14
Maio
13

O Guarda Fronteiras dos pensionistas

pedro mota soares guarda fronteira pensionistas

 O líder do CDS discorda frontalmente da proposta de impor uma contribuição aos pensionistas e reformados como uma das medidas de redução de despesa pública. “Num país em que grande parte da pobreza está nos mais velhos e em que há avós a ajudar os filhos e a cuidar dos netos, o primeiro-ministro sabe e creio que é a fronteira que não posso deixar passar”.

 

Pelos vistos Paulo Portas como guarda fronteiriço seria o sonho de qualquer contrabandista.  Logo para azar do CDS, o partido que se dizia dos pensionistas, a Pasta da Segurança Social está nas mãos do Pedro Mota Soares, o tal que chegou de Lambreta e agora anda de Audi de Luxo. Por este andar e pela indignação que a derrapagem do Portas mostrou, ainda vamos ver toda a bancada do CDS chegar ao parlamento numa única lambreta.


0 Responses to “O Guarda Fronteiras dos pensionistas”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: