06
Dez
09

O caçador de ambientalistas

O líder da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Fernando Ruas, contestou hoje em Viseu aquilo que classificou de “fundamentalismos bacocos” das instituições ligadas ao Ministério do Ambiente que condicionam o desenvolvimento do país. “São incontáveis os entraves, as dificuldades levantadas por parte de instituições dependentes do Ministério do Ambiente que, sentenciadas por burocratas instalados em poltronas lisboetas, sem o mínimo conhecimento do país real, liquidam à nascença projectos essenciais”. Muitos desses responsáveis, “eivados por fundamentalismos bacocos, continuam empenhados na protecção desmesurada de espécies como os morcegos, os lobos de Leomil ou as gralhas-de-bico-vermelho mas parecendo esquecer que a primeira espécie que nos cumpre defender é a humana”,

Como aconteceu ao homem ao longo de milhares de anos, também o nosso Fernando Ruas parece ter evoluído. Agora já não quer ver apedrejados os inspectores do Ministério do ambiente, agora prefere ir exterminar as espécies protegidas. É a chamada evolução das espécies e a este ritmo estou certo que chegará ao homo sapiens num dos próximos mandatos com autarca.


0 Responses to “O caçador de ambientalistas”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


Indignados Lisboa
Dezembro 2009
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Blog Stats

  • 721.371 hits


%d bloggers like this: