Arquivo de 8 de Novembro, 2010

08
Nov
10

Um grande Hu Jintao para ti também

Cada um lá terá as suas razão, certas ou erradas mas suas, para pensar o que desejar sobre o que desejar. Uns preocupar-se-ão mais com a preservação da nossa independencia como país, outros com a globalização, os mercados ou os direitos humanos. Outros deixam para os outros que se preocupem com as suas próprias preocupações.
“O presidente do AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo, Basílio Horta, admitiu hoje que a compra da dívida pública portuguesa dá à China poder político e económico sobre Portugal.”
Será que termos sido nomeados para membro não permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas poderá ter influênciado o Hu Jintao. Que juros económicos e de soberania iremos pagar? E quantas mais lojas de chineses?
08
Nov
10

Nos tempos que correm…

Recebi um e-mail com este texto, sopre um programa que nunca vi nem sabia existi e não resisti a transcreve-lo aqui
Chama-se “Agora é que conta”, passa na TVI” e é apresentado por Fátima Lopes. O programa começa com dezenas de pessoas a agitar uns papéis. Os papéis são contas por pagar. Reparações em casa, prestações do carro, contas da electricidade ou de telefone. A maioria dos concorrentes parece ter, por o que diz, muito pouca folga financeira. E a simpática Fátima, sempre pronta a ajudar em troca de umas figuras mais ou menos patéticas para o País poder acompanhar, presta-se a pagar duzentos ou trezentos euros de dívida. “Nos tempos que correm”, como diz a apresentadora – e “os tempos que correm” quer sempre dizer crise – , a coisa sabe bem. No entretenimento televisivo, o grotesco é quase sempre transvestido de boas intenções.
Os concorrentes prestam-se a dar comida à boca a familiares enquanto a cadeira onde estão sentados agita, rebolam no chão dentro de espumas enormes ou tentam apanhar bolas de ping-pong no ar. Apesar da indigência absoluta do programa, nada disto é novo. O que é realmente novo são as contas por pagar transformadas num concurso “divertido”.
Ao ver aquela triste imagem e a forma como as televisões conseguem transformar a tristeza em entretenimento, não consigo deixar de sentir que esta é a “beleza” do Capitalismo: tudo se vende, até as pequenas desgraças quotidianas de quem não consegue comprar o que se vende.
Houve um tempo em que gente corajosa se juntava para lutar por uma vida melhor e combater quem os queria na miséria. E ainda há muitos que não desistiram. Mas a televisão conseguiu de uma forma extraordinariamente eficaz o que o séculos de repressão nem sonharam: pôr a maioria a entreter-se com a sua própria desgraça. E o canal ainda ganha uns cobres com isso. Diz-se que esta caixa mudou o Mundo. Sim: consegue pôr tudo a render. Até as consequências da maior crise em muitas décadas.

Entretanto a apresentadora recebe 40.000€ por mês. Foi este o valor da transferência da SIC para a TVI. Uma proposta irrecusável segundo palavras da própria.




Indignados Lisboa
Novembro 2010
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Blog Stats

  • 714.309 hits


%d bloggers like this: