Archive for the 'bilderberg' Category

09
Out
13

Em crise a lei é para cumprir só mais ou menos

durao barrosos Herman van Rompuy passos coelho caca TC

Depois do Durão Barroso vir avisar que se o Tribunal Constitucional chumbasse mais medidas do governo o “caldo estava entornado” foi a vez de um alto responsável do Eurogrupo afirmar que “É um Tribunal Constitucional activista comparado com qualquer outro Tribunal Constitucional que eu conheça” e que em momentos de crise é necessário mostrar mais flexibilidade. Começou por cá com as afirmações do Passos Coelho e agora já é a Europa a querer pressionar e a fazer chantagem sobre o país para obrigar a aceitar ir5 contra a sua lei fundamental. Se o nosso Presidente da Republica não fosse uma múmia a quem se esqueceram de avisar que tinha morrido, teria, de acordo com a sua função principal de defender o escrupuloso respeito e cumprimento da Constituição bem como a soberania do país, apresentado imediatamente um protesto por este abuso e pelo desrespeito pelas leis deste país. Aliás já deveria há muito ter posto o bandalho do Passos Coelho na ordem mas prefere manter-se no silêncio dos culpados. Um Zombie que não só não faz nem serve para nada como acaba a legitimar o desrespeito pela nossa lei fundamental e pelos direitos dos cidadãos. Agora é para permitir que nos roubem ainda mais mas um dia destes é para aprovarem leis que nos retirem o direito à indignação, à greve, à manifestação ou à liberdade de expressão. Afinal estamos em crise e com isso tudo parecem querer legitimar. Filhos-da puta.

01
Out
13

O segundo resgate

pires de lima sapato roto

“Não, não e não, no que depende das famílias e dos cidadãos, no que depende da economia e das suas empresas, no que depende do Governo de Portugal, e creio que de todas as instituições com responsabilidade em Portugal, não haverá segundo resgate para ninguém. O esforço dos portugueses não se pode afundar quando estamos com a praia à vista”, afirmou o ministro António Pires de Lima.

Eu podia esperar mais uns dias para colocar esta afirmação do Pires de Lima quando chegar a noticia do segundo resgate, sempre tinha mais piada. Na realidade se o governo não quer. as famílias não querem, a economia e as empresas pelos vistos não necessitam e todas as instituições dizem Não, não , não e que não haverá resgate para ninguém e porque não vai haver. Mas vai porque quem decide isso não somos nós, são os mercados, os especuladores, os grandes grupos financeiros, os que se estão nas tintas para se morremos todos de fome ou de doença. E são eles que decidem porque quem nos governa trabalha para eles, porque são lacaios dos seus interesses.

“A really efficient totalitarian state would be one in which the all-powerful executive of political bosses and their army of managers control a population of slaves who do not have to be coerced, because they love their servitude.”
― Aldous Huxley, Brave New World

Somos portante um eficiente estado totalitário e enquanto não o substituirmos por um verdadeiramente democrático e livre não temos escolha.   por isso que a vinda ou não do segundo resgate não está nas mãos deste governo, mas está nas nossas, nas de todos nós. Só temos de pesar os prós e os contras e escolher o nosso caminho.

26
Set
13

A música é a mesma só difere no sotaque

francois hollande passos coelho dueto de mentirosos

França: OE com mais impostos e cortes sem precedentes mas Francois Hollande diz que a economia vai crescer e criar emprego já em 2014.Lá como cá a música é a mesma sejam socialistas, sociais-democratas ou conservadores todos mentem, falam e acabam fazendo o mesmo. Quando são oposição todos juram que não vão subir impostos e os cortes na despesa pública serão feitos em mordomias e na despesa corrente do estado. Mal se apanham no poder, começam imediatamente a fazer tudo ao contrário do que dizem, mas sempre a prometer que para o ano é que tudo vai ficar bem acabando tudo sempre por ficar bem pior. E de ano para ano, de mentira para mentira lá vão aplicando as politicas que os seus patrões, banca, mercados financeiros e os grandes grupos económicos lhes exigem. Mas até é bom que estas politicas saltem fronteiras e cheguem a países como a França, onde o povo não é tão bovinamente calmo e paciente e quando fazem revoluções até inventam instrumentos só para cortar as cabeças da hidra do poder.

17
Set
13

Uma segunda-feira em Portugal

maria luis albuquerque troika 8 avaliacao

A Troika chegou nesta Segunda Feira, para fazer não uma avaliação à forma como decorre o programa de empobrecimento e de subjugação  de Portugal, mas duas de uma vez, a oitava e a nona. O melhor era fazerem também já a décima e despachavam isto de vez. O Cavaco Silva veio humildemente pedir à Troika que não seja muito má. Foi simpático da parte dele. Isto no mesmo dia em que no Parlamento, Almerindo Marques, ex-presidente da Estradas de Portugal, assegurou que foi Maria Luís Albuquerque quem deu o parecer favorável do IGCP à contratação de um swap pela Estradas de Portugal há três anos enquanto responsável da Agência de Gestão da Tesouraria e Dívida Pública. Enfim uma Segunda-feira como qualquer outra neste pacifico jardim à beira-mar plantado.

07
Set
13

O Lobo Xavier e os porquinhos mealheiros

lobo xavier paulo portas cavaco silva brinde divida

O polvo Lobo Xavier que anda metido em tudo e em todo o lado, aquela coisa parda que aparece no fundo de qualquer cerimónia ou jantar a segredar ao ouvido de alguém, quando confrontado com o atraso civilizacional que esta politica condena Portugal, destruindo a saúde, a educação e até o respeito e dignidade do ser humano veio defender que há dividas prioritárias e que a divida soberana se sobrepõe a tudo e a todas as outras. Morra-se de fome, de doença, não se paguem as pensões, ordenados, não se cumpram acordos, vale tudo desde que paguemos aos usurários, aos mercados e os que com a sua ganância nos condenam à miséria. Claro que ele faz parte de administrações, de concelhos de gerências, representa interesses poderosos e por isso só defende os seus donos, os que o engordam, mas que em nome do vil metal se esteja cagando para o seu povo, o seu país, a existência das pessoas como seres humanos. e triste. Ainda por cima é um ser seboso. Nojo.

01
Set
13

Trágico-comé(r)dia

passos coelho e a constituicao ao vivo

 Sei que é difícil, quase  impossível tentar ouvir o Passos Coelho como se estivéssemos a ouvir um comediante, tal é o asco e o nojo que ele representa. Aquilo que ele diz na boca de um cómico seria hilariante tão ridículos são os seus argumentos como as suas razões. Assim, infelizmente é trágico. É trágico porque condena um país à miséria, é trágico porque desnecessário e é trágico porque o consentimos.

05
Jun
13

Fábula da semana em que “Miss Fardas” foi a Bilderberg, acompanhada pela sua valise de carton, António José Seguro

antonio jose seguro paulo portas romanticos anonimos

O boneco não é novo mas a falta de tempo anda a complicar-me a vida e como foi este o boneco que o grande “Arrebenta” escolheu para ilustrar mais um dos seus fantásticos textos, aqui o deixo para todos poderem ler.

Toda a gente sabe que as teorias da conspiração só são teorias da conspiração até se descobrir que o não são, ou, evitando o trocadilho, quando aquilo que nos parecia um delírio se revela ser a mais concreta das realidades.
Essa história de Bilderberg, que começou por andar pelo anedotário, começou agora a fazer parte do horário, e na escala da descarada. Como defende Estulin — e a Margarida Rebelo Pinto, honra lhe seja feita… — não há acasos, ou seja, toda esta porcaria que parece desordem não é mais do que uma fase da Nova Ordem, em formato de pronto a vestir, com direito a toilette de manhã, tarde e noite.
Naquela fase cavernosa em que Portugal andou a votar, através de SMS de valor acrescentado quem era o Maior Português de Sempre, e chegou àquela triste conclusão, devia ter sido imediatamente lançado um debate para se eleger o Português Mais Sinistro de Sempre.
Não vos quero influenciar, mas o meu voto ia para Pinto Balsemão, o político há mais tempo na sombra desta decrepitude, a que chamamos “Democracia”.
Contas feitas, se Salazar lá esteve uns quarenta anos, este para lá caminha, e pode ter prolongamento, se o Clube assim o decidir. À sua pobre maneira, é um Kissinger português, uma coisa de aldeia, com algum pedigrée, vindo de D. Pedro IV ter ido à cona a uma sopeira, e deveria ter ficado por aí, não fosse o país estar contaminado por meio século de falta de opinião pública, e o cavalheiro ter encontrado uma receita mágica que era ainda conseguir poupar a esse povo, por mais meio século, o esforço de pensar, inventado o “Expresso“, que punha as questões, orientava o debate, abafava os contraditórios, e impunha as conclusões.
Aparentemente, porque já era de família, também o “Expresso”, depois, foi à cona a tudo o que estava à mão, e foram nascendo algumas SIC bastardias, umas “Caras”, umas “Ativas”, uns “Jornais de Letras”, umas “Visões”, e toda a casta de mobiliário folheante dos cabeleireiros de bairro, que não frequento, nem os cabeleireiros, nem a matéria a folhear, obviamente.
Até aqui tudo bem, porque o papel higiénico, como dizia Gutenberg, divide-se entre o impresso e o não impresso, e eu gosto do branco, ao contrário do pão, que prefiro integral, não fosse o papel higiénico ter tomado uma tal escala que nos começou a impedir de respirar, e, sobretudo, essa sofreguidão de impedir o pensamento livre tivesse tornado um país distorcido num amontoado de gente ainda mais distorcida e esclerosada, tipo Somália, na época dos piratas hibernarem.
No princípio, já que temos sempre de voltar lá, era o secretismo. Na fase em que estamos, é tudo à descarada, desde os olhinhos ávidos da Teresa Guilherme, passando pelo branqueamento de capitais de todos os subterrâneos russos, até desaguar nesta porcaria de Bilderberg, que começou por ser uma anedota, mas acabou numa perigosíssima peregrinação.
Enquanto o Mundo inteiro, o das Sombras, ali se reúne, para retirar o pouco de luz que ainda resta ao Mundo que a tem, o Balsemão vai, penosamente — tanto quanto lhe permite o furo de coca, pelo qual ainda respira, como os cachalotes — levar os seus pastorinhos anuais, para ver que tipo de solzinho irá dançar, na próxima “saison”, no miserável quintal português. Como dizem os crentes, alguma coisa de importante deve mesmo andar a acontecer por aqui, porque não há a mesma preocupação de muitos outros terreiros, com a escala mínima de Portugal, a levar, ano após ano, os seus beatificados, para que recebam qualquer coisa da mão do próprio Senhor.
Nos últimos anos, a coisa bateu certo: Barroso foi, e Kissinger colocou-o como o supra-sumo da nulidade, para Obama ter tempo de destruir o Euro e a Europa. A seguir, a romaria levou Sócrates e Santana, que logo foram Primeiros Palhaços de Portugal. Houve uns interregnos, com Rui Rio, que deverá ir substituir o lambedor de conas de pretas, como líder do P.S.D., e o Tição, que reinará no Sul Mouro, como António Costa. Pelo meio, Clara Ferreira Alves, a ver se arranjava homem e RTP, mas o Relvas foi-se embora e a Isabel dos Santos resolveu trocar a nacionalidade portuguesa pela russa, porque aquilo vai explodir, e os impostos são mais baixos. E sendo que mais vale uma discoteca em Moscovo do que o bordel da RTP, em Lisboa, a Ferreira Alves preferiu a sua estabilidade de “horizontale”, no novo coio do “Canal Q“: aparentemente, o seu topo da base já foi pelo cano. Temos pena: houve pernas que, abrindo menos, conseguiram mais.
Agora, vem a parte negra.
Como é sabido, é das regras de Bilderberg que os seus pares interajam interpares, ou seja, um pouco como o Cavaco continuou a apoiar o Duarte Lima e a Beleza, e depois o Relvas recebe, recebeu e recebia, na sua casa, da Rua da Junqueira, já que o Aníbal o não podia fazer diretamente, o escroque, “Conselheiro de Estado (!)”, Dias Loureiro.
À margem da Lei, Bilderberg é como as Termas do Vimeiro, depois de lá se banharem, todos perdem os crimes, e passam a meros agentes da Estratégia Global.
Para mim, que sou certeiro nas lotarias negras, pensei que este ano fosse a vez de João Galamba, mas o galambismo fica para depois, como vos irei explicar, ou melhor, aguarda, na retaguarda, que as hostes marchem para as tricheiras, através da Santíssimo Trindade, Vítor, Pai; João, Filho, e a Pombinha do Espírito Galamba, e não pensem que me desviei do assunto, porque, este ano, Balsemão, o Português Mais Sinistro de Sempre, leva, por arrasto, Paulo Portas, uma víbora luminosa, que o demónio dotou com o dom da palavra, e a Vénus Vulgar, com o dom da mamada, e como esta gente não se desloca, nunca, sem criados nem camareiros, enturmaram com o merceeiro António José Seguro, o típico parolo, cara de seminarista, que se percebe que nunca irá muito alto, mas poderá servir de cobertor a quem mais alto queira por ele ascender.
Senil, Balsemão já nem esconde o que procura para Portugal. A morte política de Passos Coelho vai na agenda secreta, e o seu sucessor já está na calha, só que o sucedido só vai perceber, no último instante o que lhe sucedeu. Não percebi — mas também não chego para tudo — se Cavaco irá ser empalhado, e exposto, como Lenine, no Mausoléu da Quinta da Coelha, ou se a questão turca se sobreporá ao que fazer com o Cadáver de Boliqueime, embora isso me preocupe pouco, porque a romaria só tem três sentidos: ou é o povinho da Favela PSD que vai enturmar num Governo chefiado pelo Maior Demagogo… bom, maior, não sei, talvez um ex-aequo com o Professor Marcelo, e com o PSD, desvitalizado, a reboque, numa rui risada; ou o povão do Centrão que está preparado para votar, à justinha, no ar, à justinha, do António José Seguras o quê, e segura muita coisa, como as piranhas de extrema-direita, de cariz galambista, que só estão à espera de que lhes abram a porta, como aqueles cães assassinos, que são fechados, semanas, em quartos escuros, para virem cegos de ira e carnificina, ou, se a coisa não funcionar, a velha solução do Tio Soares, um casamento entre pederastas do Largo do Caldas e pedófilos do Largo do Rato.
Creio que seria o governo ideal para Portugal, e, para mim, já teve um efeito profilático e terapêutico: fiquei, hoje, com a absoluta certeza dos sítios onde NÃO irei votar, nas próximas eleições.
Para o ano, se a “branca” ainda o não tiver feito estoirar, talvez Balsemão convide Jerónimo de Sousa. No fundo, este mundo é tão pequeno, e tão escassa a nossa finitude, que nada me espantaria…

22
Maio
13

O Boneco alemão

vitor gaspar Wolfgang Schäuble, boneco

Vítor Gaspar recebeu, em Berlim, elogios do ministro alemão das Finanças Wolfgang Schäuble e anunciou  em Berlim, que o banco público de investimento alemão está a avaliar a extensão de apoio financeiro às empresas portuguesas, podendo assumir participações indirectas em pequenas e médias empresas (PME).

 

Parabéns Gaspar já tens o futuro assegurado num qualquer cargo da elite financeira. Para nós fica mais dívida, mais austeridade e até as pequenas e médias empresas portuguesas nas mãos do Banco Público Alemão. Já há muito que entregámos a independência financeira e politica, faltava agora só os restos da económica. Alguém me explica qual a diferença entre aquilo que hoje é Portugal e um país colonizado?

 

17
Maio
13

Apocalypse Now

vitor gaspar cavaco silva apocalipse now

 Ultimamente, por mais que eu queira variar acabo sempre com o Vitor Gaspar e o Cavaco Silva nos meus bonecos.  O Vitor porque é o Vitor, o tal da “Goldman Sucks”, o funcionário dos Mercados, das grandes corporações e está a fazer diligentemente o seu trabalho para os seus donos e por isso temos realmente que correr com ele rapidamente. O outro, o Aníbal, por se fazer passar por idiota mostrando, se assim for,  uma total desonestidade politica, uma hipocrisia, e um tal desrespeito pelos cidadãos que não merece perdão, ou então é realmente um idiota chapado e não deve ocupar o cargo de Presidente da Republica. Afinal o que isto mostra é que realmente considero urgente correr com este governo e com o Gaspar, mas não chega. Fica um Presidente que, quer seja ou se faça passar por idiota, perdeu, por indignidade, toda a capacidade de ser Presidente da Republica.  O mal não está por isso só no governo, está no próprio sistema que permite que isto aconteça. Temos de resolver o problema rapidamente removendo estes dois personagens do poder, mas temos também de mudar o sistema para que isto nunca, mas nunca mais se possa repetir.

09
Abr
13

A saga continua

vitor gaspar maos de tesoura e a arvor das patacas

Felizmente há algum tempo que me deixei de assistir a noticiários nas nossas televisões por uma questão de sanidade mental, mas hoje, nem sei porquê resolvi sentar-me em frente ao televisor e carregar no botão. Fiquei completamente horrorizado com a campanha a que assisti. Desde a chantagem dos nossos “amigos” europeus que ameaçam cortar com o dinheiro, ao arrebanhar de comentadores, uns para criticarem o Tribunal Constitucional por ter cumprido com a sua função de fazer respeitar a lei inscrita na Constituição,  outros para nos mostrarem já onde o governo vai obrigatoriamente ter de cortar, na saúde, na educação e na segurança social, com a sugestão de milhares de despedimentos na função pública. Eram 2 mil milhões aqui, mais 700 milhões acolá, mais 1500 milhões noutro lado, mais mil milhões por todo lado. Aquilo somado dava muitos milhares de milhões sem haver quem dissesse que o Tribunal Constitucional só cortou 1300 milhões. Se fizerem todos os cortes que foram anunciando vamos ser um país riquíssimo heio de gente sem um pão para comer. É que nos jornais os cortes já se transformam em mais impostos e o IRS para os funcionários públicos vai subir. É um fartar vilanagem. Mas não refilem, tenham medo porque já paira a ameaça de não haver dinheiro para pagar os salários de Abril (a próxima tranche de ajuda só estava prevista chegar em Maio), Este país entrou em loucura e a comunicação social já está a fazer a cabeça das pessoas para a inevitabilidade, para aguentarem e calarem. Ah, e afinal o tal relatório do FMI, a dizer aquilo que o governo pediu para lá vir escrito e que era só um estudo, uma achega ao debate da “refundação do estado” agora já é a Bíblia dos próximos tempos e há que começar a cumprir com os seus mandamentos.  Mais gente para o desemprego, mais cortes nos salários, nos subsídios, aumento das taxas moderadoras, das propinas, dos horários de trabalho, da idade da reforma e sei la´que mais. Ah, e para a semana troika vem de novo a Portugal entregar mais um caderninho de exigências e medidas e quem sabe um segundo resgate. Realmente não somos a Grécia mas alguém me vai ter de explicar a diferença que não seja um ano de atraso na rota da miséria.
O Bastonário da Ordem dos Médicos já veio avisar que se houver mais cortes na saúde há o perigo de começarem a morrer mais gente nos hospitais por falta de condições. A Troika mata e tudo em nome do lucro, dos mercados.

Num país onde o Mexia da EDP ganha 8500 euros por dia e onde o tal bandalho do Ulrich, veio dizer que os portugueses aguentam, a pergunta a fazer. Vamos mesmo aguentar ou vamos dizer basta? vamos ficar parados a assistir a mais esta vergonha? Vamos ficar à espera que alguém se lembre de convocar mais uma manifestação para daqui a uns meses?

19
Fev
13

Euro-Aldrabões

durao barroso vitor constancio vigaristas

Porque a memória é importante, porque há culpados da situação em que estamos, porque outros nos querem dominar e explorar, porque esta dívida não é nossa, porque há responsabilidades a pedir. Estes são só dois dos muitos, estes enganaram o seu país a troco de fama, fortuna e opulência, para “excitarem” os seus egos e a sua cacança. Mas há mais, muitos mais, uns vendidos a troco por tachos, outros por estatuto mas quase todos também por dinheiro.  Todos ao serviço dos Senhores do Mundo, do grande capital, dos especuladores, dos mercados, da avidez humana. Gente reles, gente gananciosa, gente que não presta. Esquecem a moral, a justiça, a decência, a dignidade a troco de 30 dinheiros. Podia fazer aqui uma lista imensa mas todos sabem quem chegou à política com uma mão à frente e outra atrás e passado pouco tempo já vive na opulência. É bom ir recordando os seus nomes e as suas faces para que nunca mais gente da sua laia possa mentir, enganar, trair e roubar à custa da pobreza e da miséria de um país.

17
Fev
13

Padrinhos

antonio jose seguro passos coelho 2 padrinhos

Ao confirmar-se o que aqui digo há já algum tempo, que o António Costa quer seguir directamente para o Palácio de Belém sem passar pelo de São Bento, ficou praticamente decidido que o António José Seguro será o próximo Primeiro-ministro, o que não deixa de ser estranho, ou melhor demonstrativo da mentira em que vivemos ao falar em democracia, faltando só saber quando. Mais cedo ou mais tarde o Passos Coelho vai sair de cena pela porta pequena e no seu lugar vai-se sentar outro tão incompetente como ele. Mas, é assim porque ambos são os “padrinhos” das suas famílias politicas que reinam na democracia de alterne. Com a sucessão que poderá mudar? Muito pouco porque ambos servem os mesmos donos, os mercados, as grandes corporações e os senhores do mundo. Nós, todos nós, continuaremos a ser carne para canhão, meros instrumentos das suas ambições e ganancia e números nas suas folhas de cálculo.
Por tudo isto, o ir para a rua pedir simplesmente eleições é uma falácia e uma mentira que o sistema, uma vez mais utiliza para nos acalmar e convencer que algo vai mudar quando no fim tudo ficará na mesma. Temos de mudar a forma como vivemos a democracia, como participamos nela. Os nossos sonhos já não cabem nas urnas de voto que nos oferecem de quatro em quatro anos, os nossos sonhos exigem que possamos tomar parte activa nas decisões que afectam a nossa vida e definem o nosso futuro. Não só no dia 2 de Março quando as ruas se encherem de gente, muitos arregimentados, muitos mais enganados a pedir a demissão do governo e novas eleições, exige a mudança do próprio sistema e o teu direito a poderes decidir o teu futuro na plenitude. Democracia verdadeira, directa e participada por todos.

05
Fev
13

A praga da Europa do Sul

Mariano Rajoy flamengo corrupcao espanha

Em todos os países mais ao sul da Europa não há país que não esteja em crise e onde a corrupção vai brotando com alguma regularidade. Ninguém parece estranhar que só os países mais ao sul da Europa estejam em crise profunda provocada por uma enorme dívida. Ninguém estranha que só aí as pessoas tenham vivido acima das suas possibilidades.  Ninguém estranha que aí todos os governantes sejam políticos domesticados às ordens da Frau Merkel. Ninguém estranha que só nesses países a corrupção seja conhecida e não haja nenhum politico ou banqueiros condenados por ela. Ninguém estranha que seja nestes países que a corrupção seja lei, e a justiça lenta e ineficaz. Ninguém estranha que estes países corram para a insolvência enquanto outros fazem as regras e engordam. Ninguém estranha nada nestes países nem quando vemos a pobreza a alastrar em toda a Europa do Sul. Deve ser culpa do calor e do Sol.
Ninguém acha isto estranho que se salvem bancos e se deixam morrer pessoas? Ninguém pensa que isto não é normal. Ou talvez não seja estranho e seja tudo normal se aceitamos viver governados por mentirosos, aldrabões, canalhas e outra gente do mesmo teor. E até agora aceitámos.

15
Jan
13

A vergonha de Portugal

passos coelho paulo portas vitor gaspar paula teixeira da cruz carlos moedas i am the boss

Confesso que já ando a ficar sem imaginação nem adjectivos para qualificar o que se passa neste país.Sinto-me triste e envergonhado com tudo isto. Ver o meu país a pedir às organizações que representam o capital para virem dizer-nos como devemos governar-nos, como deve ser o nosso Estado, que serviços sociais devemos ter e que portugueses devemos abandonar à sua sorte é algo que nunca imaginei. Primeiro é o ascoroso relatório encomendado ao FMI, agora é a OCDE que se vem sentar à mesas e não tarde nada teremos o Banco Mundial, o Banco Europeu e só falta os chineses, a Coca-cola e a Isabel dos Santos. Não que os gatunos que nos governam não saibam o que querem fazer, o relatório do FMI prova-o, o que procuram é desculpas e justificações para o aplicarem. Isto não é gente, são capachos do grande poder económico, lacaios dos grandes senhores a aplicar uma receita neo-liberal-ultra-capitalista que aprenderam nas Universidades de verão da JSD. Isto é a aplicação daquilo que leram no índice de livro, que o livro era muito grosso e complicado. Esta gente é má, burra e incompetente. Esta gente é reles, é a escoria da moral e do humanismo, esta gente não presta.

04
Jan
13

Um barco chamado Europa

durao barroso europa gost ship

Durão Barroso considera que não se pode responsabilizar a União Europeia pela actual crise financeira dos estados-membros: só por “algum desconhecimento” e “desonestidade intelectual”, acusou. A verdade, para Durão Barroso, é que a crise apenas revelou as “sérias deficiências” de uma “construção imperfeita”, nomeadamente a “arquitectura da união económica e monetária”. A actual união monetária não passa de “um navio preparado para o bom tempo que se revelou demasiado frágil quando veio a tempestade”.

Quando Portugal entrou para a União Europeia o discurso era de uma Europa unida e falava-se de coesão económica, social e financeira. A Solução passou por pagar aos países a destruição do seu sistema económico e produtivo, (agricultura pescas e industria), substituindo-o por serviços e especulação financeira. Já na altura alguns avisaram para os perigos e para as consequências dessas políticas, chamavam-lhes de velhos do Restelo, mas o dinheiro e as promessas de uma Europa solidária não permitia que fossem ouvidos.

Hoje pode questionar-se se os lideres Europeus da altura o faziam com boas intenções e acreditando naquilo que diziam ou se pelo contrário já executavam um plano de destruição para futura submissão e roubos dos países mais fracos. Certo é que essa é a politica actual dos lideres que agora a governam.  Dizer que acusar a Europa dos males porque passamos é desconhecimento de desonestidade intelectual é sim uma desonestidade intelectual do Durão Barroso. Quem construiu o tal barco para o bom tempo esquecendo-se dos temporais? Quem conduziu o barco e o levou para dentro do temporal? Querer agora lavar as mãos das suas culpas é fácil, mas há culpados e esses culpados têm nome. Durão Barroso é certamente um deles.




Indignados Lisboa
Agosto 2020
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Blog Stats

  • 716.831 hits


%d bloggers like this: