Arquivo de 8 de Janeiro, 2013

08
Jan
13

O D. Durão

durao barroso traidor o parvo

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, afirmou que “O debate no nosso país está centrado no curto prazo e não se reflete nas oportunidades que uma crise como esta abre a Portugal”. Barroso questionou ainda se Portugal terá aplicado da melhor maneira os cerca de 96 mil milhões de euros que Bruxelas já enviou para no nosso país no âmbito dos diversos quadros comunitários de apoio. “Será que fizemos sempre as melhores escolhas no sentido do desenvolvimento do país?”, questionou. Barroso lembrou ainda que quando as coisas correm bem, muito políticos reclamam para si os êxitos, mas quando correm mal, culpam Bruxelas.

Este grande bandalho, que participou activamente como governante na delapidação dos fundos comunitários, que acabou por fazer como escolha abandonar o país para ir para o bem-bom da mordomia europeia, vem-nos falar de oportunidades que a crise abre. Oportunidades para quem? Para os que ficam no desemprego? Para os que caiem na miséria e na pobreza? É a precariedade uma oportunidade para quem tudo tem de aceitar em troca de um salário de miséria, sem garantias ou direitos? É uma oportunidade para as crianças que vão para a escola de barriga vazia, para os idoso que não podem comprar os medicamentos por falta de dinheiro? É uma oportunidade para quem perde perde tudo e acaba a viver debaixo de uma ponte? São este os grandes oportunistas da crise? Ou só se estava a dirigir aos banqueiros que enriquecem à custa da crise, às grandes fortunas que as aumentaram em 13%  em ano de recessão? Ao grande patronato que tem gente a trabalhar em regime de quase escravidão? Ou será aos liberais para aplicarem o seu plano de destruição de tudo o que seja estado social? Atirá-lo ao Tejo ainda era pouco.

08
Jan
13

Salário Mínimo

passos coelho paulo Portas antonio jose seguro 485eurosmen

A proposta de resolução do BE e do PCP para o aumento do salário mínimo nacional foi ontem rejeitada pela maioria. PSD e CDS-PP votaram contra e o PS absteve-se.

Soube-se hoje que os Portugueses pagam os mais  altos impostos da União Europeia, sabemos que também temos os salário mínimo mais baixo, que os nossos administradores e gestores estão entre os mais bem pagos, que o nosso Presidente gasta o dobro que toda a Casa Real Espanhola e o outro Presidente, o do Banco de Portugal mais que o Presidente da Reserva Federal Norte Americana, que a dívida portuguesa foi a que deu mais lucro a quem nos empestou dinheiro. Hoje sabemos tudo isso mas considera-se que 485 euros é uma fortuna e quem os recebe não merece mais. PSD e CDS votam contra, mas isso não é de admirar vindo de quem vem, o PS abstém-se, mas nem isso é de admirar tal a hipocrisia de todo o seu comportamento na vida política. Uns são maus e vilões, coisa que já sabíamos, os outros armam-se em anjinhos mas o fundo são farinha do mesmo saco, um saco carregado de capitalismo e de desrespeito pela vida e pela dignidade dos cidadãos. São a gente do alterne político, às ordens dos seus donos europeus, que há muito nos governam e nos conduziram ao ponto em que nos encontramos. Será que já aprendemos ou vamos continuar a escolher mais do mesmo?




Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 714.212 hits


%d bloggers like this: