Arquivo de 9 de Maio, 2012

09
Maio
12

Ladra mas não morde?


Angela Merkel escreveu a Francois Hollande sublinhando as “decisões necessárias” que estão pela frente e que têm de ser coordenadas por ambos. A chanceler alemã enviou a François Hollande uma carta em que o felicita formalmente pela sua eleição como presidente da França. Nela, Angela Merkel sublinha a necessidade de acção e a responsabilidade partilhada dos dois países fundadores do projecto de integração na Europa, referindo ainda querer “continuar com François Hollande o caminho da responsabilidade comum” e “trabalhar para o bem dos dois países (Alemanha e França) e da Europa”. “Temos de tomar as decisões necessárias à União Europeia e à Zona Euro, para preparar as nossas sociedades para o futuro, salvaguardando e avançando no caminho da prosperidade de forma sustentável”, frisa Merkel.

Já a gestora de fundos Schroders de fundos diz que “uma potencial disputa com Merkel” é o resultado que mais se pode recear com a eleições de Hollande. No entanto, é provável que os mercados e as agências de “rating” exerçam pressão para que o francês reduza o défice orçamental e não acredita que François Hollande consiga alterar as políticas de austeridade defendidas por Merkel para a Europa. “Este pode ser um caso em que o ladrar de Hollande é pior do que a mordidela”, conclui a Schroders.

Como já era previsível a primeira forma de tentar fazer o Hollande “baixar a bola” é pela sedução e oferecendo-lhe a partilha da Europa com a Alemanha, enquanto os mercados ameaçam atacar a sua economia se não ceder. Sorrisos e palmadinhas nas costas para o convencer que tem muito a ganhar se aceitar partilhar o poder em troca de esquecer as ideias que defendeu nas eleições, coisa que para os políticos parece muito fácil de fazer. Se resolver que é honesto e não aceitar voltar atrás na palavra dada aos franceses que o elegeram então é bom que se prepare para sofrer o ataque dos cães de fila da Europa. Mas, infelizmente, como diz a Schroders o mais provável é este seja mais um caso em que cão que ladra não morde.

09
Maio
12

O Delfim de Wolfgang Schäuble


Jean-Claude Juncker pretende deixar a liderança do Eurogrupo em Junho e a discussão sobre a sua sucessão à frente do Eurogrupo foi ontem relançada pelo ministro alemão das Finanças. Wolfgang Schäuble, assumiu, pela primeira vez, que não descarta a hipótese de ocupar o cargo mas sublinha que há outras pessoas capazes, como por exemplo, o português Vítor Gaspar. “Pessoalmente, aprecio muito o ministro das Finanças de Portugal, Vítor Gaspar”, disse o político conservador alemão, embora considere “que seria difícil” explicar semelhante nomeação devido ao facto de Portugal ser um país intervencionado.

Porra, se a Europa está como está e o Vitor Gaspar só é Ministro das Finanças de Portugal, o que seria dela se ele mandasse nas políticas económicas de todo o espaço Europeu. Para nós, que nos livrávamos  dele seria uma lufada de esperança, mas deixar um ditador ficar à frente do Eurogrupo, sobretudo sabendo como no caso do Durão Barroso que acabam por ser “mais papistas que o papa”, acabaria inevitavelmente por colocar toda a Europa a pão e água.




Indignados Lisboa
Maio 2012
S T Q Q S S D
« Abr   Jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Blog Stats

  • 713.914 hits


%d bloggers like this: