Arquivo de Novembro, 2011



27
Nov
11

Ajuda ou usura?

Segundo dados do Governo, Portugal vai pagar um total de 34.400 milhões de euros em juros pelos de euros empréstimos de 78 mil milhões do programa de ajuda da “troika” (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional).

Embora o PS considere o valor é perfeitamente «normal». «São as regras internacionais», como disse Carlos Zorrinho, eu pessoalmente parece-me que chamar isto de ajuda é um exagero. Um negócio onde devia haver uma União Europeia. Onde devia estar a cooperação e a união está a lógica do mercado e da usura. Ainda recentemente se noticiava que a Alemanha já ganhou 9 mil milhões com  a Crise das Dívidas Soberanas. O problema é saber até quando pode isto continuar, até quando vão conseguir esticar a corda. É que correm o perigo de acabarem pendurados na corda que agora nos colocaram no pescoço. E não falta muito, que os juros da Itália já vão nos 8 por cento e do governo do PP espanhol já saem vozes a chamar pela Troika. Bélgica, França e até a Finlândia já sentem os primeiros embates. Tirando isto tudo até poderia ser perfeitamente normal não fosse o caso de sermos nós que vamos ter de pagar.

26
Nov
11

O Futuro? Está mesmo aí ao virar da esquina

Porque o pior ainda está para vir.

26
Nov
11

Lixo

A Fitch decidiu cortar o ‘rating’ de Portugal em mais um nível (BB+), colocando o país na categoria de ‘lixo’. A agência de notação financeira deu mais um “murro no estômago” ao Pedro Passos Coelho.
25
Nov
11

E vai ao fundo. E vai ao fundo sim senhor

 

25
Nov
11

Uma Merkel cada vez mais isolada


Depois da Irlanda, Grécia e Portugal, os mercados já atacam fortemente a Itália e a Espanha e até a Bélgica, Finlândia e a própria França já sentem a sua pressão. A Frau Merkel, que já só contava com o Sarkozy para impor as suas ideias já o vê a começar a criticar as opções tomadas. um dia destes acaba a só ter o papagaio do Passos Coelho a concordar com ela.

24
Nov
11

BLOG EM GREVE

23
Nov
11

O milagre da reprodução das Televisões

«A partir do momento em que for privatizado um dos canais, e este entrar em funcionamento, a RTP deixará de ter publicidade comercial» anunciou o Ministro Miguel Relvas. Questionado pelos jornalistas como será financiada, perdendo direito à publicidade comercial, disse que ” se vai manterá o mesmo valor de indemnização compensatória”.

Aqui está um caso exemplar de como se cria uma necessidade com o discurso e depois dizer estar a resolver o problema mas deixando  a razão da necessidade inalterável.
O problema da RTP, segundo os governantes, é o elevado custo que tem, mesmo com publicidade paga pelo governo em indemnizações compensatórias pelo serviço público prestado. A solução passa pela privatização de um dos canais, mas logo os tubarões da SIC e TVI vieram dizer que mais concorrência na publicidade era inaceitável. A solução é boa, para eles, o novo canal terá publicidade como tinha a RTP, a SIC e a TVI não vêm a sua fatia do bolo publicitário ser repartida por mais uma canal e nós todos pagamos o funcionamento da RTP.  Servem-se os interesses dos poderosos da comunicação social e vamos ficar a pagar o mesmo por um serviço bem pior. São os milagres que esta gente consegue fazer.



Indignados Lisboa
Novembro 2011
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Blog Stats

  • 714.357 hits


%d bloggers like this: