Arquivo de Novembro, 2009



23
Nov
09

Uma vida precária

Nove de cada dez novos empregos são precários.

23
Nov
09

Taxas moderadoras

Rendimentos devem definir taxas moderadoras. O primeiro-ministro, José Sócrates, defendeu ontem que os portugueses devem pagar os cuidados no Serviço Nacional de Saúde (SNS) em função das suas possibilidades.

Ainda me lembro da altura em que o então Primeiro-ministro Santana Lopes fez esta proposta e todos lhe caíram em cima (e fizeram muito bem). Já na altura se apresentou o exemplo do Manuel Damásio, ex-presidente do Benfica, que mora na Quinta da Marinha, desloca-se em helicóptero particular, tem diversas empregadas em casa e declara ganhar o ordenado mínimo.
Todos nós já pagamos mais ou menos impostos de acordo com os rendimentos que auferimos. Criar taxas diversificadas é taxar mais quem já contribui com mais dinheiro para a “orgia” financeira do estado. Poupem onde esbanjam dinheiro, deixem de pagar fortunas a empresas por estudos e pareceres que podem ser feitos com a mesma qualidade dentro do estado e não vai faltar dinheiro para financiar a saúde. Cobrem os impostos a quem não declara o que ganha, criminalizem o enriquecimento ilícito e acabem com o sigilo bancário que ficam a ganhar, sem terem a necessidade destas ideias populistas e demagógicas.

22
Nov
09

Queimar ou não queimar. Eis a questão?

António Costa Gomes, juiz de instrução do processo “Face Oculta”, não vai cumprir o despacho do presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Noronha do Nascimento, que ordenou a destruição das escutas que envolvem José Sócrates e Armando Vara.

Afinal qual é as verdadeira cara oculta no processo “Face Oculta”?

22
Nov
09

Um nababo a caminho do Banco Europeu

Constâncio entra na corrida à vice-presidência do Banco Europeu. Governador admite deixar o Banco de Portugal para ocupar o cargo de Lucas Papademos em Frankfurt, no final de Maio de 2010. Governo vai apoiar uma eventual candidatura.

Com uma imagem gasta pela insensibilidade social, (para com os outros que para si aprovou regalias e um salário milionário), e a forma como não cumpriu as suas funções de regulador da actividade bancária, (BCP, BPN, e outros), chegou a hora de sair do Banco de Portugal. Como a avaliação de desempenho para promoções só parece funcionar para professores e funcionários públicos, premeia-se a sua má actuação com uma promoção para o Banco dos Bilderberg. Boa viagem Constâncio que não vamos sentir a tua falta.

21
Nov
09

O Teatro de marionetas europeias

O grupinho que manda na Europa mostrou uma vez mais que esta Europa é um saco de gatos em que os grandes países fazem marcação serrada uns aos outros. Afinal a escolha de um Presidente e de um Ministro dos Negócios Estrangeiros, para que a Europa falasse a uma só voz, acabou por ser substituída por mais duas Marionetas para fazerem companhia ao cara de Cherne.

21
Nov
09

Isabel no Parlamento das Maravilhas

O PSD depois de dar o dito pelo não dito durante as eleições de que iria exigir a suspensão do Processo de avaliação dos Professores e por não ter um melhor para apresentar, foi hoje em salvação desta avaliação e da Ministra ao inviabilizar a sua suspensão pelo Parlamento com a proposta de conceder 30 dias ao governo para apresentar uma nova proposta. Gostaria de saber o que pensam e o que têm para dizer todos aqueles que, durante a campanha eleitoral, utilizaram a promessa de suspensão da avaliação como argumento para o voto no PSD. Podem, alguns, dizer que foram enganados, mas muitos sabiam que os “laranjinhas” e os “cor-de-rosa” pensam e praticam politica iguais. A Europa assim o exige.

20
Nov
09

Homicídio de carácter

O líder parlamentar do PS, Francisco Assis, considera que no âmbito do processo Face Oculta o primeiro-ministro tem sido alvo de uma tentativa de «homicídio de carácter»

Homicídio de carácter? Mas para isso não teria de haver carácter? O Engenheiro já arranjou outra voz para vir “chorar lágrimas de crocodilo” sobre a campanha negra. Ponham a verdade cá fora que nós saberemos julgar.

20
Nov
09

Este tem mau na avaliação e é titular

O ministro de Estado e das Finanças, Teixeira dos Santos, foi classificado pelo diário britânico ‘Financial Times’ como o quarto pior ministro das Finanças, 15º lugar, num ranking de 19 ministros. Ainda assim, o governante melhorou quatro posições desde a última análise, em 2008, quando ocupou o último lugar da lista.

Cá pelo Jardim, da esquerda à direita todos o elogiam e dizem ser o melhor Ministro que temos. Eles lá sabem porquê.

19
Nov
09

Desemprego chega aos 9,8%


Os sinais de recuperação da economia estão a demorar a chegar ao mercado de trabalho e ameaçam as previsões mais optimistas do Governo. No terceiro trimestre de 2009, a taxa de desemprego disparou para os 9,8% e, segundo as estatísticas oficiais, afectou 547,7 mil pessoas.

Pode um país em que um em dez dos seus cidadãos não encontra trabalho ser considerado livre e democrático? Veio o Engenheiro desculpar-se com a crise, como se não tivesse culpas no cartório, como se não fosse um dos que aplicam o sistema capitalista global à força e à custa dos cidadãos do seu próprio país. Que inocência pode alegar quando foi ele o autor da nova lei do trabalho que tudo permite aos patrões e retira todos os direitos aos trabalhadores? Que lógica pode haver em enterrar mais de 3 mil milhões para aguentar um Banco delapidado pela corrupção e vermos depois os trabalhadores da Quimonda Solar serem despedidos ao verem declarada a insolvência da empresa por uma divida de 26 milhões. Não seria o dinheiro enterrado naquele Banco mais bem empregue a salvar empresas e empregos, garantindo a dignidade das pessoas e a sustentabilidade do país quando a crise passasse? Não seria esse dinheiro mais bem empregue a salvar o trabalho e a evitar a miséria e o sofrimento daqueles que não conseguem trabalho para sustentarem os seus filhos?

19
Nov
09

Agora escutas tu, agora escuto eu

Portugal é mesmo um país de coscuvilheiros. Antigamente espreitava-se para dentro da janela da vizinha, agora colocam-se escutas. Há tempos soubemos que até os pedidos de pisa feitos pelo Sampaio estavam gravados, o Sr. Silva anda com medo que salte alguém do computador e lhe descubra os segredos e sabemos agora que do Engenheiro há uma colecção de DVD’s com as suas conversas. Dizem-nos que são feitas para investigação criminal na luta contra a corrupção, mas sabendo nós que estas escutas acabam sempre a ser consideradas ilegais, que nunca um corrupto é condenado e que tudo isto, mais dia, menos dia, até deixa de ser noticia, andar a escutar esta gente só pode ser mesmo para treino dos operacionais da policia ou pelo prazer de meter o nariz na vida dos outros.

 

19
Nov
09

Encontro de Presidentes

Numa altura em que muitos já não confiam no Sr. Silva como sendo um Presidente isento, (as pessoas acreditam em cada coisa) e ou outros já questionam o que anda ele a fazer numa altura em que as altas instâncias da justiça são “chacota” dos jornais. Mas, por mais fragilizado que esteja pela história das escutas falsas, o homem tem de, não fazer alguma coisa que é coisa que nunca faz ou dizer algo importante, mas pelo menos dar-nos a ideia de que está a fazer. Assim, lá teve de ir o Presidente do Supremo Tribunal de Justiça fazer uma visitinha a Belém para só declarar no fim que tinham estado a falar sobre o “sistema de justiça”. Acredito, afinal nenhum de nós imagina que a conversa possa ter sido sobre horticultura ou a trocarem receitas de bolos. É nestas alturas que fazem falta umas boas escutas no Palácio.

18
Nov
09

Durão: A sopeira da Europa


Com o tratado de Lisboa aprovado está na hora de preencher os lugares do poder europeu. Contrariamente aos EUA onde o Presidente é leito pelos cidadãos, por cá preferiram a nomeação, menos sujeita a surpresas e garantindo que a escolha é calmamente feita nos salões da velha Europa. Para este primeiro mandato há já vários cães atrás do mesmo osso e a bicha não pára de aumentar à porta da sopeira da Europa, o Durão Barroso. Eu estou para aqui com uma dúvida enorme; se me proponha, também eu, para ocupar o cargo de Presidente ou se, mais certo e mais simples, lhes rogue as sete pragas do Egipto e lance uma maldição sobre todos aqueles que ocuparem esse lugar. Quem se sente naquela cadeira, acaba mal. É que os candidatos merecem-no.

17
Nov
09

Problema comezinho

mario Soares big buda

Mário Soares, considerou que o processo Face Oculta, não passa de um «problema comezinho», desvalorizando desta forma a investigação, o seu impacto político e o envolvimento do primeiro-ministro José Sócrates. Por fim, antigo Presidente afirmou que «é preciso que a Justiça não seja uma face oculta».

Realmente se só se tratasse dos 10 mil euros que dizem o Armando Vara ter recebido seria mesmo comezinho, mesmo os quase milhão pago em luvas pelo gajo da sucata poderia ser considerado migalhas, (Só no BPN o estado já enterrou muitos mais), mas parece esquecer o Marocas que o que está em causa, e se não está devia estar, é o facto de vivermos numa sociedade onde a corrupção é prática comum, dos simples funcionários administrativos aos mais altos governantes. Para ajudar a justiça que temos parece viver em promiscuidade com o poder político e económico sendo mesmo utilizada como arma politica. Um país corrupto e sem justiça é um país inviável. É por isso importante que se acabem com as faces ocultas e todos possamos ver a cara dos corruptos e da corrupção.

17
Nov
09

Coisas do pantano

socrates dentro da bola

Que protege o Engenheiro de cada vez que aparece associado ao odor fedorento do pântano da corrupção? Porque não há um único caso em que saia de face lavada e sem deixar para trás o anátema de dúvida? Porque morrem só nas suspeitas todos os processos sem nenhum ser levado ás últimas consequências? Uns dizem por se tratarem de calúnias, outros por conseguir influenciar o próprio poder judicial. Certo, é que para se ser honesto não basta sê-lo, também é necessário parece-lo e, o Engenheiro não parece mesmo nada.

16
Nov
09

A apagadora de promessas

Manuela Ferreira Leite professora
Acordo entre PS e PSD. Avaliação dos professores vai avançar.
Negociações estão praticamente concluídas e o acordo iminente. PSD deixa cair a suspensão da avaliação e o PS aprova a proposta laranja, que já foi entregue no Parlamento.

Eu bem avisei durante a campanha eleitoral que a posição que o PSD defendia relativa à avaliação era oportunista e mentirosa. Ambos os partidos estão presos às directivas da UE e ambos pensam da mesma forma. Os professores que foram atrás do canto de sereia da Manuela Ferreira Leite vão agora ver o logro em que caíram. Quer queiram quer não, os professores só podem contar com a sua força e determinação para derrotar estas políticas.




Indignados Lisboa
Novembro 2009
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Blog Stats

  • 721.371 hits


%d bloggers like this: