Arquivo de Janeiro, 2011



24
Jan
11

Portugal negro

Portugal hoje é um país mais negro e com menos futuro.

23
Jan
11

Narcer duas vezes


Mesmo que a santificada imagem de honestidade acima de qualquer suspeita, Cavaco Silva parece desejar que também o consideremos que colocar qualquer questão sobre seja lá o que ele fez, seja considerada blasfémia, uma campanha suja contra a sua impoluta imagem. Se surgem notícias [Visão] que levantam dúvidas, se quanto mais se cava cada vez aparecem ainda mais dúvidas, porque não as esclarece completamente para que nada mais haja a perguntar?
Porque é uma figura divina ou porque as perguntas são realmente pertinentes e por há realmente razões e factos menos claros para não querer responder?
Outra coisa que me levanta algumas questões é que para o nosso Ministério Público em alguns casos bastar haver uma suspeita para o caso ser investigado em busca de provas e noutros casos ser necessário haver provas para o caso ser investigado para se encontrarem suspeitos. Talvez dependa de quantas vezes já se nasceu.

23
Jan
11

Hoje vou votar

Hoje é dia de eleições e mais logo lá irei eu cumprir o meu direito cívico de votar contra o Cavaco. Pessoalmente vou votar no “Coelho ao Poleiro” mas o mais importante é que todos os que não desejarem ver aquela múmia de  Boliqueime mais cinco anos a conspurcar o Palácio de Belém, vão votar em alguém. Votem no Chico, no Nobre, no Moura no Alegre ou no Coelho, mas votem. Cuidado que o Voto Branco e o Voto Nulo não valem nada pois só os votos expressos são contabilizados.

PS: Fiz este boneco com o que poderia ser o quadro do José Manuel Coelho na galeria dos Presidentes.

22
Jan
11

Tony Blair, a carpideira

Perante a comissão que investiga a participação britânica na guerra do Iraque, Tony Blair afirmou: «Quero deixar claro que lamento profundamente a perda de vida, seja de soldados britânicos, de soldados de outros países, de civis que ajudavam pessoas no Iraque ou dos próprios iraquianos». Durante este depoimento, Blair voltou a defender a decisão de invadir o Iraque.

Este criminoso que já devia ter sido julgado no Tribunal Penal de Haia por crimes contra a humanidade e pela morte de centenas de milhar de iraquianos vem agora dizer que lamenta a morte até dos próprios iraquianos. Lágrimas de crocodilo que não enganam ninguém.

22
Jan
11

Hoje há carneiro para o jantar

Chegou a hora de realmente começarmos a pagar a crise dos BPN’s deste mundo. Os preços dos bens essenciais sobem. os impostos sobem ainda mais e este é o primeiro mês em que chegamos a casa com a carteira mais vazia devido ao corte nos salários. Mas, o mal de uns é o bem de outros e há quem vá chegar a casa bem mais anafado. O pior de tudo isto é que o prato principal de que se alimentam somos todos nós.

21
Jan
11

Tiros…na cabeça

Fernando Nobre afirmou: “Não é possível demover-me da minha intenção. Só há uma maneira: dêem-me um tiro na cabeça, porque sem tiro na cabeça eu vou para Belém”. Hoje, acabou justificando estas palavras por andar a receber ameaças anónimas por telefone.

Ainda não me tinha dado conta, na animação e no entusiasmo que esta campanha eleitoral está a provocar, que até já chegou ao ponto da ameaça física, da violência e até de tiros na cabeça. É que se a questão é mesmo só o ir para Belém, certamente que se arranja o dinheiro para um bilhete de eléctrico e até para lhe oferecer um dos óptimos pasteis que por lá se fazem.
Já manifestei a minha intenção de votar Coelho ao Poleiro, mas mesmo a dar tiros na cabeça, para aqueles que ainda acreditam que este sistema não está moribundo e pode ser reparado, votar Nobre pode ser uma solução. E, votar contra o Cavaco é imperioso.

21
Jan
11

Dos camelos da margem sul aos sheik’s da Arábia


Há já algum tempo que me descuidei com o registo das viagens dos nossos lideres, mas não podia deixar a primeira visita de um primeiro-ministro a terras de Abu-Dhabi sem lhe fazer um boneco. Uma vez mais o Engenheiro mostrou estar mais talhado para vendedor ambulante que para governar um país. Vender o que ainda resta dele parece bem mais fácil.

20
Jan
11

O Voto no silêncio

Deve dar um jeitão isto de se ser ao mesmo tempo Presidente, candidato, falso, medroso, fingido, hipócrita, honesto como o caraças e cara de pau. Só responde quando quer, a quem quer e se quer. Umas vezes é porque um Presidente não fala dessas coisas, outras porque são calunias, outras porque naquele momento é candidato e não presidente, outras porque diz que não responde e outras em que simplesmente não diz nada e, vai acabar por ser reeleito. Neste país já ninguém estranha nada e se estranha não liga,  já ninguém se parece importar com nada nem indignar com coisa nenhuma. Neste país para se dizer sério nem parece-lo é necessário mesmo que esteja em causa a ocupação do mais alto cargo da Nação.
20
Jan
11

Dói mais quando o alvo somos nós

Dois sindicalistas foram hoje detidos pela polícia no final de uma concentração dos sindicatos da Administração Pública, junto à residência oficial do primeiro-ministro, em Lisboa. As forças de segurança e os sindicalistas chegaram mesmo a envolver-se em confrontos. A PSP diz que os dois detidos desrespeitaram a ordem para não ultrapassar um cordão policial que estava pré-definido.

PCP e BE acusaram na Assembleia da Republica a PSP de “abuso de poder” e “acção desproporcionada” nos confrontos de terça-feira com dirigentes sindicais após uma manifestação à porta da residência oficial do primeiro-ministro.

Basta ouvir no discurso dos nossos políticos a preocupação que mostram com aquilo a que chamam, de “aumento da contestação social “, provocada pelas medidas de austeridade, para se poder pensar que estas atitudes da policia podem ser já a resposta mais musculada para a travar. Os  partidos mais à esquerda mostram, e bem, a sua indignação, mas não posso deixar de lhes lembrar que, quando da Cimeira da NATO em Lisboa nada disseram sobre a “violência” praticada pela policia sobre alguns manifestantes não subordinados às orientações do PCP. (Antes pelo contrário, foi a própria organização da CGTP quem solicitou à policia essa mesma “violência” sobre manifestantes pacíficos). Esquecem que, quando aceitam a violência contra os outros, os que não se regem pela sua cartilha, acabam por a legitimar e a abrir o caminho para serem eles os próprios a receber o mesmo tratamento. A defesa dos direitos e das liberdades têm de ser feitas para todos e não só para alguns.
quanto a este ministro, há muito que devia ter sido “saneado”. Não presta.

19
Jan
11

Um coelho que pode ser lebre

Há alguns dias, quando falava com amigos meus, na sua maioria mostravam-se insatisfeitos com os candidatos às presidenciais e afirmavam que, ou não iam votar ou iam votar em branco. Hoje, surpreendentemente, muitos deles, já me dizem que vão votar no José Manuel Coelho. Também aqui nos comentários ao post, em que defendi o voto no “Coelho ao poleiro”, e no meu mail. tenho recebido mensagens de apoio ao Coelho. Se a abstenção ou o voto em branco ou nulo, (que não entram para as contas), é meio voto no Cavaco, se não queremos lá o Cavaco e se nenhum dos outros candidatos nos agrada, o verdadeiro voto de protesto, o voto que os envergonha  é certamente  o voto no Coelho. Já decidi, “Coelho ao Poleiro” ou “Coelho ao taxo”, (como sugeriram num comentário), vai ser o meu voto.

19
Jan
11

O grande olho do…Tio Sam

Rui Pereira garante que o acordo que Portugal assinou com os EUA para a cedência de dados pessoais dos cidadãos portugueses não viola nenhuma norma da Constituição Portuguesa.

Pois eu digo que se não viola devia violar porque não entendo a razão, mesmo com a desculpa do terrorismo, dos dados pessoais de um cidadão que nunca praticou actos ilegais, que não anda para aí a pôr bombas e que está descansado em sua casa, podem ser oferecidos a uma potência estrangeira. Porque toda esta subserviência a gente que já mostrou não ser de confiança, gente que já mandou assassinar Presidentes e outros cidadãos de países independentes, gente que já invadiu países soberanos sem qualquer legitimaidade para o fazer, gente que já bombardeou populações inocentes, gente que pratica a tortura e mantêm uma prisão totalmente inaceitavel em Guantanamo. Porque tenho eu de dar a esta gente os dados dos portugueses? Se não é inconstitucional devia ser.

18
Jan
11

O Macho Português

Cavaco Silva foi interpelado durante a campanha eleitoral por uma idosa que lhe pediu ajuda com a reforma. O presidente candidato puxou então pela mulher, Maria revelando o valor da sua reforma. «Esta é a minha senhora. Esta senhora trabalhou praticamente a vida toda. Sabe qual é a reforma dela? Não chega a 800 euros por mês. Foi professora em Moçambique, em Portugal, nunca descobriram a reforma dela. Portanto depende de mim, tenho de trabalhar para ela. Mas como ela está sempre ao meu lado e não atrás, merece a minha ajuda», disse Cavaco.

Há uns dias, interpelado por uma idosa que lhe pedia ajuda para alimentar os seus filhos, mostrando a comida que tinha retirado de um contentor do lixo, o Sr. Silva aconselhou-a a dirigir-se a uma Instituição de solidariedade social, mas não uma do Estado, (que ele representa), mas a uma privada. Desta vez, perante o pedido de uma outra idosa com a sua reforma, preferiu lamentar a pequena reforma de 800 euros da sua mulher e que por isso dependia dele.
Como se deverá ter sentido aquela mulher ao vê-lo depreciar 800 euros de uma reforma e a brincar com o assunto.
Esta gente devia ter vergonha.


18
Jan
11

Brincar aos submarinos

Ouvi a noticia de que o nosso Submarino já está parado e a caminho da oficina, porque “tem um problema nas placas de revestimento”, que “não aguentam” o oceano Atlântico. De cada vez que a conto a alguém, primeiro o espanto de um “já” e depois a inevitável pergunta. “Então era para navegar onde?”. Também inevitável é que imediatamente alguém proclame, “só se for na banheira do Portas”.
Mas, não nos devemos preocupar que o ministro já disse que daqui a oito dias o arranjo está pronto e no fim do mês já vai zarpar rumo ao horizonte. E, digo eu, mesmo que este afunde ainda temos o outro que deve chegar lá mais para os fins de Abril.

17
Jan
11

Um Coelho com barriguinha de aluguer

17
Jan
11

Popey the Cavaco man…uh, uh

Cavaco Silva deu à costa e claro vai de falar do mar como a grande oportunidade de Portugal. Não inventou nada de novo, basta lembrar a expo 98 dedicada ao mar e às suas grande potencialidades para passados 12 anos o mar lá continuar e para pouco mais servir que para banhar as nossas belas praias. Foi até aberrante ver o Sr. Silva olhar o mar como uma oportunidade quando foi durante o seu reinado como Primeiro-ministro que se destruiu a nossa frota de pesca. Há uma imagem dessa altura que me ficou sempre na memória, a de uma traineira a ser cortada a meio. Literalmente.




Indignados Lisboa
Janeiro 2011
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Blog Stats

  • 716.683 hits


%d bloggers like this: