Arquivo de 8 de Abril, 2009

08
Abr
09

Chover no molhado

socrates-medidas-anti-crise
Há meses que o Engenheiro por cá e um pouco por todo o mundo todos andam a apresentar medidas contra a crise, sem parecerem reparar que não vale a pena abrir o chapeu de chuva quando já estamos dentro de água. São medidas que pouco ou nada melhoram a vida das populações e que em nada alteram o próprio sistema que criou a crise. A recente cimeira do G20, em que os mais poderosos desejavam apresentar soluções foi um vazio em que tudo o que conseguiram dizer é que defendem mais do mesmo. Dar mais dinheiro ao sistema que criou a crise prometendo uma maior regulação, sabendo bem que rapidamente essa mesma regulamentação desaparecerá mal pensem que a crise passou. O capitalismo tudo consome e quando já “queimou” tudo em seu redor acaba a consumir-se a si próprio. Se não mudarmos o sistema não mudamos de vida. Criticam as populações pelo endividamento que eles próprios promoveram e publicitaram afirmando que vivemos acima das nossas possibilidades e dão como solução a necessidade de dar mais créditos às familias para que gastem ainda mais. Afirmam que não vale a pena baixar impostos por as familias irem utilizar esse dinheiro para pagar dividas e fazer poupanças e não para consumir ainda mais. Será que isto faz algum sentido? Não há aqui uma contradição impossivel de resolver? Não estará na hora de mudar?

08
Abr
09

Fogos liberais

sarsfield-cabral-o-bombeiro

Quando há fogo, prioritário é apagá-lo. Depois se tratará de reorganizar os bombeiros
Sarsfield Cabral

E identificar e castigar os culpados do fogo não é necessário? Será porque há muita culpa de economistas, que como ele, defenderam a liberdade e a impunidade do capitalismo liberal? É que quem mais sofre com estes fogos são os que têm menos recursos, perdem os seus empregos e vêm as suas vidas queimadas e não aqueles que pegaram o fogo.


08
Abr
09

Os Frangos do Sr. Silva

cavaco-sofre-golo
Há muito que aqui afirmo que ao Sr. Silva falta coragem para falar claro e para assumir as suas posições. Foge do país sempre que veta uma lei e esconde-se sob a afirmação “um Presidente da Republica não fala sobre esses assuntos, ou porque está num torneio de golfe, ou a visitar uma escola ou simplesmente a passear. Só quando lhes tocaram nos seus mesquinhos poderes com o Estatuto dos Açores veio falar para a Televisão e ainda agora, com o país a desmoronar-se, o desemprego e o endividamento do país a subirem, ama justiça sem qualquer credibilidade, um Primeiro-ministro acusado de corrupção, autarcas a cantar vitória à saida dos tribunais, mada parece ter para dizer. A cada dia que passa o pais sofre mais um “frango” de quem tem como principal função a defesa da Constituição e ser o garante da Liberdade e da Democracia. Pode haver a garantia de alguma coisa num país em que cada dia a corrupção parece ganhar terreno e a justiça é menos fiável?




Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 716.831 hits


%d bloggers like this: