Arquivo de 4 de Maio, 2011

04
Maio
11

Cartas e inocências

O PSD e o Catroga anunciaram que enviaram mais uma carta ao governo, a quinta a perguntar pelo estado das contas públicas, já que não receberam resposta às anteriores quatro. O Miguel Relvas vem perguntar como foi possível que a divida externa de Portugal tenha duplicado em seis anos. O Passos Coelho que não aceita que a negociação com a troika seja feita nas suas costas e sem lhes enviarem informações.
Não foi aprovado, com a cumplicidade do PSD um orçamento ainda há poucos meses e o PSD não sabe como estão as contas do país? Assinou de cruz e sem ler e estudar o orçamento? Não é o PSD cúmplice de tudo o que aconteceu para se questionar como é possível que a divida tenha duplicado? Não foi o PSD e o Passos Coelho quem empurrou as negociações para cima do governo para tentar “passar entre os buracos da chuva” em tempo de eleições? O PS e o Sócrates arruinaram este país, mas não estão sozinhos nas culpas. Também o PSD, a começar no esbanjar das ajudas europeias do tempo do Cavaco até aos dias de hoje é culpado, umas vezes pelas políticas que aplicou, outras por ter sido cúmplice nas medidas aplicadas por outros.

Anúncios
04
Maio
11

Violência e parvoices perigosas


Podia vir aqui falar da Manifestação que se realizou em Setúbal no 1º de Maio e que terminou violentamente devido a uma despropositada carga policial. Posso afirma-lo porque estive lá, não assisti a nenhuma desordem ou desacato, e acabei por ser atingido por uma bala de borracha no pescoço ainda antes de me ter dado conta de que existiam problemas. Mas, não vou contar aqui a minha versão nem a da policia porque certamente alguns preferirão acreditar no lado em que se sentem mais à vontade. Não posso no entanto, deixar de referir uma passagem do comunicado da PSP que me parece demonstrativo da falta de todo o bom senso. O comunicado da PSP refere que o mesmo indivíduo, de 49 anos,(que foi atingido nos joelhos por tiros de shotgun e preso) também foi identificado no passado dia 25 de Abril, em Lisboa, quando tentava integrar a manifestação oficial sem conhecimento prévio do Governo Civil de Lisboa.
Referenciado porque tentava integrar a manifestação “oficial” do 25 de Abril? Conhecimento prévio ao Governo Civil para integrar uma manifestação? Que raio de livros de lei anda a ler a nossa policia? Pode qualquer cidadão ficar referenciado por participar no 25 de Abril? Voltamos ao tempo da PIDE?
Já agora mais um bocadinho da noticia. De acordo com a PSP, alguns manifestantes, gritavam palavras de ordem «Setúbal é nossa, Sonae fora daqui», «Partidos não, país em auto gestão».
É proibido falar de auto gestão? É proibido alguém dizer em voz alta aquilo em que acredita e que defende? Não podem existir opiniões diferentes em relação à forma como está organizada a sociedade? É isso um crime que justifique transformar Setúbal numa zona de guerra com tiros e violência?





Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 711.678 hits

Anúncios

%d bloggers like this: