Arquivo de Agosto, 2012



24
Ago
12

Uma boa alternativa de negócio

Dois irmãos de Rye Brook, no estado de Nova York criam papel higiénico que vem com anúncios impressos:

Esta notícia cheirou-me logo mal e facilmente entendi porque até hoje ninguém tinha tido esta ideia de merda. É que se eu pretendesse anunciar um qualquer produto não ia desejar que andassem todos a limpar os seus ânus sujos nele. Mas, a ideia até podia ser aproveitada  e transformar um produto que só pode ser um desastre comercial num êxito. Substituam os anúncios pela cara dos nossos políticos que nos governam e não haveria ninguém que não desejasse sujar-lhes as “trombas” com “cócó”. Já que só fazem merda então seria uma boa forma de sublimar o desejo de os mandar directamente à dita cuja.

23
Ago
12

O bueiro de Portugal

16 casais por dia ficaram desempregados em Julho. De acordo com os dados recolhidos pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional , em Julho deste ano, face ao mês homólogo, há mais 4.388 casais (um aumento de 99,3 por cento).

A dívida das administrações públicas aos bancos portugueses subiu em mais de 10 mil milhões de euros no primeiro semestre, de acordo com os dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal no Boletim Estatístico.

O Governo já admite arrecadar quase menos três mil milhões de euros em impostos face ao que está previsto no Orçamento Rectificativo, um valor que representa menos 8,5% de receita do que aquele que estava previsto.

Escolhi só três notícias de uma lista quase infindável que provam o falhanço destas políticas e a destruição da economia e da vida dos portugueses. Como este governo não se mostra com o mínimo de vontade de mudar essas políticas cabe-nos a nós exigi-lo e promover essa mudança. Cada dia que passa é um dia perdido e maiores dificuldades para o futuro.

23
Ago
12

Ensino Crato-profissional

«Os nossos planos são chegar a 50 por cento ainda este ano, do ensino secundário. Pretendemos que os jovens escolham as suas carreiras e acreditamos que chegar aos 50 por cento na parte da escolaridade obrigatória no ensino profissional é um objectivo que faz sentido para o país», disse Nuno Crato, ministro da Educação, à saída da reunião que os membros do Governo realizaram esta terça-feira com os parceiros sociais.

Nada tenho contra quem seja electricista, canalizador ou cozinheiro, antes pelo contrário respeito-os muito mais que qualquer licenciado com o curso feito com mais equivalências que exames ou que de um ministro incompetente, mas há aqui duas questões que convêm esclarecer. A primeira é como pensa o governo, num toque de mágica, atingir esse número num ano. Vai iniciar campanhas de lavagem cerebral aos alunos do secundário para que essa seja a sua opção? Vai fazer avaliações tão exigentes que metade se vê sem outra possibilidade que optar por essa via?
Já a segunda questão é a de saber qual a aposta de desenvolvimento que se deseja para o país. Até agora todos falavam e foi feita uma clara aposta na qualificação dos nossos jovens, nas novas tecnologias e na inovação. O que parecem desejar agora é criar mão de obra menos qualificada para abastecer um mercado de trabalho de baixos salários. Olhando para as politicas de empobrecimento dos portugueses essa parece ter sido claramente a via escolhida. resta saber se esse é também a escolha dos portugueses.

22
Ago
12

O Rei bobo da Coelha

Hoje, por razões tristes e até traumatizantes da minha vida pessoal  não estou com vontade de dizer nada. Fica por isso mais um boneco da pasta com a colecção dos que aguardam melhor ocasião ou oportunidade para serem publicados. Neste caso o Rei bobo da Quinta da Coelha.

22
Ago
12

O Santinho do Largo do Caldas

Paulo Portas afirmou, durante a cerimónia no Museu da Electricidade, em Lisboa, que formalizou o financiamento de mil milhões de euros do China Development Bank à eléctrica portuguesa, que “Portugal quer ficar na vanguarda da relação com a China”, e que “Portugal fará na Europa o que trouxer à Europa fora dela”.

Presunção e água benta cada um toma a que quer, mas o que me preocupa é que são mais mil milhões que qualquer dia me vêm dizer que estou a dever e que tenho de pagar.

21
Ago
12

Eram térmitas mas já é caruncho

O líder do PSD-Madeira, Alberto João Jardim, considerou que foi o Governo Central, de coligação PSD/CDS-PP, a dar o primeiro passo de separatismo ao remeter ao arquipélago o pagamento da sua dívida. “Quando um Estado como Portugal diz ‘amanhem-se lá na Madeira e paguem o que fizeram’, está dado o primeiro passo de separatismo, mas quem deu o passo foi o Governo de Lisboa”.

Dê-em lá a independência ao homem e não se pensa mais nisso.

21
Ago
12

O Punk Gay Russo

O Tribunal Supremo de Moscovo não volta atrás. A celebração do orgulho gay na capital russa está proibida nos próximos 100 anos, repetiu o tribunal municipal nesta sexta-feira, após o recurso interposto pelo defensor dos direitos dos homossexuais, Nikolai Alexeyev.

Na Rússia quem se manifeste contra o Putin, (filho da Putina), pode ter quase a certeza que acaba preso, com a cabeça partida ou as duas coisas. Quem lhe seja oposição não está livre de desaparecer ou aparecer assassinado. É assim que funciona este regime a quem também dão o nome de democracia (tem as costas muito largas a democracia).
Chegam agora mais duas noticias do país dos Czares, a condenação à prisão do grupo Punk anti-Putin “Pussy Riots” por terem cantado numa igreja e a proibição do Tribunal de Moscovo da celebração do orgulho gay durante os próximos 100 anos. Finalmente pode o Ocidente ficar feliz pois tem agora a Democracia e os direitos humanos porque tanto berraram na altura em que a Russia ainda era chamada de União Soviética.

20
Ago
12

Estrada para o paraíso

Em plena Silly Season em que uns descansam a pensar como nos vão lixar já em Setembro e outros a pensar como vão conseguir pagar as contas, as noticias estão cheias de futilidades e só por isso se compreende o destaque que foi dado ao discurso do Pontal do Passos Coelho e à sua piada de que Portugal começaria a crescer já em 2013. Muitos já vieram afirmar não acreditar nessa possibilidade, mas vendo bem há sempre uma alternativa para tornar isso possível. Se daqui até ao fim do ano conseguir acabar com toda a produção nacional em 2013 basta fazer um fosforo que já passaria a haver crescimento.É um pouco como acabar com o aumento de desempregados despedindo toda a gente pois a partir dai as estatísticas já não podiam mostrar um aumento do desemprego. Bastava ao Passos Coelho contratar alguém para lhe engraxar os sapatos e até veríamos as estatísticas a mostrar um inversão na tendência com a diminuição do desemprego.  E, por este andar corremos mesmo o perigo de chegar a 2013 num estado em que não podemos piorar mais. O Passos Coelho aponta-nos uma estrada para nos levar ao paraíso já no próximo ano, mas todos sabemos que no fim dela estará o inferno para todos os que não forem banqueiros, administradores dos grandes grupos económicos, motoristas do Paulo Portas, amigos de algum governante ou boy do partido.

20
Ago
12

O jogo orçamental

De dia para dia diminuem as hipóteses do PS se abster no Orçamento do Estado para 2013. O discurso de Passos Coelho na rentrée do PSD, deu mais um contributo nesse sentido. A hipótese, nomeadamente,  de o Governo avançar com mais uma sobretaxa sobre “a generalidade dos portugueses” como resposta ao acórdão do Tribunal Constitucional que inviabilizou novo corte do 13º e no 14º meses a funcionários públicos e pensionistas é recusada pelos socialistas, que continuam a defender outro caminho que não o da austeridade.

Cá por mim isto ainda acaba em mais uma abstenção violenta e, infelizmente, a democracia que temos não nos dá qualquer direito de opção que não seja sofrer os resultados de mais um orçamento desastroso para o país e para os seus cidadãos. Exigir mais democracia e mais participação é essencial e urgente.
19
Ago
12

Um filme animado para animar a tarde de domingo

A três meses da convenção e 13 anos depois da sua fundação, o BE prepara-se para renovar o núcleo dirigente e trazer para a primeira linha os dois deputados eleitos pelo Porto: João Semedo e Catarina Martins. Em declarações ao PÚBLICO, Louçã assumiu esta hipótese, classificando-a como “de grande consenso”, que une “a capacidade de diálogo” do médico Semedo e “a renovação geracional” da actriz Catarina Martins. Explicou que uma liderança bicéfala é mais indicativa do trabalho colectivo e, ao contemplar um homem e uma mulher, representa “a sociedade tal como ela é no século XXI”.»

Sempre será uma alteração esta de uma liderança bicéfala  após uma liderança que tantas vezes foi acéfala.

19
Ago
12

Um pecado original

O preço da gasolina e do gasóleo vai voltar a aumentar na próxima semana, entre dois a três cêntimos, com o diesel muito próximo da barreira dos 1,5 euros por litro, o que seria um novo recorde.Há semanas que a gasolineira e o gasóleo não param de aumentar como já tem acontecido tantas vezes. Como das outras vezes, quando se começar a falar muito disso na internet e as televisões começarem a fazer reportagens com os automobilistas nas bombas, vamos ter uma semana ou dias em que o combustível baixará um ou dois cêntimos para depois aumentar durante mais quatro ou cinco. O petróleo já esteve mais caro mas o preço dos combustiveis em Portugal continua a bater recordes.
Ainda me lembro quando qualquer aumento era considerado uma tragédia para a economia nacional e para as empresas. Agora, com o governo a ser um dos beneficiários por receber mais impostos com o aumento dos preços, com as gasolineiras a aumentarem os seus lucros, (a Galp aumentou os seus lucros nos primeiros seis meses do ano em 59%) ninguém põe um travão a isto.

18
Ago
12

Tadinhos dos Banqueiros

«A remuneração que BCP, BPI e CGD vão pagar ao Estado pelo apoio público concedido através de instrumentos de capital contingente (“CoCos”) vai ser dedutível na factura fiscal que estas instituições terão de suportar ao longo dos próximos anos. No total, os três bancos poderão abater mais de 400 milhões de euros aos seus encargos com impostos, o equivalente a um quarto dos custos totais que terão com a ajuda estatal nos próximos cinco anos e que podem ascender a mais de 1.650 milhões. »

Como há quem tenha muito mais arte para dizer o que me apetecia dizer deixo aqui um texto do blog “O Jumento“.

Tenho pena dos nossos queridos banqueiros, foram eles as grandes vítimas da orgia de consumo dos tesos, dos abusos de Sócrates na noite longa da asfixia democrática quem em bom tempo acabou graças ao 25 de Abril do movimento dos Relvas. Compreende-se que sejam os contribuintes a financiar o aumento de capital e a suportar os juros como o nosso Gasparzinho muito bem decidiu.
Tadinhos dos nossos banqueiros que foram abusados por um insaciável Sócrates que os obrigou a baixar as calcinhas e comprar dívida soberana portuguesa. Aliás, a taradice de Sócrates era tanta que tinha um verdadeiro fetishe pelas dívidas soberanas que ainda os obrigou a comprarem outras dívidas, como a grega.
Tadinhos dos banqueiros que eram obrigados a dar cartões Visa a torto e a direito, eram ameaçados por clientes pobres que tinham perdido a vergonha e que quando queriam consumir acima das suas possibilidades e a juros dignos de proxenetas forçavam os banqueiros a fazer horas extraordinárias abrindo banquinhas de cartões de crédito nos corredores dos hipermercados.
Tadinhos dos nossos banqueiros, foram obrigados a instalar-se na Zona Franca da Madeira para transformarem os impostos de que o país precisava em dividendos para distribuir pelos seus accionistas.
Tadinhos dos nossos banqueiros que foram obrigados a corromper-se, a empregar ex-políticos e familiares de dezenas de altos quadros da Administração Pública a troco de favores e negócios que nunca pediram.
Tadinhos dos nossos banqueiros que foram forçados a manter uma das bancas mais permissivas a branqueamento de capitais, como foi defendido por algumas polícias e organizações internacionais.
Tadinhos dos nossos banqueiros a quem os consumidores pobres gulosos e insaciáveis forçaram a desviar o crédito à actividade industrial para crédito ao consumo e à habitação.
Tadinhos dos nossos banqueiros que foram forçados a financiar contra a sua vontade as grandes obras públicas promovidas pelo Estado.
É por terem sido vítimas de tanta injustiça que o mesmo governo que cortou subsídios a funcionários e pensionistas, muitos deles já falidos, vem agora dar sob a forma de deduções de impostos quase metade do que roubou em 2012 e foi impedido de voltar a roubar porque o TC não lho permitiu.
É por terem sido vítimas de tanta injustiça que o governo decidiu poupá-los a impostos devolvendo-lhes os juros de um empréstimo cujos juros serão suportados pelos portugueses.
É por isso que quando ouço alguns destes canalhas, designadamente, o do BCP e o tal dr do BPI que nunca acabou qualquer curso criticarem o Tribunal Constitucional por ter declarado ilegal o corte dos subsídios, acho que o que eles mereciam era serem vítima das inconstitucionalidades que defendem na hora de roubar aos outros, muitos deles seus clientes.
Se é legítimo roubar vencimentos e subsídios à margem da lei constitucional também o é adoptar leis penais de excepção para levar a tribunal estes refinados canalhas, chulos e oportunistas que desde a privatização da banca que não fazem outra coisa senão roubar os portugueses e levar o país à ruína. Até abriria uma excepção e acabaria com o limite dos 25 anos de prisão, alguns destes canalhas merecem muito mais.

18
Ago
12

O Super Desempregado

Este nem para herói de Banda desenhada

17
Ago
12

Há subornos sem subornados?

«Foi literalmente aos molhos que os funcionários da sede nacional do CDS-PP levaram nos últimos dias de Dezembro de 2004 para o balcão do BES, na Rua do Comércio, em Lisboa, um total de 1.060.250 euros, para depositar na conta do partido. Em apenas quatro dias foram feitos 105 depósitos, todos em notas, de montantes sempre inferiores a 12.500 euros, quantia a partir da qual era obrigatória a comunicação às autoridades de combate à corrupção. Os dados constam do relatório final da investigação da Polícia Judiciária (PJ) no caso Portucale, que, no entanto, nada conclui em relação à origem daqueles montantes.
Quanto ao negócio da compra dos submarinos pelo Estado português, este foi finalizado com o consórcio alemão GSC (German Submarine Consortium) em Abril de 2004 pelo então ministro da Defesa Paulo Portas, e tem sido alvo de investigações, tanto em Portugal como na Alemanha, por suspeitas de corrupção. No processo alemão, os dois gestores acusados decidiram admitir a actuação criminosa para obter uma pena suspensa, tendo dito que entregaram ao cônsul honorário de Portugal em Munique o montante de 1,6 milhões de euros. Este, por sua vez, disse perante a justiça alemã que manteve encontros com o ministro Paulo Portas e o primeiro-ministro Durão Barroso, para a concretização do negócio.»

Tenho aqui dito que a solução para os nossos problemas passa por uma mudança do sistema, acabando com esta democracia de alterne, transformando-a numa mais verdadeira e participativa. Mas isso só será possível com uma Justiça realmente preocupada em fazer justiça e não só em cumprir com o “Direito” que pouco mais é que um conjunto de leis, muitas delas feitas em escritórios de advogados para servir os interesses dos mais poderosos. Não sou jurista, juiz ou advogado, mas se há quem confesse um crime de suborno e seja condenado por isso, estranha-se que do outro lado não haja ninguém condenado por o ter aceite. Mas, com a justiça que temos já nada se estranha.

17
Ago
12

Mercenários

Mais um filme em exibição




Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 720.497 hits


<span>%d</span> bloggers like this: