Arquivo de 20 de Agosto, 2012

20
Ago
12

Estrada para o paraíso

Em plena Silly Season em que uns descansam a pensar como nos vão lixar já em Setembro e outros a pensar como vão conseguir pagar as contas, as noticias estão cheias de futilidades e só por isso se compreende o destaque que foi dado ao discurso do Pontal do Passos Coelho e à sua piada de que Portugal começaria a crescer já em 2013. Muitos já vieram afirmar não acreditar nessa possibilidade, mas vendo bem há sempre uma alternativa para tornar isso possível. Se daqui até ao fim do ano conseguir acabar com toda a produção nacional em 2013 basta fazer um fosforo que já passaria a haver crescimento.É um pouco como acabar com o aumento de desempregados despedindo toda a gente pois a partir dai as estatísticas já não podiam mostrar um aumento do desemprego. Bastava ao Passos Coelho contratar alguém para lhe engraxar os sapatos e até veríamos as estatísticas a mostrar um inversão na tendência com a diminuição do desemprego.  E, por este andar corremos mesmo o perigo de chegar a 2013 num estado em que não podemos piorar mais. O Passos Coelho aponta-nos uma estrada para nos levar ao paraíso já no próximo ano, mas todos sabemos que no fim dela estará o inferno para todos os que não forem banqueiros, administradores dos grandes grupos económicos, motoristas do Paulo Portas, amigos de algum governante ou boy do partido.

Anúncios
20
Ago
12

O jogo orçamental

De dia para dia diminuem as hipóteses do PS se abster no Orçamento do Estado para 2013. O discurso de Passos Coelho na rentrée do PSD, deu mais um contributo nesse sentido. A hipótese, nomeadamente,  de o Governo avançar com mais uma sobretaxa sobre “a generalidade dos portugueses” como resposta ao acórdão do Tribunal Constitucional que inviabilizou novo corte do 13º e no 14º meses a funcionários públicos e pensionistas é recusada pelos socialistas, que continuam a defender outro caminho que não o da austeridade.

Cá por mim isto ainda acaba em mais uma abstenção violenta e, infelizmente, a democracia que temos não nos dá qualquer direito de opção que não seja sofrer os resultados de mais um orçamento desastroso para o país e para os seus cidadãos. Exigir mais democracia e mais participação é essencial e urgente.



Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 712.614 hits

Anúncios

%d bloggers like this: