13
Maio
09

Super Carnelinda Pereira

Carmelinda Pereira Super carmelinda

Não concordo com todas as ideias e actividade politica do POUS da Carmelinda Pereira, mas não posso deixar de admirar a sua persistência na defesa daquilo em que acredita e todo o trabalho e tempo que gasta numa luta, para muitos condenada, por ignorada pela comunicação social e pelos poucos recursos que têm, (um orçamento de 720 Euros para a campanha das eleições Europeias), a não chegar à maioria das pessoas. Mesmo assim não desiste, não se cansa de reunir os seus apoiantes, defender as suas ideias e participar em todas as lutas que considera justas. Apoio-a nestas eleições por defender duas ideias que considero correctas e que representam soluções reais para a crise que atravessamos. Primeiro, a Proibição de todos os despedimentos, acabando com o a politica do estado pagar o desemprego, com subsídios e injecções de capital, mas o emprego, garantindo que o tecido produtivo do país não é destruído. A segunda medida, a Ruptura com a União Europeia, deixando de obedecer a imposições capitalistas e neo-liberais e defendendo uma outra Europa constituída por povos livres e soberanos. Pode parecer demasiado radical, mas perante o avanço do capitalismo global, da ditadura do inevitável e do poder dos Senhores do Mundo, há que agir. Somos enganados todos os dias pelas televisões, pelos políticos, pelos economistas e por todos aqueles que nos dizem que têm soluções milagrosas para os problemas. As soluções temos de ser nós, na recusa do inevitável, tornando possível aquilo que nos dizem não o ser. Como dizia Robert Musil, “Uma utopia é uma possibilidade que pode efectivar-se no momento em que forem removidas as circunstâncias provisórias que obstam à sua realização”.



3 Responses to “Super Carnelinda Pereira”


  1. Maio 14, 2009 às 17:18

    Caro amigo

    Aquilo lá pelo outro lado já começa outra vez a mugabizar-se. Vai lá, vai.

    Passo por aqui para te deixar um forte abraço e mais uma vez te digo, para certos mentecaptos tudo o que vai fora do satus-quo vigente é para deitar abaixo, é pena, eles coitados não vêm ou não querem ver, que o que nos distigue é pensar-mos pelas nossas cabeças, coisa que eles não conseguem. Enfim, pobres coitados, são uns tristes trastes.

    Abraço

  2. 2 Wild_Mind
    Maio 19, 2009 às 12:47

    Há Utopias e Utopias…. será esta algo que algum proveito maior possa trazer ???

    De mal a pior pelas mais diversas razões…!

    Acabe-se com o desemprego e as empresas que aturem os parasitas improdutivos…!!

    Desliguemo-nos da Europa, e gozemos o nosso extraordinário poder económico, esqueçamos tudo o que entretanto nos fez tambem evoluir….!!!

    ahhh e os subsidios, esses tão desejados rebuçados…. onde iremos encontra-los… hhuuummmm ??

    Quando é que este quintal a Beira Mar … irá ver aparecer Politicos e gente que realmente queira fazer algo pelo País … ???

    Abraço

  3. 3 wehavekaosinthegarden
    Maio 19, 2009 às 17:36

    Wild_mind:
    Infelizmente para muitos a arvore impede que vejam a floresta. Quem te ouça pode certamente concluir que o empregado é por definição preguiçoso, parasita e não trabalha. Transformar a exceção na regra é uma forma pouco séria de apresentar os problemas.
    Quanto à Europa, que também nos fez evoluir em alguns aspectos, destruiu o nosso tecido produtivo e fez de nós euro-dependentes. Olho para a Noruega e não a vejo rastejar por estar fora da Europa. Podemos ser independentes e não vejo porque 30 anos na Europa sejam melhores que oito séculos de soberania. Quanto aos subsídios como forma de vida é uma tristeza. Temos de viver com o que temos e não vender a nossa independência e dignidade aos outros.
    Quanto aos políticos de que falas somos nós que os temos de encontrar e escolher. Ficar sentado aceitando o destino que nos oferecem não é solução.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 717.030 hits


%d bloggers like this: