Arquivo de 1 de Agosto, 2012

01
Ago
12

São calores de Verão

A nossa Agricultora-mor anda um pouco perdida. Primeiro ao recusar as ajudas aos agricultores, vitimas do granizo, que não tivessem seguro, como se fosse Juiz em causa que não era dela; ajudas comunitárias. Se há ajudas têm de ser para todos e quem tem seguro mais “ajudado” é. Será que é porque se dá bem com as seguradoras?
Agora com a questão da segurança alimentar, a dizer um dia que as competências tinham sido transferidas  no inicio do ano da ASAE para a DGS, com a ASAE a dizer que não sabia de nada, depois porque a mesma ASAE tinha dívidas aos laboratórios para no fim nos virem informar que tudo está normal e sem problemas porque nesta altura já foram feitas um terço das verificações prevista para este ano. Hora estas verificações devem ser feitas regularmente, durante todo o ano e já vamos em Agosto e ainda faltam fazer mais dois terços.
Isto de ser Ministro na oposição é porreiro, dá para fazer belos discursos apontando soluções enquanto se acusa os outros de incapazes. Quando se chega ao governo também é bom, é o entusiasmo e tudo parece fácil. Faz-lo logo boa figura fazendo uma remodelação, uns cortes e reduzem-se uns funcionários e acrescentam-se uns assessores amigos.. O pior é depois, com o passar do tempo, o trabalho que essa gente fazia deixa de ser feito e as consequências aparecem. ao mesmo tempo que a incompetência do Ministro. 

01
Ago
12

A outra função pública

 

Este governo declarou guerra aos funcionários públicos porque é mais fácil e eleitoralmente não é tão penalizador. O Passos Coelho e muito menos o Paulo Portas se estão a lixar para perderem eleições. O Funcionário Público é um bom alvo. Volta aquela imagem do funcionário Público, burocrata, lento e sentado por detrás de velhas secretárias de madeira rodeados de pastas e carimbos. Funcionários públicos são médicos, enfermeiros, professores, bombeiros, polícias e todos aqueles que servem o público, todos nós. Claro que também há os que se servem mais a eles que ao público, aqueles que contratam motoristas (mesmo quando se tem de esperar uns meses para que ele tire a carta),  mais bem pagos que médicos e enfermeiros, aqueles que contratam assessores à pazada e especialistas acabadinhos de licenciar, aqueles que negoceiam as privatizações, os negócios e as parcerias. Também há disso na Função Pública mas esses não contam.




Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 714.354 hits


%d bloggers like this: