11
Ago
09

Os malandos do pobres

paulo Portas voto por comida
Paulo Portas considera o Rendimento Social de Inserção (RSI) um “financiamento à preguiça”. O JN apurou que uma das propostas que irão constar do programa eleitoral dos populares é o pagamento em géneros da prestação. Uma das prioridades do CDS será combater a fraude criada pela atribuição do RSI.

Tanta fraude que há para aí e é logo a fraude dos mais pobres dos mais pobres que o Paulinho das Feiras coloca como uma das suas prioridades. Parece que afinal são os abusos que possam existir no RSI prejudicam muito mais o país e não o deixam sair da crise que os dos aldrabões e corruptos que fogem aos impostos, fazem trafulhices nas contas e vivem da especulação à sombra dos paraísos fiscais. Vão é trabalhar, se não arranjarem emprego podem sempre ir à sopa dos pobres e se não podem trabalhar não fazem falta e podem desaparecer. Malandros que só prejudicam este país.
Já agora porque também não dizer que são os salários que não deixa a economia crescer mais e propor que os passemos a receber também em géneros?
Lembram-se da frase, se vires um homem com fome não lhe dês um peixe, ensina-o a pescar? O CDS pensa exactamente o contrário.

3 Responses to “Os malandos do pobres”


  1. Outubro 8, 2009 às 03:01

    o abundo de familia so para as
    pessoas ke tem 2 salarios minimos
    ~~~oo~~~oo~~~
    subsidio de natal e ferias
    so para ken tem
    tem 2 salarios minimos
    ~~oo~~~~ooo~~
    ~~~~~~~~~~~
    nas casas atribuídas pela a segurança social ,
    tem regras :
    nao roubar : nao usar armas : nao vender droga
    nao matar : nao violar : etc etc: ou sera banido :
    se ten registro criminal devera se banido
    ha ke beneficiar os bem comportados

  2. 2 Avelino Dias
    Fevereiro 28, 2010 às 12:09

    É com uma contradição que o caro concidadão termina a sua diáspora descritiva da performance do deputado Paulo Portas. O Eng. Sócrates é que acha que é mais fácil dar o peixe que ensinar a pescar!Uma das maneiras de acabar com o financiamento à preguiça é fechar a torneira dos subsídios, dando-lhes os mantimentos mínimos de base, mas incitando-os a mexerem-se e a procurar fonte de rendimento laboral.Requisitar esses malandros como mão de obra para melhorar as condições de vida de todos os concidadãos era uma boa forma de triagem aos candidatos e beneficiários, que ao verem que eram obrigados a trabalhar para o estado a troco de pouco, iam arranjar emprego e largavam essa boa vida do nada fazer e deixavam de ser parasitas do estado que SOMOS TODOS NÓS!!!

  3. 3 wehavekaosinthegarden
    Fevereiro 28, 2010 às 13:04

    Caro Avelino

    Quem não encontrar trabalho, quem cair na miséria do desemprego é abandonado pela sociedade ou então é condenado a trabalhar por uma côdea de pão. Onde está o respeito pelos cidadãos nesta proposta? Talvez o amigo Avelino gostasse deser um dos capatazes de chicote na mão paea os por a trabalhar.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 715.147 hits


%d bloggers like this: