Archive for the 'Autarquias' Category

30
Set
13

A viagem autárquica

antonio jose seguro jeronimo sousa paulo portas passos coelho joao semedo autarquicas 2013

Terminadas as eleições autárquicas em que mais uma vez os eleitos foram sufragados por pouco mais de 45% dos eleitores (47.36% abstenção, 3.86% votos brancos e 2.95% de votos nulos). Nesta corrida uns aguentaram-se no balanço da carroça autárquica outros deram um grande trambolhão.

Pode-se fazer ou não uma leitura nacional destas eleições mas uma coisa estou certo, se não fossem autárquicas, onde especialmente nos locais mais pequenos o conhecimento pessoal do candidato conta muito, o trambolhão do PSD seria muito maior e o CDS teria ido atrás. A abstenção teria batido recordes e amanhã estávamos a fazer manifestações a pedir a demissão do Pateta do Seguro.

30
Set
13

Eleições autárquicas

Passos Coelho Drowning man

 Lixaram o homem vão ver. Amanha já se vai vingar e podem contar com mais medidas de austeridade.

29
Set
13

Os vampiros eleitorais

cavaco silva vampiro dracula

Cavaco Silva começou por dizer que e na campanha eleitoral destas autárquicas “o esclarecimento dos eleitores foi prejudicado pela falta de clareza da legislação aplicável à apresentação das candidaturas e à cobertura da campanha eleitoral por parte da comunicação social”.

Sendo assim, continua, a campanha foi “limitada por condicionantes consideradas anacrónicas no contexto da sociedade da informação contemporânea”.

Nestas eleições vi finalmente a Comissão Nacional de Eleições tomar uma posição correcta quando obrigou que todas as campanhas de todos os candidatos tivessem coberturas televisivas idênticas.  Se são todos candidatos aos mesmo cargos é justo que todos possam defender as suas ideias com as mesmas armas. Claro que as televisões protestaram e resolveram não cobrir a campanha, o que diga-se de passagem foi óptimo. Mentira, porque os grandes, para além de já terem todo o poderio de máquinas eleitorais, milhões para gastar em outdoors, cartazes, panfletos, sacos, bonés, canetas e sei lá que mais, ainda tiveram os lideres partidários a fazer campanha com as televisões atrás por todo o país, mas foi melhor que antes.
Ora, quem é que havia de sair da tumba para, em vez de se vir congratular por uma maior igualdade de oportunidade para todos, veio apelar a uma mudança da lei que crie essa mesma desigualdade. Esse é um dever de qualquer Presidente da Republica que o fosse não só de nome mas na realidade,  “A campanha foi “limitada por condicionantes consideradas anacrónicas no contexto da sociedade da informação contemporânea”. Desde quando é que a igualdade é anacrónica. E porque só o consideram nestas eleições? É por terem surgido um número muito maior de candidaturas fora dos partidos? É porque temem que os cidadãos se organizem e possam em muitos casos vence-las.

Mas, eu também quero que a lei eleitoral mude, mas que mude para facilitar a cidadania, a presença de mais gente com possibilidade de se candidatar, uma maior igualdade de todos apresentarem os seus programas e ideias em igualdade de oportunidades. Que a democracia se torne mais directa e transparente com os cidadãos a serem chamados a participar mais e a serem voz activa nas decisões mais importantes que mexem com a sua vida. Porque se esta lei eleitoral é anacrónica ainda mais o é a forma da democracia representativa que temos. Vivemos na era da informação. É possível conhecer a vontade de cada um de nós quase instantaneamente, é possível perguntar a cada português que decida a cada instante. Se o todo sagrado dinheiro pode circular na rede em segurança, também as nossas escolhas o poderiam fazer. Eu queria poder aprovar ou não o próximo orçamento, a lei laboral, os cortes na saúde e educação, os resgates, os tratados, tudo. Democracia mais directa e verdadeira é o caminho.

20
Set
13

Autárquicas 2013 LX – Fernando Seara

Fernando Seara o crime do autarca de sintra

Não é novidade para ninguém que para quem quer ser  politico a forma mais fácil é a de se tornar um cãozinho de um qualquer líder e/ou arranjar uma forma de estar regularmente nas televisões. Pode ser a dizer parvoíces sobre futebol, politica ou simplesmente a fazer palhaçadas. O que conta é a cara ser conhecida e até uma coisa como o Castelo Branco ou o Goucha podiam ser candidatos a qualquer câmara do país e o mais grave, ganharem-na. Aconteceu com este a falar do Benfica, do golo que não foi golo e do penalti que foi marcado. Não sei onde morava na altura mas foi suficiente para ser Presidente da Câmara de Sintra. Agora o PSD em desespero de causa escolheu-o para candidato à Câmara de Lisboa. Ou me engano muito ou brevemente lá terá de voltar ao comentário futebolístico, o que tem uma vantagem, só chateia quem fica a ver aquela merda de programas e quem passa o serão sentado à frente do televisor. Eles merecem-no.

20
Set
13

Autárquicas 2013 LX – António Costa

antónio costa campanha com sono

Nas eleições autárquicas os candidatos são tantos que é impossível fazer aqui bonecos deles todos, mas os cartazes de campanha são de tal qualidade fazem um trabalho bem melhor que o meu. Mas Lisboa é Lisboa, a capital do país e por isso aqui fica o António Costa. Com um adversário como o Seara, se fosse eu a ele ia dormir até ao dia das eleições e só me levantava para ir fazer a festa da vitória. É que este cargo está-lhe mesmo a calhar pois evita que tenha de concorrer à liderança do PS, ter o desgaste de ser Primeiro-Ministro e assim pode concorrer directamente a Belém.

19
Set
13

Oeiras é uma Estrumeira laranja

isaltino morais paulo vistas moita flores campanha

Uma mensagem de voz no telemóvel a alertar para a corrupção e desonestidade e a pedir para não votar no movimento independente Isaltino Oeiras Mais À Frente (IOMAF), um panfleto distribuído no correio com “insultos” a Moita Flores (PSD) e o carro vandalizado do seu director de campanha mereceram a condenação dos restantes candidatos.

“Esta campanha deveria primar pelo debate de ideias, mas não é isso que está a acontecer e é grave quando põe em causa o meu bom nome”, afirmou o candidato do IOMAF., Paulo Vistas.

“Tudo o que é anonimato é próprio dos cobardes. Esta é uma política de estrume, na qual não me revejo e não estava à espera de aqui encontrar”, disse o candidato do PSD, segurando um panfleto distribuído nas caixas do correio com o título “a verdadeira ambição de Moita Flores”, com insultos ao ex-presidente da Câmara de Santarém.

Que boa que vai a campanha aqui pelo meu Concelho. Já outro dia as candidaturas destas duas bestas se tinham agredido quando se cruzaram no passeio Marítimo de Oeiras e só lamento que não se tenham atirado à água uns aos outros e que o mar os transportasse para outras paragens. Mas isto a mim interessa-me pouco porque entre a candidatura do braço direito de um corrupto, tão corrupto, tão corrupto que nem a justiça conseguiu impedir que esteja preso e um candidato que era Presidente de Câmara de Santarém e nem mora no Conselho venha o diabo e escolha. Na verdade ambos vêm da mesma estrumeira que produziu Isaltinos, Cavacos, Passos Coelhos, Dias Loureiros, etc. etc. A lista é infindável. Se faço este post é porque também quero participar dessa campanha suja e cobarde. Eles merecem.

16
Ago
13

Uma candidatura de outro mundo

isaltino mprais paulo vistas uma candidatura de outro mundo

Esta gente representa aquilo que mais me enoja na política. E já nem falo dos mercenários municipais que concorrem a Municípios onde não vivem nem daqueles que à força se querem recandidatar a outras câmaras por já terem feito três mandatos na que são presidentes agora. Oeiras consegue ser ainda mais especial. Tem um Presidente preso por falcatruas na própria Câmara que vai ser candidato a Presidente da Assembleia Municipal, (é dos tais que já fez 3 mandatos), e para o seu lugar escolhe o seu número dois que o tem acompanhado em tudo o que foi feito e que aceita ser o seu testa de ferro, (como o Putin fez com o Medvedev na Presidência da Rússia). Na prática mantêm-se o poder, os negócios e os amigos para que tudo fique na mesma. Não se levantam pedras nem se desenterram esqueletos. O poder fica nas mesmas mãos e o negócio continua. Gente como esta conspurca aquilo que deveria ser uma tarefa nobre. Não prestam para nada.
Mas Oeiras tem de tudo, Um Moita Flores que nem devia saber onde fica Oeiras, um Candidato do PS que ninguém conhece e até um ex-presidente de junta, eleito pelo PS, que criou um movimento de cidadãos e que depois atraiçoou concorrendo pelo CDS. Isto para não falar das juntas, que com a sua diminuição estão a criar lutas intestinas dentro dos presidentes eleitos (pelo mesmo movimento) para ver quem fica com o bolo. Aqui vale tudo.

22
Jun
13

Seara, o esquilo louco

fernando seara power age

O Tribunal da Relação de Lisboa considerou o recurso apresentado por Fernando Seara improcedente e manteve a decisão da primeira instância de impedimento da candidatura. Fernando Seara, o presidente da Câmara de Sintra, que hoje confirmou ser candidato à Câmara Municipal de Lisboa, anunciou que irá recorrer para o Tribunal Constitucional para requerer o efeito suspensivo da decisão das decisões anteriores.

Quando olho para o Seara só me lembro do esquilo do filme “Ice Age” que para ficar com a  avelã faz tudo  e nada o detêm. O que faz correr o Seara? Porque tanta vontade de continuar a ser Presidente da Câmara? Só protagonismo e a loucura pelo poder podem justificar tanta insanidade. Oh homem vá para a televisão comentar o Benfica e deixe-se disso.

30
Abr
13

Conselho extraordinário de Piratas

vitor gaspar paulo portas passos coelho alvaro santos pereira piratas

Hoje houve um Conselho de Ministros, ou melhor de saqueadores para aprovarem o Plano Estratégico Nacional para a roubalheira pública, 2013-2017. Quando estou a escrever isto ainda não se conhecem as medidas, mas vão ser mais quatro mil milhões de euros que vão sair dos bolsos do portugueses. Não de todos, que continuará a haver aqueles que vão continuar a passar ao lado das dificuldades. Alguns bons  exemplos tirados das noticias do dia. Os accionistas da REN votam política que pode duplicar remuneração dos gestores. A Galp no primeiro trimestre aumentou os lucros em 51% embora tenha vendido menos gasolina. A Sonae do Belmiro aumentou os lucros em 8%. Só os salários, o nível de vida da grande maioria dos portugueses, o emprego e os direitos sociais e do trabalho é que diminuem e pagam uma divida que não contraíram e que é da responsabilidade dos tais que não sofrem com a austeridade. Esta é a justiça social que apregoam, a repartição das dificuldades de que falam. O raio que os parta se não lhes partirmos nós as trombas primeiro.

29
Jan
13

Ké Flô?

antonio costa ke flo sao rosas

Isto da Democracia dá trabalho e demora tempo. Só agora cheguei a casa e só agora me é possível fazer o post que queria ter feito há horas atrás. e mesmo assim nem tempo tenho para escrever o que desejava, mas cada um leia o boneco como mais gostar.

27
Jan
13

Os Mercenários autárquicos

fernando seara mercenarios

Escolhi o Fernando Seara por Lisboa ser a maior e mais mediática Câmara do país mas podia escolher muitas outras. Gente que é autarca num Concelho e vai concorrer a outro, não por ter mudado de residência, muitas vezes nem residindo em nenhum deles, mas por interesses partidários e eleitorais.
Por natureza as autarquias deviam ser a representação dos cidadãos nas suas terras e a sua forma mais democrática de participação activa. Mas a guerra partidária é a guerra partidária e tudo isso é esquecido em seu nome. Para as maiores Câmaras não interessa de o candidato escolhido reside nessa terra, não interessa sequer se alguma vez por lá passou, o que interessa é o efeito mediático e a tentativa de ganhar a Câmara a qualquer custo. Inventa-se uma morada para o candidato no Conselho e está feito. Não sei onde há 5 anos morava o Fernando Seara, nem me interessa muito, mas foi candidato por Sintra. Imagino que ai tenha residido durante o seu mandato e que não tenha mudado de casa recentemente para Lisboa. É que se já residia em Lisboa nunca devia ter sido candidato por Sintra, se reside em Sintra nunca devia poder concorrer por Lisboa. É melhor que os outros para justificar mais esta aposta em mais uma vigarice facilmente tornada legal pela simples mudança de casa? Provavelmente não, mas como é ou foi, já nem sei, comentador desportivo numa televisão, é do Benfica que tem muitos adeptos, passa a ser um bom candidato. Esta é a politica que temos e a democracia que nos oferecem.
Mas, como disse o mesmo se passa um pouco por todo o país e só assim se justifica a confusão colocada com nova lei de limitação de mandatos, em que uns dizem que se o for num outro Conselho essa limitação não existe. São autarcas profissionais? Não deveriam representar a sua terra? Como é possível irem concorrer para outro lado?
Defendo que necessitamos urgentemente de mais democracia e de uma democracia mais directa e participativa. Uma democracia verdadeira em que os cidadãos tenham a palavra e o poder de decidir sobre o seu futuro. O que se passa com as autárquicas é a prova de que isso é urgente e necessário. Vivemos uma democracia de mentira de embustes e de golpes partidários, tão grave a nível da vida do país como da mais pequena autarquia.

13
Dez
12

O Boneco do Relvas

Miguel relvas fernando seara boneco para lisboa

Miguel Relvas veio “empurrar” o Fernando Seara para ser o candidato do PSD/CDS à Câmara Municipal de Lisboa nas próximas eleições autárquicas.  A intenção por trás disto pode ser uma de muitas, mas que as possibilidades de vitória do Seabra em Lisboa baixaram muito, disso não há dúvidas. Mesmo com os seus truques e as suas aldrabices a verdade é que tudo em que o Relvas toca fede que se farta. Tanto que até queima.

10
Dez
12

Como se chama a um vendedor de panelas? Relvas?

miguel relvas vendedor de panelas

Na Assembleia da Republica foi aprovado a extinção de mais de mil freguesias, enquanto ao mesmo tempo se criam mais uns tachos de coordenadores locais ou regionais, não eleitos mas sim nomeados e a ganhar uns milhares de euros por mês. Uns tachos para agradar aos boys das concelhias e mais uma machadada na democracia. Não se deviam acabar com freguesias, o que se deviam era criar mais garantindo que nenhuma tinha mais de cinco mil habitantes e assim que nenhum membro da junta era remunerado. Assim se garantia que quem concorresse para esses cargos o fazia por cidadania e serviço público e que os cidadãos ficariam com alguém que conheciam e que os poderia atender para ouvir as suas opiniões e problemas. Aproximar os eleitos dos eleitores devia ser o caminho não o contrário, como está a ser feito, em que os eleitos nem conhecem os eleitores e os eleitores vão ver chegar gentes dos partidos, muitos vindos de bem longe, para ocuparem os lugares e os tachos administrativos agora criados.
Este Miguel Relvas é o personagem mais sinistro deste governo, é o homem que cala jornalistas, saneia outros, vai vender a RTP a amigos, anda metidos em segredos das secretas e paga favores feitos ao partido com tachos para boys. Primeiros foram os amigos importantes, em cargos de Administração bem pagos, como na EDP, CGD e outras, depois lugares de assessores e consultores pelos Ministérios e empresas públicas e agora há que satisfazer os boys locais com tachos administrativos bem remunerados. Pelo menos bom pagador de favores este governo é. Ao pé deste Relvas até o aldrabão do Sócrates parece um anjinho.

 

18
Set
12

O Império contra-ataca

A chanceler alemã, Angela Merkel, voltou hoje a defender a redução das dívidas públicas e reformas estruturais como solução para a crise em Espanha e em Portugal, mesmo que para isso tenham de passar por uma fase de recessão.
A inclusão da descida da Taxa Social Única (TSU) na 5ª revisão do memorando de entendimento a Comissão Europeia veio hoje lembrar que o desembolso da próxima tranche do empréstimo a Portugal está condicionada ao cumprimento integral do que foi acordado com a Troika. Questionada sobre a possibilidade de um caminho alternativo pelo governo português, escusou-se a “especular sobre um espaço de manobra” para substituir esta medida por outras, optando por sublinhar que “o facto é que esta medida foi uma das acordadas no quadro da última revisão” do programa de ajustamento, tendo de resto sido colocada em cima da mesa pelas autoridades portuguesas.

Parece-me que o título do filme ” O Império contra-ataca” traduz bem a resposta da Europa à contestação que os portugueses mostraram. Para esta gente a palavra democracia não passa de uma palavra à qual não se deve dar a mínima importância. Aquilo que os povos pensam ou sofrem não tem qualquer valor comparado com o poder da Banca e dos mercados. Morra-se de fome, de doença ou um país seja atirado para a escravatura laboral e social é algo de somenos importância. Viva a troika e viva o Euro.

24
Jun
12

Só Deus sabe o que gostam um do outro

O presidente da Câmara de Sintra, Fernando Seara, recebeu hoje manifestações de apoio de militantes do PSD para ser candidato a Lisboa. Miguel Relvas afirmou então que «Só Deus sabe o que eu gosto dele, não posso dizer mais do que isto, não posso e não devo dizer mais do que isto, mas só Deus sabe o que eu gosto dele». Fernando Seara retribuiu o cumprimento afirmando que “Eu também gosto muito do senhor ministro, mas gosto particularmente do Miguel, sabem que a política é feita de afectos pessoais e entre mim e o Miguel há uma amizade de muitos anos e portanto eu estou com ele sempre”

Só Deus sabe o que eles gostam do poder e só Deus sabe o que fazem para o conseguir.




Indignados Lisboa
Julho 2020
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Blog Stats

  • 716.631 hits


%d blogueiros gostam disto: