22
Jan
12

A Saúde ao preço da morte

Portugal e os seus cidadãos vivem neste momento um dos mais fortes ataques do capitalismo liberal globalizado, com a especulação, a corrupção e o compadrio a serem utilizados contra os direitos e a dignidade de vida de todos nós. É claro que com maior ou menor qualidade de vida todos nós sobrevivemos à redução de salários, ao aumento de preços e destruição da coisa pública. Menos transportes públicos, aguentamos, menos direitos no trabalho, sobrevivemos, mas a destruição do Serviço Nacional de saúde é um crime contra a vida daqueles que não podem pagar as fortunas exigidas nos privados. Claro que os nossos políticos não padecem desse mal já que não lhes falta meios para pagarem os seus serviços e os grandes grupos económicos se babam pelo fim de tudo o que seja saúde pública. Para esta gente a linguagem do dinheiro vale mais que a da vida das populações. É por isso que esta iniciativa da Plataforma Cidadã de Resistência à Destruição do SNSé importante e merece o nosso apoio.  Defender a saúde pública, mais que uma opção é uma obrigação de todos nós em nome da justiça e da vida.
Anúncios

0 Responses to “A Saúde ao preço da morte”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


Indignados Lisboa
Janeiro 2012
S T Q Q S S D
« Dez   Fev »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Blog Stats

  • 713.590 hits

Anúncios

%d bloggers like this: