02
Jun
10

Vale tudo

Horst Köhler pediu ontem a demissão de Presidente da República, naquele que foi o minuto televisivo mais surreal da história do país. “Anuncio a demissão das minhas funções de Presidente com efeito imediato”, disse o político de 67 anos, em Berlim, mal contendo as lágrimas. O Chefe do Estado alemão justificou esta decisão com a controvérsia causada pelas declarações que fez a propósito da presença militar alemã no Afeganistão. “Na minha opinião, a sociedade tem que aceitar que, em caso de dúvida e de necessidade, o uso militar pode ser preciso para proteger os nossos interesses, como a liberdade das rotas comerciais, por exemplo para impedir a instabilidade em regiões inteiras que tenham efeitos negativos sobre as nossas trocas, empregos, sobre as nossas receitas”, declarou Köhler, sábado, à rádio pública alemã, no regresso da sua primeira visita ao contingente de militares alemães no teatro de operações afegão. A alusão à necessidade de pôr os soldados alemães a defender as trocas comerciais acendeu o rastilho.

Fica-lhe bem a demissão e fica uma confirmação, de que na guerra do Afeganistão não é o terrorismo a causa, (talvez até seja mais a consequência), mas sim rotas comerciais e uma certeza de que há por aí muito líder, Presidente que pensa o mesmo e só não tem a coragem de o admitir.


0 Responses to “Vale tudo”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 720.497 hits


<span>%d</span> bloggers like this: