Archive for the 'Comunicação Social' Category

09
Set
13

Entidades genuinamente independentes

poiares maduro passos coelho paulo portas rtp entidade

O ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, defendeu hoje que o controlo sobre a RTP deve ser entregue a uma entidade “genuinamente independente”, afastando os riscos de governamentalização da empresa. “Acho muito importante que o controlo sobre a empresa  possa vir a estar nas mãos de uma entidade, que é percebida e entendida por todos como genuinamente independente. Isso permitirá não apenas afastar o risco de governamentalização como também permitir uma direcção mais efectiva e uma prossecução mais efectiva dos objectivos de serviço público que a televisão tem”.

Como é que é? Uma entidade genuinamente independente escolhida e nomeada por quem? Não existe já uma entidade supostamente genuinamente independente chamada de Direcção da RTP? Não existe já uma Entidade Reguladora da Comunicação Social que devia ser genuinamente independente? E essa entidade genuinamente independente fica entre a ERCS e a Direcção da RTP, entre o Governo e a ERCS, presta contas a quem ou é privada e não presta contas a ninguém? Será que estão a querer oferecer a RTP de borla a alguns amigos?

Anúncios
01
Set
13

Trágico-comé(r)dia

passos coelho e a constituicao ao vivo

 Sei que é difícil, quase  impossível tentar ouvir o Passos Coelho como se estivéssemos a ouvir um comediante, tal é o asco e o nojo que ele representa. Aquilo que ele diz na boca de um cómico seria hilariante tão ridículos são os seus argumentos como as suas razões. Assim, infelizmente é trágico. É trágico porque condena um país à miséria, é trágico porque desnecessário e é trágico porque o consentimos.

09
Abr
13

A saga continua

vitor gaspar maos de tesoura e a arvor das patacas

Felizmente há algum tempo que me deixei de assistir a noticiários nas nossas televisões por uma questão de sanidade mental, mas hoje, nem sei porquê resolvi sentar-me em frente ao televisor e carregar no botão. Fiquei completamente horrorizado com a campanha a que assisti. Desde a chantagem dos nossos “amigos” europeus que ameaçam cortar com o dinheiro, ao arrebanhar de comentadores, uns para criticarem o Tribunal Constitucional por ter cumprido com a sua função de fazer respeitar a lei inscrita na Constituição,  outros para nos mostrarem já onde o governo vai obrigatoriamente ter de cortar, na saúde, na educação e na segurança social, com a sugestão de milhares de despedimentos na função pública. Eram 2 mil milhões aqui, mais 700 milhões acolá, mais 1500 milhões noutro lado, mais mil milhões por todo lado. Aquilo somado dava muitos milhares de milhões sem haver quem dissesse que o Tribunal Constitucional só cortou 1300 milhões. Se fizerem todos os cortes que foram anunciando vamos ser um país riquíssimo heio de gente sem um pão para comer. É que nos jornais os cortes já se transformam em mais impostos e o IRS para os funcionários públicos vai subir. É um fartar vilanagem. Mas não refilem, tenham medo porque já paira a ameaça de não haver dinheiro para pagar os salários de Abril (a próxima tranche de ajuda só estava prevista chegar em Maio), Este país entrou em loucura e a comunicação social já está a fazer a cabeça das pessoas para a inevitabilidade, para aguentarem e calarem. Ah, e afinal o tal relatório do FMI, a dizer aquilo que o governo pediu para lá vir escrito e que era só um estudo, uma achega ao debate da “refundação do estado” agora já é a Bíblia dos próximos tempos e há que começar a cumprir com os seus mandamentos.  Mais gente para o desemprego, mais cortes nos salários, nos subsídios, aumento das taxas moderadoras, das propinas, dos horários de trabalho, da idade da reforma e sei la´que mais. Ah, e para a semana troika vem de novo a Portugal entregar mais um caderninho de exigências e medidas e quem sabe um segundo resgate. Realmente não somos a Grécia mas alguém me vai ter de explicar a diferença que não seja um ano de atraso na rota da miséria.
O Bastonário da Ordem dos Médicos já veio avisar que se houver mais cortes na saúde há o perigo de começarem a morrer mais gente nos hospitais por falta de condições. A Troika mata e tudo em nome do lucro, dos mercados.

Num país onde o Mexia da EDP ganha 8500 euros por dia e onde o tal bandalho do Ulrich, veio dizer que os portugueses aguentam, a pergunta a fazer. Vamos mesmo aguentar ou vamos dizer basta? vamos ficar parados a assistir a mais esta vergonha? Vamos ficar à espera que alguém se lembre de convocar mais uma manifestação para daqui a uns meses?

21
Mar
13

Quem vê TV sofre mais que no WC

jose socrates cagar na RTP

Posso escrever este texto porque o passado deste blog me permite não ser acusado de ser um admirador ou apoiante dos Sócretinos e do seu líder engenheiro. Vem isto a propósito da palhaçada do dia para entreter o Zé povinho e nos fazer esquecer o roubo a que estamos a ser sujeitos. Andam várias petições a correr a pedir que o tal auto-proclamado engenheiro aldrabão José Sócrates não possa vir a ser comentador semanal na RTP. A minha pergunta é porquê? Se por lá andam Marcelos, Marques Mendes e mais uma carrada de ex-ministros e outros aldrabões do género porque não poderá haver mais um? Se aceitamos ter um, tão ou ainda mais culpado pela situação do país na Presidência da Republica porque não aceitamos um pinóquio como comentador na televisão, sobretudo se não for remunerado?
Que muitos portugueses possam ter ido atrás deste populismo barato ainda compreendo, mas é inacreditável ver deputados e políticos profissionais virem fazer discursos inflamados contra isso. Receiam o que ele possa dizer? Não aceitam que ele se possa defender e são tão cobardes que preferem continuar a ter à sua disposição um saco de pancada que não possa ripostar? O homem está prescrito politicamente e não tem liberdade de opinião? Deve a sua palavra ser censurada? Ou estão alguns mais preocupados com as audiências e com medo que os seus comentários possam passar a ser mais escutados que o dos canais da concorrência?

Na minha opinião é até bom que o Sócrates possa falar na televisão. É uma oportunidade para se fazer um julgamento público da sua passagem pelo poder já que infelizmente os políticos ainda não são julgados criminalmente pelos crimes feitos enquanto governantes.

O homem foi um aldrabão e muitos negócios menos claros aconteceram durante o seu reinado, mas pelo menos tinha uma ideia e uma perspectiva para país enquanto estes que lá estão agora são cegos e têm como única politica a destruição de tudo. Foi talvez negociata mas a verdade é que a ciência e a educação evoluíram durante o socretismo, até com a vinda de cientistas estrangeiros para Portugal enquanto agora o que vemos é os mais qualificados e que mais podiam dar à inovação em Portugal embarcarem para outras paragens, seguindo o conselho do Passos Coelho, “emigrem”. A verdade é que as nossas exportações aumentaram imenso durante o reinado socretino e que os palhaços que lá temos agora ainda se aguentaram uns tempos a falar do seu aumento beneficiando do seu trabalho para agora a dura realidade da porcaria que estão a fazer começar a surgir e as vermos começar a diminuir.

O Sócrates foi certamente uma desgraça que aconteceu a este país, mas estes que lá estão agora são uma catástrofe bem pior. Pinóquios foram e são todos.

PS: Aproveito para dizer que o regresso do  “engenheiro” é para este blog uma boa notícia pois é um personagem maravilhoso para fazer bonecos.

29
Jan
13

E a eles ninguém restrutura?

paulo portas miguel relvas passos coelho 3 pateteas na tv

 

Tinha feito este boneco para escrever um texto sobre a privatização da RTP agora transformada em reestruturação ou seja despedimentos. Para isso o dinheiro não falta e já há 42 milhões disponíveis para tornar dispensáveis a vida de mais umas centenas de pessoas. Queria escrever mas estou com tanto sono que já não vejo nada (é publicado de dia mas isto é sempre feito de noite). Vou dormir e que se lixe o Portas, Relvas, Passos e essa corja todos. Hoje safam-se de lhes chamar mais uns nomes, mas ainda aproveito para mais alguns; bandalhos, gatunos, vendidos, aldrabões, mentirosos, hipócritas, etc, etc, etc.

19
Dez
12

Uma coisa que não é coisa nenhuma

antonio jose seguro tocador de flauta

Hoje não sei porquê apetecia-me fazer alguém ou alguma coisa que não servisse para nada. Mal cheguei ao computador, embora personagens irrelevantes não faltem por aí,  foi fácil decidir, só podia ser o António José Seguro, que sem saber como um dia destes ainda chega a Primeiro-ministro sem nada fazer por isso ou o merecer. Num país em que o poder é uma exercício de alterne, em que a comunicação social, pertença dos grandes grupos económicos e ao seu serviço, condicionam a liberdade e a democracia com mentiras e enganos, as ditas alternativas não passam de meros piões no jogo do sistema, nada é muito difícil prever. Ao Seguro, um mais um Jotinha, parece bastar-lhe sentar-se e calmamente esperar que o governo lhe caia nas mãos. Claro que há sempre o perigo, se deixar que os aldrabões que nos governam se aguentem por lá, de que no PS alguém se impaciente ou seja mordido pelo bichinho do poder e lhe puxe o tapete debaixo dos pés. Para sua sorte o António Costa parece preferir ir directamente para o lugar do Sr. Silva sem passar pelo governo.

A pergunta que me vem à cabeça é se ainda não será desta que vamos acordar e perceber que toda esta gente que se alimenta do sistema não é realmente uma alternativa séria. Só com uma mudança real, recusando mais do mesmo, exigindo uma real democracia mais directa e participativa e a recusa de participar nos jogos dos mercados especuladores que nos controlam com dividas forjadas para nos roubarem direitos e a própria dignidade como pessoas, podemos ter esperança. Até quando vamos continuar a aceitar ser condicionados e enganados por esta gente?

15
Dez
12

miguel relvas privatizacoes hospedeira

Numa altura em que se fala de privatizações quem surge sempre à cabeça é o Miguel Relvas. Aliás sempre que se fala de coisas meio obscuras, onde nada é claro e muita coisa é feita por debaixo da mesa o nome do Relvas aparece sempre. O homem está metido em todo o lado, secretas, comunicação social e claro no roubo em que o que é de todos nós está a ser vendido ao desbarato aos amigos isto sem olhar mais para trás e para a licenciatura, viagens fantasmas de deputados, etc, etc. A presença deste traste no governo do país é uma vergonha e mostra bem o estado da nossa democracia. Tenho nojo de tudo isto e indignação por ver que é possível tudo acontecer e nada ser feito para acabar com a pouca vergonha. Se de Belém não se pode esperar nada de um povo a ser atirado para a miséria esperava-se uma maior reacção. Espera-se, espera-se e ou isto rebenta de vez ou desespera-se.




Indignados Lisboa
Maio 2019
S T Q Q S S D
« Jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Blog Stats

  • 711.190 hits

Anúncios

%d bloggers like this: