Arquivo de 15 de Janeiro, 2011

15
Jan
11

Tudo bons vizinhos

Podia mas nem vou falar da casa do Sr. Silva de Boliqueime na Aldeia da Coelha, nem do facto que ninguém saber onde está registrada a escritura, nem de como é bom sabermos que temos um Presidente poupadinho que consegue, cêntimo a cêntimo, para investir em ações e comprar esta modesta casinha com três pisos, seis quartos (cinco são duplos) e seis casas de banho, piscina e 1600 metros quadrados de área descoberta, que foi adquirida “através de um permuta com um construtor civil”. Nem vou falar da boa vizinhança de Oliveira Costa, , Eduardo Catroga e Fernando Fantasia, administrador de empresas do grupo SLN. Nem vou falar das off-shores metidos nisto porque não quero que me acusem de estar a participar numa campanha suja, ou negra ou outra coisas qualquer. Só fiz este post para colocar este boneco do “Pátio das Cantigas” que me pareceu ficar aqui bem.

15
Jan
11

A Banca ligada à máquina

A Banca portuguesa ligada à máquina. Bancos completamente endividados.
In “Primeiro de Janeiro”

Segundo parece já devem mais de 40 mil milhões de Euros e eu que não entendo nada de economia espanto-me com a forma de funcionamento do sistema. A Banca pede emprestado lá fora para poder emprestar a quem lhe pede emprestado cá dentro, mas em contrapartida acaba por receber o que emprestou com o lucro dos juros, sempre bem superiores aos juros que terão de pagar a quem lhes emprestou o dinheiro. Se a Banca continua a necessitar de pedir sempre mais e  mais dinheiro lá fora, então é porque continua a emprestar cada vez mais cá dentro pelo que o lucro deverá ser também cada vez maior. Certamente um bom negócio.
Então como pode estar ligada à máquina e completamente endividada? Só pode haver uma razão, é a de que a Banca não paga a quem lhe emprestou, ficando no ar a velha pergunta; onde está o dinheiro?” No caso do BPN e do BPP sabemos que simplesmente foi roubado, mas nos outros bancos que passam em testes de robustez, apresentam lucros de centenas de milhões, onde está o dinheiro?

PS: Em todo o lado ouço falar da dificuldade em conseguir crédito, mas ainda hoje recebi um telefonema de uma menina a informar-me que o meu Banco tinha para me emprestar 30 mil euros em condições muito boas. Agradeci, mas informei que não recorria ao crédito para consumo e que por isso não estava interessado. Simpática, a senhora agradeceu-me o meu tempo, desejou-me uma boa tarde não sem antes me dizer que se eu mudasse de idéias bastava deslocar-me a um balcão do Banco que teria lá 30 mil euros à minha disposição. Depois, desliguei.

 




Indignados Lisboa
Janeiro 2011
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Blog Stats

  • 716.690 hits


%d bloggers like this: