Arquivo de 1 de Novembro, 2011

01
Nov
11

Cavando a própria sepultura

Paul De Grauwe é um dos maiores especialistas sobre o funcionamento da Zona Euro. O professor e conselheiro da Comissão Europeia não tem dúvidas de que as decisões da semana passada serão insuficientes.
Portugal está mais próximo de uma reestruturação da sua dívida?
Infelizmente, creio que está mais próximo, devido à recessão, a qual implicará rácios de défice e dívida superiores, forçando o Governo a adoptar ainda mais austeridade.
Como avalia a desvalorização interna que o Governo português está a pôr em curso?
É uma estratégia de alto risco. É verdade que Portugal tem de conseguir uma desvalorização interna, mas vocês terão de aplicar medidas tão duras, que conduzirão a uma recessão profunda. Os mercados podem não vos dar o tempo de que precisam. Estão muito nervosos, e poderão colocar-vos mais e mais pressão. Pode acontecer que as coisas ainda piorem, como aconteceu na Grécia, exigindo mais e mais austeridade que torne uma crise gerível numa crise insolúvel.
O homem não sei quem é, mas segundo o artigo é um daqueles gurus das finanças da UE que pensa as politicas económicas e aconselha a Comissão Europeia. Se esta gente vem dizer que mais austeridade vai conduzir à recessão profunda que por sua vez criará mais e mais austeridade que torne uma crise gerível numa crise insolúvel, penso que todos temos a obrigação de nos preocuparmos e procurarmos respostas. Não sendo eu economista nem entendendo nada do assunto há muito que observo os maus resultados de todas estas politicas, que nos têm lavado de mal a pior, e posso facilmente prever que delas nada de bom pode sair. Podem dizer que é o meu anti-capitalismo que me faz dizer isto e não confiar nada neste sistema, mas até os próprios defensores do capitalismo o começam a dizer também. O sistema está podre e a chegar a um ponto em que se está a auto-destruir rapidamente ameaçando com um alastrar da pobreza por todo o mundo. Está na hora, até já passa, de fazer alguma coisa e exigir, no mínimo, mudanças profundas no sistema, (o ideal seria destrui-lo de vez). Se não for por nós que seja pelos nossos filhos.
Anúncios
01
Nov
11

O pecado da palavra

O vice-presidente da bancada parlamentar do PS, Fernando Jesus, acusou hoje de irresponsabilidade e deslealdade as vozes que propugnam um voto do partido contra o Orçamento de Estado para 2012.Fernando Jesus afirmou textualmente que “os responsáveis do partido que têm vindo a público emitir a sua opinião sobre o voto no Orçamento, antes de a Comissão Política do PS reunir e decidir, estão a revelar deslealdade em relação à direcção”. E acrescentou que os membros do grupo que propõe um voto contra o Orçamento “revelam também irresponsabilidade nos actos que praticam”.

Há muito que critico aquilo a que teimam em chamar de democracia mas que não passa de uma outra forma de manutenção do poder de alguns e de regalias de outros. Controlando os meios de comunicação social, fazendo as leis e “premiando” quem mantenha as aparências de alternativas foi fácil criar um sistema em que se garante uma politica de alterne que nos convence, de quatro em quatro anos,  que temos opções de correr com quem nos mentiu e lixou para lá colocarmos outro que nos vai também mentir e lixar.
Mas isso é na politica mais generalista, porque quando chegamos aos partidos, ai nem a voz é livre. As direcções impõem a sua lei da rolha e obrigam, até aqueles que foram eleitos nessa falta democracia, a obedecerem às ordens de uma liderança, por mais patética e inconsequente que ela seja.
Este orçamento é um caso daqueles que envergonha todos os que foram eleitos sob a bandeira de um partido, que mesmo não o sendo, se chama de socialista. Um orçamento que viola a Constituição, que condena um povo à pobreza e à miséria e que em muito ultrapassa as próprias exigências internacionais para garantir a ajuda externa e o cumprimento do acordo feito com a Troika não devia necessitar de qualquer discussão e obrigatoriamente ser chumbado. Não o fazer  e ainda criticar aqueles que o defendam é a demonstração de que a democracia não passa de uma palavra sem sentido na boca desta gente.




Indignados Lisboa
Novembro 2011
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Blog Stats

  • 712.608 hits

Anúncios

%d bloggers like this: