Arquivo de 21 de Maio, 2009

21
Maio
09

Clones politicos

socrates ferreira Leite duas moedas

A líder social-democrata, Manuel Ferreira Leite, afirmou que teme que o Estado esteja a aumentar de dimensão com o combate à crise e apontou o risco de Portugal ficar «irremediavelmente pobre» se não inverter o seu endividamento. «Temos que ter muita consciência de que se não ultrapassarmos esta questão nos próximos quatro ou cinco anos Portugal vai ficar irremediavelmente pobre», afirmou a líder do PSD. Apesar da análise negativa, Manuela Ferreira Leite não se considera uma fatalista, mas «insistir na mesma política que nos está a empobrecer é dizermos que somos fatalmente pobres».

Pela primeira vez concordo com uma afirmação da Horribilis Manela quando diz que se insistirmos nestas politicas estaremos a agravar a situação de pobreza deste país. A questão que se coloca é a de estas afirmações serem feitas por quem menos as pode fazer. Afinal ela e o Sócrates são duas faces da mesma moeda, que é como quem diz das mesmas politicas. Sendo ambos os partidos, partidos de alterne do poder, em que um substitui o outro quando os portugueses se fartam dele, as alternativas que representam é nenhuma. Deve vir com a lições dos Bilderberg bem fresquinhas, agora que acabou de chegar da sua reunião anual, mas não podemos esquecer que há muito que o Engenheiro se rege por essa mesma cartilha. Cabe-nos a nós dizer não a esse destino para onde nos conduzem e escolher outro rumo que garanta o emprego, proibindo os despedimentos e recusando a ideologia neo-liberal que nos impõe a União Europeia fazendo já a ruptura com as suas instituições.


21
Maio
09

The show must go on

socrates ferreira leite portas Cavaco pinto balsemao durao barroso palhacos

Ligar a televisão e ver as trocas de argumentos entre os Rangeis, os Santos Silvas e outros que tais, o volume e o dramatismo que os média lhes dão, a transformação de tudo isto numa palhaçada, seja no caso do Lopes da Mota, da professora que falava de romanos que comiam, comiam, tinham uma bacia, vomitavam, comiam, comiam, tinham uma bacia, vomitavam, dos comentários dos Pachecos e dos Marcelos ou de outros quaisquer. Como discutimos, como nos indignamos quando a realidade se torna cada dia mais negra. Vivemos na era em que não há mentira que não se transforma em axioma, nem facto que não se apaguem da história e da memória. Vivemos a época da descarada promiscuidade pornográfica entre o estado e os grandes interesses privados e que nos transforma em bovinos espectadores do espectáculo que nos oferecem. Até quando?





Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 716.831 hits


%d bloggers like this: