Arquivo de 29 de Agosto, 2012

29
Ago
12

Tudo em nome da austeridade…dos outros

Pequenas notícias que alegraram o dia:

– Os membros dos gabinetes ministeriais não podem “ser prejudicados nos seus direitos, regalias, subsídios e outros benefícios sociais de que gozem na sua posição profissional de origem”, pelo que quem recebeu o pagamento de férias em 2012 poderá também vir a receber o subsídio de Natal.
– Quando o Governo decidiu converter o Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público (IGCP) em empresa, no início de Junho, o Ministério das Finanças garantiu que tal alteração não iria aumentar a remuneração dos administradores. No entanto, os estatutos da entidade, publicados em Diário da República, mostram o contrário. Em vez de ficarem limitados ao salário do primeiro-ministro, os três gestores vão ter direito à média de vencimentos que auferiram nos últimos três anos.
 – Os políticos estão a receber este ano mais dinheiro por mês em relação a 2011, apesar dos cortes de subsídios e de salários que foram aplicados no decorrer deste ano. A subida média nos salários dos governantes e dos deputados foi de 81 euros. A remuneração média dos representantes do poder legislativo passou de 5605,5 para 5686,6 euros (uma variação de 1,5%) e que, de acordo com o ministério das Finanças, pode ser explicado pela atribuição de factores variáveis nos seus salários, como é o caso de subsídios de deslocação. A verdade é que no final do ano, este acréscimo salarial vai corresponder a dois mil euros.
Todos os dias somos “surpreendidos” por notícias como estas e ainda há portugueses que se sentem culpados por terem sido demasiadamente esbanjadores por terem vivido com os salários mais baixos da Europa. Há ainda quem acredite que os sacrifícios são necessários e estão a ser distribuídos igualmente por todos e que só assim poderemos pagar uma divida pela se sentem responsáveis. Que mais factos necessitam para ver que andamos a ser roubados e espoliados nos nossos direitos e vidas, que andamos todos a apertar o cinto para que outros possam encher mais o bandulho?
Anúncios
29
Ago
12

Pobres mas de espírito

Todos se devem lembrar de quando o Sr. Silva que era de Boliqueime mas agora prefere a Quinta da Coelha, quando foi informado de que haveria um corte dos subsídios de férias e Natal e de 10% nos salários dos trabalhadores do Estado e nos pensionistas, ter vindo afirmar que assim ele e a sua Maria não teriam dinheiro para pagarem as suas despesas. (Queixa desnecessária pois como os Administradores de muitas empresas públicas, assessores do governo e os funcionários e pensionistas do Banco de Portugal ficaram isentos desses sacrifícios).

Vem esta introdução porque agora chegou a vez de ser um deputado do Congresso Nacional espanhol, Guillermo Collarte, 58 anos, que se queixou de estar a passar as “Canutas” (em tradução livre, estaria a “Passar as Passas do Algarve”) apesar de ganhar mais de cinco mil euros por mês. Guillermo afirmou em entrevista, ao jornal La Voz de Galicia, que estava a sentir dificuldade para fazer face a todas as despesas pessoais. As palavras do deputado do PP provocaram indignação e polémica nas redes sociais.
Cá como lá são os políticos que desacreditam a própria politica e que provam a necessidade de se mudar este sistema e esta democracia que já não nos representa. Está na hora de exigirmos uma democracia mais verdadeira, participativa e directa. Com gente como esta não vamos lá.




Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 712.885 hits

Anúncios

%d bloggers like this: