. Espero realmente que o Bloco nunca venha a viabilizar nenhum governo dos Sócretinos, mesmo que isso o venha a representar que se vão encostar ao CDS do Portas. Não se pode pactuar com esta gente e com este sistema, é importante criar com ele uma ruptura completa. Há que falar claro, que iniciar uma viagem vitoriosa para o futuro. Não se vai tirar o poder a essa gente nestas eleições certamente, mas perante o ruir do capitalismo há que reafirmar ideias e outras formas de organização social, outros objectivos para além do poder económico e da ganância capitalista. Está mais que na hora de todos os que não acreditam no sistema parem de lutas por mais uns décimos nas eleições e assumam um objectivo comum. É triste ver o Bloco, como o PC, colocarem como objectivo o com ganharem um ou outro deputado. O objectivo tem de ser uma vitória com a maior urgência possível e por isso todos têm de assumir as suas posições claramente. Não há mais tempo para ambiguidades. O mundo parece que está a ruir e ninguém se parece preocupar muito com isso. Isto se ainda houverem eleições e não vier um Silva qualquer a fazer a vontade à Manelinha e decretar um intervalo na democracia com um governo de salvação nacional. Pode é ser um intervalo muito longo.

09
Fev
09

A esquerda do Zé povinho

socrates-o-meu-povo
«O secretário-geral do PS, José Sócrates, classificou hoje em Coimbra a regionalização e o casamento entre homossexuais como bandeiras que identificam o Partido Socialista com a esquerda progressista e a esquerda do povo.

“Proponho-vos que no próximo programa eleitoral assumamos estas duas bandeiras que identificam o Partido Socialista como a verdadeira força da esquerda progressista, da esquerda moderna, da esquerda do povo”»
[Público]

Regionalização e casamentos entre homossexuais são tudo em que o Pinóquio quer transformar a esquerda. Como se defender isto fizesse alguém ou alguma coisa poder dizer-se de esquerda. E todos os outros valores, a solidariedade, a justiça social, os direitos de sermos tratados como seres humanos, como pessoas, onde estão? Como pode alguém que defende a globalização capitalista e o poder do económico sobre o homem dizer-se de esquerda? De cada vez que se diz de esquerda devia ser obrigado a lavar a boca com sabão. E ainda fala da esquerda do povo. Que povo?




Indignados Lisboa
Fevereiro 2009
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

Blog Stats

  • 696,448 hits


%d bloggers like this: