Arquivo de 12 de Setembro, 2012

12
Set
12

Uma coisa que não é humana

Eu já não tenho palavras nem impropérios  para definir as políticas destes canalhas que ocupam o poder. Hoje ouvi um pouco da conferência de imprensa do Víbora Gaspar e compreendi que aquilo não é um ser humano, é uma máquina que ainda por cima é de má qualidade. Um ser humano e até os animais, têm coração, compaixão, sentimentos, coisas que este Ministro não possui. Ouvi-lo a falar dos números, dos cenários e das previsões sem que as consequências que isso pode representar para todos os outros. Nas suas fórmulas entram os défices. os juros, os impostos e até os buracos que as suas politicas estão a criar, mas não entra a vida de ninguém, se passam fome, se passam a viver na rua ou se nem têm onde cair mortos. Só os milhões contam, só a sua teimosia. Vamos correr com esta cambada e colocar a vida das pessoas no centro da politica. Já chega.

Anúncios
12
Set
12

No 15 de SETEMBRO, onde vais estar?

Há algum tempo, 30 pessoas juntaram-se e resolveram convocar mais uma manifestação de protesto contra as politicas da Troika exigindo a nossa vida de volta. Dessas trinta pessoas conheço o nome de algumas e pessoalmente só uma ou duas. Parecia poder ser só mais uma manifestação mas quem sabe não será “a manifestação”. A indignação começa a tornar-se em revolta, que se não é tão boa conselheira tem pelo menos a virtude de poder ser mais eficaz. Não sei como vai ser, se vai ser só mais uma manifestação, mas uma coisa sei, a que será mais uma oportunidade para nos juntarmos todos e procurarmos em conjunto encontrar soluções e preparar o futuro. Eu acredito que será numa nova forma de viver a democracia, da troca de ideias e soluções e na rua que é nossa que podemos fazer a diferença e construir a mudança. Não acredito que seja dentro deste sistema de alterne politico entre dois partidos que obedecem a ordens do mesmo dono e dos outros que lhe acabam por dar o “colorido” e a ilusão de uma verdadeira democracia que esteja a solução. Ela está, como sempre esteve quando isso se mostrou necessário, nas pessoas. Somos nós, todos juntos nas nossas diferenças, trocando-as em busca de um consenso que nos una numa acção comum. ocupando ruas e praças que poderemos instituir uma democracia em que a nossa palavra tenha peso e seja não só ouvida mas finalmente escutada. No sábado, dia 15 de Setembro pelas 17 horas lá estarei na Praça Fontana, (em frente ao Liceu Camões). E tu, onde vais estar?




Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 711.190 hits

Anúncios

%d bloggers like this: