Arquivo de Novembro, 2011

30
Nov
11

O Anjo do orçamento

O Parlamento aprovou hoje a proposta de alteração ao Orçamento apresentada pela maioria PSD/CDS para subir o corte dos dois subsídios de férias e de Natal dos 1000 para os 1100 euros e para penalizar os rendimentos acima dos 600 euros e não os 485 anteriormente anunciados.
O PS considerou que as votações de hoje na especialidade do Orçamento provaram que a “violência e injustiça” das propostas do Governo não teriam sido “amenizadas” sem a pressão política exercida pelos socialistas.

É pá, que “baril” que é este PS para nós. Diz que este orçamento não é o seu, que está contra, esquece as ilegalidades e inconstitucionalidades que contêm e abstente por considerar esta alteração uma vitória.
Pessoalmente acredito que a revolta que se sente no ar e nas ruas e o medo que o Passos Coelho já mostrou ter de tumultos influenciaram mais estas mudanças que todas as propostas do PS, mas isto acaba por ter pouco importância. A indignação continua e é uma indignação que não se esgota nas medidas deste orçamento, é uma indignação que já sabe que o mal não é a crise, é o sistema. A rua veio e veio para ficar e parta crescer.

30
Nov
11

Chegou de Vespa, anda de popó

O ministro da Solidariedade e Segurança Social, Pedro Mota Soares, que chegou de Vespa à tomada de posse do Governo de Passos Coelho, desloca-se agora num Audi topo de gama que custou 86 mil euros.

Podem até encontrar justificações, mas confrontar aqueles a quem cortam direitos, salários e condenam à miséria com a imagem da sumptuosidade, de desnecessário e de hipócrita. Porra ele era o gajo da Vespa e é o Ministro da solidariedade.

29
Nov
11

O Natal do Gaspar

 

29
Nov
11

A queda de Roma

Coração do euro treme com Espanha e Itália à beira do colapsa. Itália e Espanha estão à beira do colapso e Roma já terá inclusive pedido ao FMI para preparar um plano de ajuda, no valor de 600 mil milhões de euros.

Porra, que merda de políticos e economistas que andam por aí. Vai acontecer aquilo que o mais comum dos mortais já há muito sabia e avisava e os nossos génios continuam a fazer um política e um orçamento como se nada se fosse passar e tudo fosse continuar na mesma. Isto vai rebentar, vai acontecer aquilo que recusaram fazer quando seria menos danoso, para agora nos rebentar tudo nas mãos por imposição da própria realidade.  O pior é que o funeral é o nosso.

28
Nov
11

Ah fadistas deste nosso Portugal


Anda por todo o lado a celebração da classificação do Fado como património imaterial da humanidade pela Unesco. Sem ser um admirador ferrenho há fados de que gosto e outros de que gosto menos, mas mais que a classificação que lhe deram o que mais me interessa é que haja quem o cante e cante bem. O que gosto menos é da recordação dos tempos do “Fado, Fátima e Futebol” que infelizmente estão cada dia mais parecidos com os tempos actuais. Fátima é o que é e já não há Papa que não tenha de a visitar pelo menos uma vez e o Futebol todos sabemos o que representa e como é utilizado pelo poder quando surge uma oportunidade para camuflar a realidade. Temos agora o Fado para que nos esqueçamos do fado que este governo, este sistema e este capitalismo de mercados nos carregam em cima. Pois que viva o Fado mas aquele que alguns tão bem cantam e não aquele que é sinónimo de um destino inevitável. É que inevitável só a morte, nunca a forma como vivemos a nossa vida se não a encararmos como o nosso fado.

28
Nov
11

As cabeleiras das avós

O Parlamento aprovou hoje por unanimidade uma proposta do PCP que elimina a possibilidade das pensões dos magistrados jubilados serem alvo de contribuições extraordinárias, como as incluídas no orçamento, eliminando o artigo 73 da proposta de lei do Orçamento do Estado para 2012. Este artigo previa dois pontos: um estabelecia que o cálculo das pensões dos magistrados era feita com base em todos os descontos respectivos, não podendo, no entanto, ser superior à remuneração de um juiz de igual categoria ainda no activo, e outro que previa que “As pensões de aposentação dos magistrados jubilados podem ser objecto de contribuições extraordinárias nos termos da lei do Orçamento do Estado”, dizia a proposta de lei original.
No entanto, os pareceres enviados à Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias contradiziam e geravam polémica em torno destes artigos e os partidos consideraram que o Estatuto do Ministério Público não deve conter normas orçamentais de vigência provisória.


27
Nov
11

O Bom caminho do Durão Barroso

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, disse não ter ficado surpreendido com o corte do “rating”, para “lixo” a Portugal pela agência de notação financeira Fitch, sublinhando que a economia portuguesa está no bom caminho.

Talvez esteja na hora de os mandarmos à frente pelo “bom caminho” e nós escolhermos outro. Para lixo já basta o que esta gente vomita cada vez que abre a boca para falar e se este caminho é para, como defende o Passos Coelho, nos tornar mais pobre não me parece ser o melhor. Já o atirar com eles para o lixo já me parece uma opção mais aceitável, porque estes já nem recicláveis são.

27
Nov
11

Ajuda ou usura?

Segundo dados do Governo, Portugal vai pagar um total de 34.400 milhões de euros em juros pelos de euros empréstimos de 78 mil milhões do programa de ajuda da “troika” (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional).

Embora o PS considere o valor é perfeitamente «normal». «São as regras internacionais», como disse Carlos Zorrinho, eu pessoalmente parece-me que chamar isto de ajuda é um exagero. Um negócio onde devia haver uma União Europeia. Onde devia estar a cooperação e a união está a lógica do mercado e da usura. Ainda recentemente se noticiava que a Alemanha já ganhou 9 mil milhões com  a Crise das Dívidas Soberanas. O problema é saber até quando pode isto continuar, até quando vão conseguir esticar a corda. É que correm o perigo de acabarem pendurados na corda que agora nos colocaram no pescoço. E não falta muito, que os juros da Itália já vão nos 8 por cento e do governo do PP espanhol já saem vozes a chamar pela Troika. Bélgica, França e até a Finlândia já sentem os primeiros embates. Tirando isto tudo até poderia ser perfeitamente normal não fosse o caso de sermos nós que vamos ter de pagar.

26
Nov
11

O Futuro? Está mesmo aí ao virar da esquina

Porque o pior ainda está para vir.

26
Nov
11

Lixo

A Fitch decidiu cortar o ‘rating’ de Portugal em mais um nível (BB+), colocando o país na categoria de ‘lixo’. A agência de notação financeira deu mais um “murro no estômago” ao Pedro Passos Coelho.
25
Nov
11

E vai ao fundo. E vai ao fundo sim senhor

 

25
Nov
11

Uma Merkel cada vez mais isolada


Depois da Irlanda, Grécia e Portugal, os mercados já atacam fortemente a Itália e a Espanha e até a Bélgica, Finlândia e a própria França já sentem a sua pressão. A Frau Merkel, que já só contava com o Sarkozy para impor as suas ideias já o vê a começar a criticar as opções tomadas. um dia destes acaba a só ter o papagaio do Passos Coelho a concordar com ela.

24
Nov
11

BLOG EM GREVE

23
Nov
11

O milagre da reprodução das Televisões

«A partir do momento em que for privatizado um dos canais, e este entrar em funcionamento, a RTP deixará de ter publicidade comercial» anunciou o Ministro Miguel Relvas. Questionado pelos jornalistas como será financiada, perdendo direito à publicidade comercial, disse que ” se vai manterá o mesmo valor de indemnização compensatória”.

Aqui está um caso exemplar de como se cria uma necessidade com o discurso e depois dizer estar a resolver o problema mas deixando  a razão da necessidade inalterável.
O problema da RTP, segundo os governantes, é o elevado custo que tem, mesmo com publicidade paga pelo governo em indemnizações compensatórias pelo serviço público prestado. A solução passa pela privatização de um dos canais, mas logo os tubarões da SIC e TVI vieram dizer que mais concorrência na publicidade era inaceitável. A solução é boa, para eles, o novo canal terá publicidade como tinha a RTP, a SIC e a TVI não vêm a sua fatia do bolo publicitário ser repartida por mais uma canal e nós todos pagamos o funcionamento da RTP.  Servem-se os interesses dos poderosos da comunicação social e vamos ficar a pagar o mesmo por um serviço bem pior. São os milagres que esta gente consegue fazer.
23
Nov
11

Desvio de um autocarro

Enquanto a Carris ameaça acabar com a carreira 76, a única que serve a freguesia da Cruz Quebrada-Dafundo, onde moram milhares de cidadãos e existe a Faculdade de Motricidade Humana, um Centro de Saúde, o Aquário Vasco da Gama e o Estádio Nacional, Leonor Beleza, destacada militante do PSD consegue uma carreira da Carris exclusiva entre a estação de Algés e a Fundação Champalimaud – Esta carreira actualmente anda sempre sem passageiros.

É a vantagem de se ser uma Senhora, ex-ministra e por muitos considerada responsavel pela morte de muitos hemofílicos com o caso da importação de sangue contaminado e herdar uma enorme fortuna do Champalimaud. Pede-se e, mesmo em tempo de crise e de cortes profundos nos transportes públicos ninguém se preocupa com este prejuízo da Carris. Afinal, é um pedido feito por uma Senhora tão simpática e tão…rica. Quanto aos cidadãos servidos pela carreira 76, que se lixem.




Indignados Lisboa
Novembro 2011
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Blog Stats

  • 716.685 hits


%d bloggers like this: