03
Set
12

Não troiko nada

«Levaremos este programa de mudança até ao fim e com ambição precisamente porque queremos concluí-lo tão rapidamente quanto for possível, porque queremos os resultados da inversão da situação do país, porque não queremos ficar entregues a dez ou vinte anos de estagnação e de desespero. Só executando este programa com ambição é que poderemos estar à altura das nossas legítimas aspirações», disse Pedro Passos Coelho.

Custe o que nos custar  porque certamente a ele, ao Relvas, ao Catroga, ao Borges, aos assessores do governo e outra camarilha do género não custa nada. É até uma forma de investimento no futuro, no deles claro que para nós sobra um país sem esperança nem alternativas que não sejam a da pobreza, dos baixos salários e do trabalho sem direitos. Curiosamente parece ainda haver muitos portugueses que o consideram como um destino traçado, tanto do lado dos que consideram ser merecedores de mordomias como dos que aceitam a miséria como futuro.


0 Responses to “Não troiko nada”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: