Arquivo de 2 de Abril, 2013

02
Abr
13

Onde pára a justiça

paula teixeira da cruz fernando seara isaltino morais justica

 

O Município de Oeiras vai pagar indemnização de 37 milhões a sócio de Isaltino. A empresa é liderada por Fernando Rodrigues Gouveia que também é sócio de Isaltino Morais numa empresa em Moçambique constituída cinco dias depois do executivo oeirense ter aprovado com o voto de Isaltino Morais o pagamento da indemnização.

O PSD e o CDS vão afrontar o Tribunal Cível de Lisboa, que impede a candidatura de Fernando Seara a Lisboa, e vão mesmo oficializar a corrida do autarca de Sintra à Câmara da capital.

Se a isto se juntar as pressões feitas pelo passos Coelho sobre o Tribunal Constitucional tentando responsabilizálo por um eventual chumbo ao Orçamento, quando é evidente que a culpa não é de quem julga mas de quem pratica a ilegalidade e o não cumprimento da perda de mandato do Macário Correia em Faro decretada pelo mesmo tribunal Constitucional podemos ver que há uma justiça para quem é pobre e outra para os poderosos. O Isaltino depois de condenado à prisão continua à solta a ser Presidente da Camâra e a pagar milhões a amigos e sócios, o roubo do BPN continua a não ter acusados e os poucos casos dc corrupção que chegam a tribunal ou prescrevem ou acabam anulados por erros processuais ou com os acusados a ser declarados inocentes por falta de provas.
Sem uma justiça livre e independente não há democracia e aquilo que temos não é justiça não é nada, mas uma máquina de branquear roubos de poderosos e castigar quem os contesta. Uma vergonha.

 

02
Abr
13

O Cinéfilo da politica

paulo portas politico actor e mentiroso

Portas é talvez o maior trampolineiroda politica portuguesa. Como político é esperto e obcecado pelo poder, como actor é excelente, quase tanto como aldrabão o que faz com que seja mentiroso só o necessário para quem quer é um politico esperto e obcecado pelo poder. Já sobreviveu a três aldrabices, Caso Moderna, Sobreiros e Submarinos, chamuscado, muitas vezes queimado mas sempre vivo. Sempre à espera que precisem dele para garantir maiorias parlamentares, tanto se alia ao PS como ao PSD exigindo sempre pastas para o seu partido e para si que não sejam muito impopulares. Populista, o Paulinho da Feiras lá dá beijinhos às criancinhas e sorri aos idoso, diz preocupado com agricultores e reformados enquanto está na oposição para os esquecer no primeiro dia que chega ao governo, que nunca é dele pelo que a culpa é sempre de outro. Neste governo, que sabia iria ser impopular muito rapidamente escolheu os Negócios Estrangeiros e e de lá de fora que assiste de bancada ao desmoronar do Passos Coelho. Quando a sua ausência se torna notada ou quando o desconforto dentro do CDS se torna muito notório, aparece, parece que pode ir, vai não vai uma crise politica para no fim dizer que maior que a sua vontade estão os desígnios do país, mas que vão exigir mais ponderação e moderação ao PSD e lá vai ele de avião. Prepara-se já para quando este governo der o último suspiro para se unir ao PS do Seguro que até já lhe pisca o olho na Assembleia da Republica. Há políticos que quando parecem não ter salvação, resistem às balas e aos ferimentos e voltam, este volta sempre ileso porque foge da frente das balas.




Indignados Lisboa

Blog Stats

  • 713.936 hits


%d bloggers like this: