21
Jun
09

O paradoxo da mentira politica

Manuela Ferreira Leite cega e fora deste mundo

“Só se eu estivesse cega ou fora deste mundo é que não acharia que há um Sócrates antes e outro depois das eleições”. “Numa coisa, seguramente, o meu programa vai-se distinguir daqueles que é costume apresentar ao país, é que não tenciono fazer nenhuma promessa que não tenciono cumprir, não tenciono mentir aos portugueses”, afirmou Manuela Ferreira Leite.

Todos se lembram daquela famoso paradoxo do Groucho Marx em que afirmava que não podia ser sócio de um clube que o aceitasse como sócio. O mesmo se passa com os políticos que dizem que não vão mentir aos eleitores pois já estão a dizer a primeira mentira. Até pode partir para esta campanha cheia de boas intenções de não mentir, mas ao longo delas será confrontada com situações em que a verdade a irá fazer perder votos e isso é algo a que nenhum político não é vulnerável. Começam com meias verdades e omissões mas mais cedo ou mais tarde não resistirão á pressão para dizerem aquilo que depois não irão fazer. E a Manuela pode dizer o que desejar que já anda pela política portuguesa há muito tempo e nós já a conhecemos bem dos tempos em que foi uma má ministra da Educação e uma péssima ministra das finanças.

Anúncios

0 Responses to “O paradoxo da mentira politica”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 712.622 hits

Anúncios

%d bloggers like this: