15
Jun
12

O poder do tudo saber

Durante dias não se falou de outra coisa que das fugas de informação das nossas secretas para empresas privadas, das pastas com informação sobre a vida cidadãos, da proximidade do Miguel Relvas com o Jorge Silva Carvalho, das falsidades que foi afirmando e mudando de cada vez que era apanhado numa sem esquecer as ameaças sobre a jornalista do público se publicasse uma noticia que mostrava uma dessas contradições. Falou-se tanto, prometeram-se inquéritos rápidos e o tempo passa e tudo parece ter entrado no esquecimento.

É que isto de se ter informação sobre os cidadãos é uma prática já há muito utilizada e que garante um poder enorme sobre a sociedade. Houve uma altura em que eram os padres das aldeias que, sabendo tudo o que se passava através das confissões, as controlavam, hoje é quem tem acesso aos serviços secretos que possui o poder de silenciar o que não quer que seja divulgado, “queimar” um inimigo ou conseguir um favor ou um negócio. A informação sempre foi poder e cada vez mais parece sê-lo mais.

Anúncios

0 Responses to “O poder do tudo saber”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: