Arquivo de 7 de Fevereiro, 2013

07
Fev
13

Velocidade alta a alta velocidade

alvaro santos pereira corrida TGV

Há coisas que nunca mudam. Quem está no poder quer construir o TGV e quem está na oposição diz ser uma opção errada. Mas, mal lá chegam o que era um erro passa a ser um plano estrutural de enorme importância enquanto os que de lá saem passam considerar o projecto como um despesismo inaceitável.Isto já ocorre há várias legislatura e com mais linha menos linha, com mais ou menos velocidade os que odiavam passam a amar o que os outros amavam e agora odeiam. Lançam-se os estudos, os projectos, gastam-se milhões e tudo fica na mesma.

Custa a entender que num país onde se abandonou a linha férrea, destruindo os comboios regionais em nome do alcatrão se fale tanto de TGV’s. Como já aqui disse uma vez não sei se o TGV é um bom ou uma má opção. É para isso que devíamos poder confiar em técnicos e engenheiros que nos dessem essa resposta de uma forma clara e que não deixasse dúvidas. Mas a verdade é que já nem nos técnicos podemos confiar pois aparecem uns com estudo a dizer maravilhas e outros a desanca-lo, consoante os interesses políticos e económicos de quem encomenda esses mesmos estudos. Mas, uma coisa eu sei, muitos desses projectos só existem para endividar o país, para alimentar especuladores e colocar-nos nas suas mãos. Foi assim que chegámos onde estamos, sem industrias, sem agricultura, sem futuro. Gastámos milhares de milhões a fazer expos, euros, auto-estradas, barragens e no fim tudo isso ou acabou ou está entregue nas mãos de alguns enquanto para nós só ficou a factura. Agora fala-se em mais 600 milhões que mais cedo ou mais tarde nos vão cobrar e vamos pagar com juros na austeridade e na pobreza.

07
Fev
13

Quando a Realidade supera a indignação

cavaco silva quando a realidade supera a indignacao

Copiei este texto do mural de uma amiga do facebook que por sua vez já o partilhava de um outro amigo:
Fez-me chorar… 
Já visitei a Venezuela e Cuba. Mas, esta tarde, visitei, pela primeira vez, um país do terceiro mundo. Eu conduzia pela via de acesso ao IC19 quando observei dois homens que seguiam junto ao rail vindos do Hospital Amadora-Sintra. O mais novo aparentava 45 anos e tinha a cara tostada pelo sol. O mais velho devia ter cerca de 80 anos e trazia um dreno ensanguentado junto à cintura. O filho trazia o pai que havia tido um AVC e uma infecção urinária. Ficaram na Brandoa. Foi onde os deixei depois de ter decidido dar-lhes boleia. Não tinham dinheiro para o transporte de ambulância. Durante a viagem, envergonhado, o filho concordou comigo. Este é o país em que os donos dos bancos e das grandes empresas enchem os bolsos através da humilhação dos trabalhadores e dos reformados. O velho mal se compreendia. Muito cansado tentava comentar com muita dificuldade o que se dizia. Mas houve um momento em que encheu a voz de força e rematou: “É preciso um novo 25 de Abril”. Respondi-lhe, então, que se o havia que repetir que fosse sem cravos. Pelo espelho retrovisor, vi-lhe o sorriso. Não sei o que lhe passava pela cabeça. Mas, na minha, vi o nosso povo unido esmagar os que assim tratam os que sacrificaram o melhor das suas vidas pela felicidade de outros. E sorri-lhe de volta.

Quando o li comentei que pensava fazer um post utilizando o texto se entretanto conseguisse fazer um boneco que o merecesse. Não me perguntem porque escolhi esta imagem que pouco ou nada se relaciona com ele, mas na altura, sem saber dizer porquê, pareceu-me a imagem certa e ainda agora não sei mas ainda agora me parece. Quanto à história, não é o 25 de Abril sem cravos que me diz muito, já que foram eles que me mostraram os tempos e as gentes mais lindas que vivi, mas a tristeza de saber que vivemos outros tempos bem mais feios onde se despreza a pessoa e onde quase nada resta da dignidade humana. Este é o mundo de quem coloca nos altares do poder o dinheiro e não o homem. Este é o mundo do capitalismo selvagem, o mundo em que a cada vida humana é colada uma etiqueta com o preço que vale e a vida de cada um de nós cada vez vale menos.




Indignados Lisboa
Fevereiro 2013
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Blog Stats

  • 716.714 hits


%d bloggers like this: