28
Dez
10

O dia do “dá cá o meu” dos acionistas da PT

Hoje vão ser pagos os dividendos aos acionistas da PT pela venda da VIVO. Normalmente  só seriam pagos no próximo ano, mas como o governo anunciou um aumento dos impostos nada como antecipar os lucros. O governo quando ouviu falar disto, gritou -Malandros, isto não pode ser, mas rapidamente se esqueceu e até o acionista Caixa Geral de Depósitos acabou por votar no “dá cá o meu”, enquanto, na Assembleia da República, o PS batia o pé para que nenhuma lei pudesse ser aprovada para o impedir.
São muitos, mas mesmo muitos milhões que alguns, poucos, vão embolsar enquanto para os outros ficam os sacrifícios para pagar a crise que a banca e a ganância capitalista criou. Só nós devemos pagar, só a nós nos pedem que contribuamos para salvar o país. Reduzem-nos os salários, mas não pedem às empresas, como por exemplo à EDP, que também contribua reduzindo os seus lucros para nos aliviar um pouco o peso da austeridade nas contas dos consumidores, antes pelo contrário, aumentam os preços em quatro e meio por cento.
O país está de rastos mas o que vemos é pedir a uns, aos que menos têm, que paguem para que os grandes grupos económicos possam continuar a endividar o país a seu belo prazer em busca de maiores lucros. Até quando vão calar a vossa indignação?


0 Responses to “O dia do “dá cá o meu” dos acionistas da PT”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


Indignados Lisboa
Dezembro 2010
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Blog Stats

  • 721.371 hits


%d bloggers like this: