16
Mar
13

Um palhaço acossado

vitor gaspar palhaco dedos apontados

Agora que saíram os números que mostram o descalabro a que as políticas troikistas deste governo nos trouxeram e o negro futuro que representam muitos dedos começam a apontar para o Vitor Gaspar. Ele é sem dúvida o rosto da desgraça, mas as culpas não podem ser só atribuídas a uma pessoa. Temos todos culpa quando não os corremos a pontapé mal abriu a boca pela primeira vez, têm culpa todos os que elegeram este governo, têm culpa os economistas, comentadores, especialistas, jornalistas e outra cambada que o defenderam e o apoiaram, têm culpa os militantes dos partidos do poder, têm culpa os deputados que o foram defendendo no parlamento, mesmo os que o criticavam mas não cortavam com as politicas, têm culpa todos os outros ministros que não o afrontaram, tem culpa o Passos Coelho que o apoia e tem culpa o Cavaco Silva que não demitiu este governo. Mas, mesmo havendo cada vez mais dedos apontando para o Gaspar e para as politicas da Troika a verdade é que sabendo-se ser este um caminho errado nada se faz para o travar e corrigir. Tirar de lá o palhaço Gaspar e colocar lá outro Palhaço qualquer não resolve nada, tirar de lá este governo de figurantes e colocar lá outro de outros figurantes, tirar de lá o Passos Coelho e colocar lá o Seguro não resolve nada se não fizermos um corte radical com estas politicas e estas opções de sociedade. Culpados somos todos, uns mais que outros, mas a solução tem de passar por todos e, enquanto houver quem continua a querer mudar caras e não politicas não saímos daqui. Enquanto continuarem a dizer-nos que não pode ser só austeridade mas é preciso também economia, que só precisamos de mais tempo para pagar a dívida, que a solução é afinal só suavizar a austeridade e enquanto nós continuarmos a fingir que acreditamos ou a dizer que não há alternativas o desemprego, a pobreza e a miséria vão continuar a aumentar e daqui a uns tempos vamos estar todos a pedir a demissão de mais um governo e a apontar o dedo a novos culpados. Eu quero que o Gaspar, o Coelho, o Seguro, o Cavaco e toda essa cambada se lixe, mas eles é que nos estão a lixar a nós. Alternativas e soluções existem, não serão fáceis e vão obrigar a uma nova forma de encarar o que é viver em sociedade. Uma vida mais comunitária, mais humana, mais solidária e mais justa.  Até lá, tudo pode mudar que tudo continuará na mesma. Crucifiquem o Gaspar que ele sem dúvida merece e é culpado, mas não esperem que isso resolva alguma coisa

Anúncios

1 Response to “Um palhaço acossado”


  1. Março 17, 2013 às 00:44

    Pessoal (agora) indignado com os actuais índices económicos… todavia, no entanto, não se indignaram com o facto de SER MUITO PERIGOSO o governo de Sócrates (e outros governos) andarem a pedir ‘mil milhões’ às carradas. {pois é, também se tem de pensar em pagar}
    .
    Anda por aí muita conversa que visa o perpetuar/eternizar da parolização do contribuinte: queda de governos semestre sim, semestre sim,… leia-se, ‘mudar as moscas’… ficando o sistema inalterável (vira o disco e toca o mesmo): um sistema aonde os lobbys manobram sempre a seu belo prazer… e… aonde, ao passarem a «ex-», os governantes terão belos ‘tachos’ à sua espera.
    .
    .
    Manifestações em todo o país (eventualmente uma greve geral)
    -> São necessárias manifestações em todo o país (eventualmente uma greve geral)… tendo em vista alterações à Constituição… que permitam uma Mudança de Paradigma Democrático:
    RETIRAR PODERES AOS POLÍTICOS… e… um sistema menos permeável a lobbys.
    .
    .
    -> As manifestações em causa… não terão nada a haver com as manifestações à CGTP… por motivos óbvios:
    – as manifestações à CGTP visam o perpetuar/eternizar da parolização do contribuinte…
    .
    .
    .
    Anexo:
    Não é muito difícil de perceber que é um imperativo… RETIRAR PODERES AOS POLÍTICOS (e um sistema menos permeável a lobbys):
    1- Auto-estradas ‘olha lá vem um’, nacionalização de negócios “madoffianos” (ex: BPN), etc… anda por aí muito pessoal a querer mandar naquilo que não é seu – o dinheiro dos contribuintes – consequentemente, como é óbvio, o Contribuinte tem de defender-se: “O Direito ao Veto de quem paga” [blog ‘fim-da-cidadania-infantil’].
    .
    2- Político armado em ‘milagreiro económico’, é político que quer carta branca para pedir empréstimos…
    -> Contrair dívida (para isto, ou para aquilo) pode conduzir a uma ESPIRAL RECESSIVA: o aumento de impostos para pagar a Dívida Pública… provoca uma diminuição do consumo… o que provoca um abrandamento do crescimento económico… o que, por sua vez, conduz a uma diminuição da receita fiscal!
    Por outras palavras: pedir dinheiro emprestado é um assunto demasiado sério para ser deixado aos políticos!!!
    -> Será necessário uma campanha para motivar os contribuintes a participar… leia-se, votar em políticos, sim, mas… não lhes passar um ‘cheque em branco’!… Leia-se, para além do “O Direito ao Veto de quem paga“, é urgente uma nova alínea na Constituição: o Estado só poderá pedir dinheiro emprestado nos mercados… mediante uma autorização expressa do contribuinte – obtida através da realização de um REFERENDO.
    .
    3- A participação do Banco Público, CGD, nas negociações de Cartelização da Banca…. vem reforçar aquilo que já se sabia: existe por aí muito político cujo ‘trabalhinho’ é abrir oportunidades para a superclasse (alta finança – capital global):
    – caos nas finanças públicas;
    – privatização de bens estratégicos: combustíveis… electricidade… água…
    Resumindo: os políticos não podem continuar a ter o poder de nomear directamente os gestores das empresas estratégicas (ex: água, e outras a definir)… leia-se, deve existir um CONCURSO PÚBLICO de gestores… e… embora seja o governo a escolher a equipa gestora vencedora do concurso público… todavia, deve existir a obrigatoriedade de partilhar informação… no sentido de que o contribuinte possa acompanhar o andamento do concurso público.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 693,997 hits


%d bloggers like this: