24
Out
13

Um Coelho sem amigos

passos coelho sem amigos

Passos Coelho repudiou a acusação de Jerónimo de Sousa, que disse que o Governo só tem mãos largas para os amigos ao criticar as políticas do Governo que só “servem os grandes”, dando como exemplo as ajudas à banca, em especial ao Banif. “Ó sr. deputado, eu não tenho amigos”, replicou, em resposta, o primeiro-ministro. “Não admira!”, exclamou de imediato o líder da bancada comunista, num aparte bem audível no plenário.

Este Passos Coelho é mesmo mentiroso. É claro que tem amigos e muitos que enquanto for Primeiro-ministro é coisa que mão lhe vai faltar. Quando sair de lá é possível que esses amigos nem o telefone lhe atendam e lhe virem as costas se o virem na rua mas até lá não há banqueiro, corrupto, aldrabão ou boy que não o tenha na lista dos amigos especiais e queridos. Mas, como bem disse o Jerónimo “não admira”, afinal aquele sorriso hipócrita, a desgraça que causou a tantos milhões de portugueses e a sua total falta de humanidade e moral o justificam claramente. Muitos, até dos que agora lhe sorriem, um dia se puderem ainda lhe vão mijar na sepultura.


0 Responses to “Um Coelho sem amigos”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: