08
Maio
12

Grécia, berço da democracia

 

Há dois anos debaixo de um plano de assistência financeira que lhes impõe dolorosos sacrifícios, os gregos foram ontem às urnas castigar de forma expressiva os dois partidos que desde 1974 dividem os lugares na política e no aparelho de Estado.
Nova Democracia (direita) e PASOK (socialistas), que nos últimos meses de transição política assumiram o cumprimento do plano de austeridade, arriscam-se a não ter votos suficientes para formarem uma coligação governamental. Os resultados eleitorais  deram uma vitória da Nova Democracia (ND) com 20,9% dos votos. O PASOK, que venceu as eleições de 2009 com mais de 40% dos votos, passa para terceira formação política, com apenas 14,6% de apoio popular. De permeio, está o Syriza, uma formação de partidos de esquerda, com 15,2% dos votos, para quem os resultados expressam “que a barbárie do memorando não tem lugar” na Grécia.

Se já anates dizia que éramos todos Gregos agora ainda mais o devo dizer quando, por um lado vão ser vitimas da chantagem e das manobras anti-democráticas de uma Europa mais preocupada com os mercados especuladores que com os povos e por outro quando representam a esperança do fim da falsa inevitabilidade a que dizem estarmos condenados. Hoje começa uma guerra e temos de escolher de que lados estamos.


0 Responses to “Grécia, berço da democracia”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: