17
Ago
12

Há subornos sem subornados?

«Foi literalmente aos molhos que os funcionários da sede nacional do CDS-PP levaram nos últimos dias de Dezembro de 2004 para o balcão do BES, na Rua do Comércio, em Lisboa, um total de 1.060.250 euros, para depositar na conta do partido. Em apenas quatro dias foram feitos 105 depósitos, todos em notas, de montantes sempre inferiores a 12.500 euros, quantia a partir da qual era obrigatória a comunicação às autoridades de combate à corrupção. Os dados constam do relatório final da investigação da Polícia Judiciária (PJ) no caso Portucale, que, no entanto, nada conclui em relação à origem daqueles montantes.
Quanto ao negócio da compra dos submarinos pelo Estado português, este foi finalizado com o consórcio alemão GSC (German Submarine Consortium) em Abril de 2004 pelo então ministro da Defesa Paulo Portas, e tem sido alvo de investigações, tanto em Portugal como na Alemanha, por suspeitas de corrupção. No processo alemão, os dois gestores acusados decidiram admitir a actuação criminosa para obter uma pena suspensa, tendo dito que entregaram ao cônsul honorário de Portugal em Munique o montante de 1,6 milhões de euros. Este, por sua vez, disse perante a justiça alemã que manteve encontros com o ministro Paulo Portas e o primeiro-ministro Durão Barroso, para a concretização do negócio.»

Tenho aqui dito que a solução para os nossos problemas passa por uma mudança do sistema, acabando com esta democracia de alterne, transformando-a numa mais verdadeira e participativa. Mas isso só será possível com uma Justiça realmente preocupada em fazer justiça e não só em cumprir com o “Direito” que pouco mais é que um conjunto de leis, muitas delas feitas em escritórios de advogados para servir os interesses dos mais poderosos. Não sou jurista, juiz ou advogado, mas se há quem confesse um crime de suborno e seja condenado por isso, estranha-se que do outro lado não haja ninguém condenado por o ter aceite. Mas, com a justiça que temos já nada se estranha.

Anúncios

3 Responses to “Há subornos sem subornados?”


  1. Agosto 17, 2012 às 17:08

    Tal como noutras latitudes a verdade sobre este e outros casos idênticos só se saberá quando os intervenientes se finarem e mesmo assim saberemos o que eles querem que saibamos.

    O engraçado nisto tudo, o que fizeram (depósitos em dinheiro vivo e até 12.500€) é legal, ou seja não há controlo nem qualquer tipo de investigação. Mas repara, não é só o CDS a fazê-lo, todos têm telhados de vidro, por tal o silêncio sepulcral. Uma vergonha.

  2. 2 Luís Garcia
    Agosto 24, 2012 às 17:57

    Reblogged this on Pensamentos Nómadas.

  3. 3 Luís Garcia
    Agosto 24, 2012 às 17:58

    Reblogged this on Pensamentos Nómadas.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 698,299 hits


%d bloggers like this: