Arquivo de 4 de Outubro, 2011

04
Out
11

Start making sense

De cada vez que oiço o António José Seguro fico com a nítida impressão que veste um fato grande demais para  quem é o líder do Partido Socialista. Primeiro porque nunca lhe vi as capacidades para ser líder de coisa nenhuma, mas podia estar enganado. Depois porque se lhe juntar o facto de ser oposição com o peso de ter de apoiar o acordo que assinaram com a Troika é areia demais para a camioneta de um líder de oposição. Apesar da ajuda do PSD lhe vai dando, sendo mais Troikista que a própria Troika, não renegando definitivamente o João Jardim e aceitando os pedidos do Seguro de ser recebido com urgência quer o Primeiro Ministro, quer o Presidente, não consegue mostrar ser alternativa para coisa nenhuma. Acaba sempre por concordar com as opções do governo mas pedindo para que as medidas sejam um pouco mais “lights”.
Com este não podemos contar para mudar nada, mas a verdade é que nunca pudemos, com os outros que se sentam no Parlamento podemos esperar muitas queixas e acusações mas não a apresentação de uma alternativa credível de poder, pelo que têm de ser as pessoas a assumira essa responsabilidade nas suas mãos. Dia 15 de Outubro algo tem de começar a mudar.

04
Out
11

Avaliação prospectiva da contestação social

«A agitação social deve crescer e pode atingir proporções nunca vistas nos últimos 30 anos. A previsão é de um grupo de comandantes da PSP, feita num relatório confidencial a que o DN teve acesso. O descontentamento popular com a crise económica faz a polícia e os serviços secretos temerem actos violentos. Por isso, já têm agentes a identificar grupos e protagonistas da contestação.»

Que porra, lá vou eu outra vez aparecer nos ficheiros da nossa Polícia Política. Na altura da Cimeira da NATO porque ia haver violência, porque já estavam em Portugal milhares de Black Blocks e Lisboa ia ficar a arder. A única violência a que se assistiu foi a da compra de carros de combate, (que acabaram por não chegar a tempo) e a opulência policial. Agora porque estou indignado com o que se passa, que contesto o roubo de que todos estamos a ser vítimas. Não só em Portugal, mas o corte nos direitos sociais e humanos um pouco por todo o mundo. Dia 15 de Outubro vamos-nos manifestar em Lisboa, vamos debater o futuro numa Assembleia Popular, assim como vão acontecer manifestações simultâneas em milhares de cidades por todo o planeta. Informo desde já os Senhores Polícias que não existe nenhuma intenção de partir montras nem queimar carros. O que desejamos é contribuir para uma revolução mundial que trave este assalto capitalista. Podem vigiar-me e escutar o meu telefone, podem espiar as reuniões e encontros, podem tentar difundir o medo mas não podem acabar com a indignação nem silenciar a nossa voz. Podem fazer todas as “Avaliação prospectiva da contestação social” que desejarem que nunca poderão suster a força de um povo em luta. A rua é nossa.



Indignados Lisboa
Outubro 2011
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Blog Stats

  • 713.936 hits


%d bloggers like this: