16
Mar
13

Eles andam com medo, muito medo

passos coelho medo muito medo

Quando numa democracia, ou até numa pertença democracia como a que vivemos os governantes começam a fugir de se cruzar com o povo que os elegeu, então só tem duas alternativas; ou se vai embora ou mantém-se no poder à custa da força e da repressão acabando por se tornar numa ditadura. Numa verdadeira democracia um eleito ou nomeado nunca teria de temer os cidadãos mas sim cumprir com os seus desejos. Em Belém temos um medricas que há anos que foge de tomar qualquer decisão e quando as tem de tomar foge para o estrangeiro em viagens de vários dias. No governo uma cambada de aldrabões que a cada dia aumenta a sua segurança privada, que foge dos cidadãos e algumas vezes até dos jornalistas. Esta gente está com medo porque sabe o que anda a fazer e os ódios e o desespero que estão a criar. Eles andam com medo, com muito medo e fogem, mas não podem fugir sempre e, ou se demitem ou algum ainda um dia destes tem uma má surpresa e lhe acontece alguma tragédia (para eles).

Anúncios

0 Responses to “Eles andam com medo, muito medo”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: