18
Out
10

A morte do multiculturalism

As declarações de Angela Merkel foram proferidas num momento em que aumenta o sentimento anti-imigrante na Alemanha. «A abordagem multicultural [à questão da imigração] falhou, e falhou profundamente», afirmou Angela Merkel, dias após o líder da CDU, Horst Seehofer, ter declarado que «o multiculturalismo está morto». As palavras de Merkel são as mais fortes alguma vez ditas por um líder alemão da era democrática em relação aos 16 milhões de imigrantes que vivem no país.

Uma das coisas que me deixa triste é saber que vou deixar aos meus filhos um mundo em retrocesso civilizacional, um mundo que se encaminha para mais uma idade média de obscurantismo. Cultura, solidariedade e cooperação estão a ser substituidas pela imposição, autoritarismo e poder. A Europa multicultural, que tanto a enriqueceu, a Europa solidária, a Europa da Democracia é já coisa do passado. Os imigrantes que foram utilizados como mão de obra para o desenvolvimento são agora vistos como inimigos. A extrema-direira fascista e xenofoba ganha terreno, deputados em Parlamentos e até se torna parceira em coligações de governo. A direita que se dizia centrista e democratica começa a copiar o seu discurso, as suas ideias e as suas práticas. A Europa e o mundo caminham rapidamente para a conflitualidade e, como a história mostra, para mais guerras, miséria e desgraça. Sarkosis, Berlusconis e Merkels são gente que colocam os seus interesses imediatos à frente de qualquer ideia de futuro. Vendem a alma, se é que ainda a têm, pisam tudo e todos se isso lhes garantir o poder. Apelam aos piores sentimentos dos seus povos e destroiem todo e qualquer ideal de humanismo. Se há coisa de que me posso orgulhar é de sempre ter tentado criar os meus filhos nos valores da igualdade, da partilha e da solidariedade. Fica contente quando os vejo brincar, falar e conviver com gente de todas as raças e condições sociais. Fico triste quando vejo outros, mais velhos e bem mais responsaveis, apregoarem o racismo, a insensibilidade social e o ódio. Que raio de Europa esta, comandada por gente desta, onde nos fomos meter.


0 Responses to “A morte do multiculturalism”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 714.329 hits


%d bloggers like this: