Archive for the 'Crise' Category



09
Jul
13

O Programa cautelar

durão barroso programa cautelar

Onde é que eu já vi este filme. Para muitos um segundo resgate já era inevitável o que inevitavelmente iria trazer mais austeridade mas também a queda deste governo. O enredo é sempre o mesmo. Começámos por justificar fazer sacrifícios e estar sob a pata da Troika com soberania limitada  por estarmos sob um resgate. Afinal parece que um segundo resgate seria necessário e a pata da Troika, a austeridade e a perda de soberania continuariam, mas vindo do nada o segundo resgate transforma-se em Programa Cautelar. Ai que suspiro de alivio que se ouve quando nos vêm dizer que é outra coisa diferente. O que ainda não dizem é que seja resgate ou programa cautelar o que se vai manter é austeridade, pata dos mercados e perda de soberania. Na realidade é a mesma coisa com outro nome e assim salva-se o governo de eleições e engana-se o pagode.

25
Jun
13

O Bom filho, de qualquer coisa, a casa torna

joao coutinho passos coelho cgd milhoes

João Coutinho vai regressar à comissão executiva da Caixa Geral de Depósitos, de onde saiu há dez anos com uma indemnização de mais de meio milhão de euros, por indicação do Governo.

Como bem dizem os sacrifícios são para todos e repartido com equidade. Estou certo que isto se enquadra perfeitamente nesse conceito e na clareza de procedimentos que o Sr. Silva de Boliqueime diz Portugal ser um exemplo. Bom seria saber quantos anos esteve o homem na CGD antes, quanto ganhou enquanto lá esteve e já agora quanto vai ganhar agora. Ai esta crise realmente é um espectáculo, não para os que passam fome e vivem na miséria que cada vez são mais, mas para esses esta-se o governo e esta escumalha toda borrifando.

11
Jun
13

Portugal a saldos

dilma rousseff goes shopping in Portugal

Desta vez foi o Brasil, mas já outros países vieram aos saldos em Portugal. Da China a Angola passando pela Alemanha todos vêm abocanhar o que de bom tínhamos por cá. A estratégia é sempre a mesma e já foi utilizada um pouco por todo o mundo. Compram-se governantes para que façam dívida pública em projectos faraónicos que, de projectos rentáveis se transformam em elefantes brancos. Expo, estádios, estradas, centros culturais, museus, barragens, grandes eventos, tudo serve. Quando a dívida já tem o tamanho desejado, corta-se o crédito e aumentam-se os juros tornando impossível  ao país o poder pagar o que deve. Agora, mandam-se os carrascos do FMI, no nosso caso no formato TROIKA porque a Europa também desejou participar no repasto, e exige-se que tudo o que tenha algum valor seja vendido ao desbarato enquanto a pobreza se torna paisagem. É então que os abutres poisam na Portela e uns levam a EDP, outros a TAP, ou as Águas, estaleiros, comunicações, tudo o que seja lucrativo. O Estado é destruído e enquanto houver um euro para saquear não se vão embora. Quando o fizerem só deixarão pobreza, miséria e um país devastado. Ainda pensam que esta dívida pode e deve ser paga?

07
Jun
13

A nova Aljubarrota

freitas do amaral aljubarrota 2013

Freitas do Amaral disse que a actual situação no país só em comparável com a crise de 1383-85, que Aljubarrota resolveu, e com o domínio dos Filipes de Espanha, já que “está em causa a independência nacional”.

Então que se convoque a Padeira, selem-se os cavalos e vamos a isso contra as Merkles da Europa.

25
Maio
13

A Tasca da Assembleia da Republica

assunçao esteves casa de pasto ar

Um jornalista tomou pequeno-almoço, almoçou, lanchou, jantou, e apanhou uma bebedeira por apenas 13,30 € no Bar/Restaurante da Assembleia da República.
A propósito de uma tabela de preços do bar da AR (Assembleia da República), postada ontem na página do facebook da Maior Tv, um comentário de um dos nossos leitores lançou-me o desafio. Escreveu ele: “gostava era de saber como é que ainda há pessoas que acreditam nisto!!!! Percam tempo com coisas concretas e inventem menos!!”
Pois bem, seguindo o conselho deste nosso leitor, vamos então “perder” um pouco do nosso tempo com coisas sérias.
Consta do Orçamento da AR para este ano (publicado em Diário da República) a rubrica: “Serviços de restaurante, refeitório e cafetaria – 960.850,00” (quase 1 milhão de euros). Prevendo-se a receita de 260 mil euros proveniente da venda de senhas de refeição. Isto é: tendo em conta o preço de custo, as receitas não ultrapassam os 30 por cento, o que equivale a uma venda abaixo de custo na ordem dos 70 por cento.
Mas pior do que isto, é o facto de ser o povo português a pagar a diferença que existe entre os 260 mil e os 960 mil euros.
Para que não restem dúvidas, o povo português paga cerca de 700 mil euros/ano para que os deputados da AR comam e bebam do melhor.
Segundo o caderno de encargos, no refeitório terá de ser servido:
Sopa: normal e dieta (obrigatoriamente elaborada com base em vegetais frescos e/ou congelados, sendo proibido o uso de bases pré-preparadas. São admissíveis sopas com elementos proteicos uma vez por semana – sopa de peixe, canja de galinha, etc.).
Carne, peixe, dieta, opção, Bitoque. Pão, integral ou de mistura; Salada; Sobremesas incluindo, no mínimo, 4 variedades de fruta e 4 de doces/bolos/sorvete, além de maçã assada e salada de frutas.
Exige ainda o caderno de encargos, uma mesa com complementos frios (saladas), com no mínimo 8 variedades entre as quais se incluem, obrigatoriamente, tomate, alface e cenoura, além de molhos e temperos variados.
Uma mesa com um prato vegetariano e mais 4 componentes quentes vegetarianos (cereais, leguminosas e legumes).
Sobre os ingredientes é exigido o seguinte:
Café: “O café para serviço nas Cafetarias deverá ser de 1ª qualidade, em grão para moagem local, observando lotes que incluam um mínimo de 50% de “arábica” na sua composição”.
Bacalhau: “O Bacalhau deverá ser obrigatoriamente da espécie Cod Gadusm morhua. Pode apresentar-se seco para demolha, fresco ou demolhado ultracongelado, observando-se como tamanho mínimo 1 Kg (“crescido”), para confecções prevendo “desfiados” (à Brás, com natas ou similares) ou 2 Kg (“graúdo”) para confecções “à posta”.
Carnes de Aves: “Peru (inteiro em carcaças limpas com peso superior a 5 Kg, coxas, bifes obtidos exclusivamente por corte dos músculos peitorais). Frango (inteiro em carcaças limpas com peso aproximado 1,2 Kg, coxas e antecoxas, bifes obtidos exclusivamente por corte dos músculos peitorais).
Agora vamos aos preços
Um jornalista meu amigo tomou pequeno-almoço, almoçou, lanchou, jantou, e apanhou uma bebedeira por apenas 13,30 € no Bar/Restaurante da AR.
Recorde-se que as refeições escolares no ensino básico atingem os 3,80 euros. O jornalista comparou os preços do bar da Assembleia da República frequentado por deputados e ministros, e ficou abismado.
Eram 8 da manhã. O jornalista pediu um café e um bolo de arroz, afim de tomar o pequeno-almoço, tendo pago 15 cêntimos, 5 do café e 10 do bolo.
Vendo ali “mama da grossa”, o jornalista bebeu 10 (Dez), repito 10 minis, tendo pago apenas 1 euro, (pois cada mini custa apenas 10 Cêntimos)!
A meio da manhã, o jornalista “mamou” um gin Bombay Sapphire (1,65 euros), e já perto do Almoço um vodka Eristoff (1,50 euros), para abrir o apetite.
Ao almoço, o jornalista comeu gambas, camarão tigre, lavagante, sapateira, queijo da Serra, presunto de Barrancos, garoupa e bife do lombo, regado com Palácio da Bacalhoa, por 3 euros!
Depois e para rematar um whisky Famous Grouse, que custou (2 euros).
Já de tarde solicitou uma garrafa de champanhe Krug (3 euros a garrafa) e caviar beluga (1 euro).
O jornalista passou a tarde no bar da AR, rodeado das deputadas Rita Rato (PCP), Francisca Almeida (PSD), Ana Drago e Marisa Matias do (BE).
Assim, por tudo isto, o meu amigo jornalista gastou qualquer coisa como13,30 €uros, num pequeno-almoço, almoço de marisco, com entradas de queijo da serra, presunto e caviar, com vinho do Palácio da Bacalhoa, e pelo meio alternadamente bebeu whisky, vodka e gin, rematando com champanhe Krug.
Obviamente saiu com uma piela de caixão à cova, mas que foi barato lá isso foi…
Agora sim, acabamos de perder um pouco do nosso tempo com coisas sérias.
Vítor Santos

24
Maio
13

Gaspar, o louco

vitor gaspar completamente louco

 Ontem, passei por um rádio onde falava o Vitor Gaspar que fazia um balanço daquilo a que chamava de programa de ajustamento. Se não vivesse aqui ou se fosse totalmente alucinado acreditaria que tudo está a correr extremamente bem. As medidas de austeridade necessárias da fase um e depois mais não sei o quê da fase dois do programa, mais os bancos a fase três, a quatro e sei lá que mais. Tudo uma maravilha, tudo a correr de uma forma perfeita. Agora vem mais a fase dos mercados e a do investimento. Há 4 meses batemos no fundo dos infernos mas agora já caminhamos para o paraíso. Tudo isto seria lindo se os números não fossem o que são. Ainda hoje se soube que o défice se agravou em mais de mil milhões só de Março para Abril, a nossa dívida externa nunca foi tão alta em relação ao PIB que nunca foi tão baixo. Até as exportações sofrem quedas e não fosse os portugueses e a economia estarem de tanga e não poderem importar nada lá se ia a balança de transacções, a recessão afunda e o desemprego acelera.  A miséria já se tornou paisagem e não há uma previsão do governo que não se mostre errada e sempre para pior.
Onde vai o Gaspar buscar todo este optimismo e satisfação? Só pode ser à loucura, não de acreditar no que diz pois sabe muito bem que só os seus donos estão satisfeitos, mas de acreditar que nós acreditamos no que diz. Interne-se o animal, não num manicómio mas sim na mais profunda masmorra como criminoso e traidor que é. Ele e toda a a corja que o apoia na sua loucura.

 

10
Maio
13

Realidade, o azeite da política, vem sempre ao de cima

vitor gaspar afundar final

De acordo com os dados publicados nesta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de desemprego passou de 16,9% no final de 2012 para 17,7% no primeiro trimestre deste ano, um novo máximo histórico em Portugal.  Só com origem no sector da agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca aumentou 53,1% nos primeiros três meses do ano, face ao trimestre anterior.
Pelo segundo mês consecutivo, a saída de bens nacionais para o estrangeiro está em queda. Em Março, e quando comparado com o mesmo mês do ano passado, as exportações nacionais caíram 2,8%, de acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística. Já em Fevereiro as exportações caíram 2,6% em relação ao mesmo período de 2012.

E podíamos continuar por ai fora que de número em número nada parece melhorar, da recessão ao valor da divida externa. O que é mau sobe, o que é bom desce. Este é o resultado das politicas deste governo e da Troika, mas nada muda a não ser os sacrifícios que nos impõem que todos os dias aumentam.
O Gaspar é doido e obcecado, o Coelho é parvo e teimoso e o Cavaco anormal e cobarde. Uma combinação de gentinha reles e canalha que só podia dar mau resultado como se vê. Eles afundam o país e tal como no Titanic, a primeira classe embarca nos salva vidas e os outros vão ao fundo.

09
Maio
13

Um filme para esta semana

vitor gaspar passos coelho cavaco silva os amantes passageiros

Tirando os chulos que se andam a mamar na teta do poder, como o no0vo Secretário de Estado que aceitou entrar no governo uma semana depois de o ter publicamente considerado um desastre nacional, estes devem ser os únicos três personagens que verdadeiramente acreditam, que vamos no bom caminho. Mas, olhando para quem são não devemos ficar admirados afinal o destino desejado  deles não é o mesmo do nosso. Nós queremos acabar com a crise, com a destruição do país e coma miséria e cresce todos os dias, eles simplesmente servir os seus donos, o grande capital internacional e os mercados.

08
Maio
13

O coro dos gatunos

Durão Barroso Jean-Claude Juncker von rompuy Angela merkel o coro dos malvados

Um dia destes olhei para uma televisão e lá estava o Cara de Cherne a mandar faladura sei lá onde. O discurso é o mesmo de todos os poderosos, mercados e banqueiros. Ai a crise, ai a Europa, ai o euro, temos de os proteger, temos de os salvar porque senão reinará o caos e a desgraça. Sem o Deus Euro para nos salvar vamos parar ao inferno, sem a divina protecção da Europa estamos condenados ao fogo eterno da fome, miséria, desemprego. Pois é, mas nesse fogo já ardemos nós e nos vemos Gregos assim todo o sul da Europa. Esta gente fala como se numa missa de acção de graças estivessem, mas na verdade é de uma de finados que se trata. Bradamerda…todos.

30
Abr
13

Conselho extraordinário de Piratas

vitor gaspar paulo portas passos coelho alvaro santos pereira piratas

Hoje houve um Conselho de Ministros, ou melhor de saqueadores para aprovarem o Plano Estratégico Nacional para a roubalheira pública, 2013-2017. Quando estou a escrever isto ainda não se conhecem as medidas, mas vão ser mais quatro mil milhões de euros que vão sair dos bolsos do portugueses. Não de todos, que continuará a haver aqueles que vão continuar a passar ao lado das dificuldades. Alguns bons  exemplos tirados das noticias do dia. Os accionistas da REN votam política que pode duplicar remuneração dos gestores. A Galp no primeiro trimestre aumentou os lucros em 51% embora tenha vendido menos gasolina. A Sonae do Belmiro aumentou os lucros em 8%. Só os salários, o nível de vida da grande maioria dos portugueses, o emprego e os direitos sociais e do trabalho é que diminuem e pagam uma divida que não contraíram e que é da responsabilidade dos tais que não sofrem com a austeridade. Esta é a justiça social que apregoam, a repartição das dificuldades de que falam. O raio que os parta se não lhes partirmos nós as trombas primeiro.

26
Abr
13

Vai começar mais um Circo

antonio jose seguro show time

Vai começar o Congresso do PS. Um fim de semana de propaganda e discursos para mostrarem ser uma alternativa que não são. Mentira, são alternativa ao governo mas não às politicas, à austeridade e à obediência aos mercados e ao capital. Eles garantem a continuidade deste sistema porque eles são parte integrante dele. vamos por isso ouvir falar muito de eleições, de alternativas, mas isso em nada muda ou mudará o nosso futuro. A solução tem de ser outra, com uma auditoria independente à dívida, uma união a outros países que como nós estão a sofrer o ataque dos mercados. A Grécia está na mais profunda recessão, o Chipre para lá caminha, a Espanha ultrapassou ontem os seis milhões de desempregados e a França já vai nos três milhões e duzentos mil. isto não vai parar e os direitos vão ser roubados assim como a vida e a dignidade. Se queremos mudar então temos de nos juntar e forçar a alternativa. Como? Posso ter ideias mas não tenho soluções milagrosas, mas uma coisa sei é que todos juntos saberemos encontrá-la e levá-la à prática se para isso houver vontade. Não vou perder um minuto a ver ou a ouvir o Congresso do PS ou o que vão dizer dele, prefiro usar o meu tempo a falar com outras pessoas, a debater ideias, a construir uma alternativa. Amanhã às 15 horas vou estar no largo do Carmo às 15 horas para ouvir falar da divida e da democracia. Porque não aparecem por lá?

P.S. Para quem tenha dúvidas recebi agora de um amigo esta notícia:

PP espanhol retira oxigénio a doentes para cortar na despesa. O Hospital dirigido por Juan Sánchez, deputado do PP e presidente da Comissão de Saúde no parlamento regional, enviou uma carta aos doentes informando-os de que lhes será retirado o equipamento de oxigénio, dado não serem pacientes economicamente rentáveis.

17
Abr
13

O Coelho mau

antonio jose seguro passos coelho o capuchinho rosa e o coelho mau

Primeiro-ministro escreveu uma carta a António José Seguro a solicitar uma reunião com o PS, que tenha como objectivo a “preservação do consenso nacional”. Passos Coelho avisa que não há margem para pedir à troika nova flexibilização do défice e que o calendário é apertado, pois os cortes têm de ser decididos até final do mês.

meus amigos a coisa vai apertar. É que por mais que digam nós somos a Grécia e tudo isto já foi visto. A austeridade a provocar desemprego e miséria, a economia a ser pulverizada e a solução ser a fuga para a frente. Depois do teatro do chumbo do Tribunal Constitucional, mais um acto na preparação do cenário de desculpabilização de inevitável segundo resgate que virá acompanhado de mais desgraças para todos nós. Muitos dizem que já atingimos todos os limites para a austeridade mas muitos estão enganados. Ainda estamos muito longe de estado a que os mercados nos condenaram. veja-se que na Grécia já se fala em nova ajuda e em mais milhares de funcionários públicos despedidos. Na Grécia os desempregados já não têm direito ao seu serviço nacional de saúde. São abandonados à fome e à doença. Nós ainda não chegámos lá mas para lá caminhamos.
A cada dia que passa estamos mais próximos da desgraça e a cada dia que deixarmos passar a mais, mais difícil será travá-la. É que por mais que nos digam que somos Irlandeses o que realmente somos é Gregos.

14
Abr
13

Gente sem vergonha

vitor gaspar the unfair gaspar

Os doentes e os desempregados vão ser os primeiros a sofrer pelas más contas do Governo, que previa 1300 milhões de euros em receitas inconstitucionais. Na reunião do Ecofin, o ministro das Finanças terá apresentado aos congéneres europeus uma solução que passa, em primeira instância, por cortes nos cerca de 419.360 beneficiários de subsídios de desemprego e dos 94.840 beneficiários de subsídios de doença.

Vivemos numa sociedade onde é considerado bom ser-se bem educado. Em principio concordo que não devemos andar por aí a chamar nomes aos outros, mas há momentos em que a indignação se torna tão grande, que o nojo por certas pessoas se torna tão enjoativo que ser bem educado é mandá-los à merda. É que ser-se um filho-da-puta tem limites. Fazem merda, lixam tudo, pior sabem que estão  a fazer merda, sabem que estão a lixar tudo e no fim ainda se vingam e descarregam sobre os mais fracos e os que já vivem em desespero. Estes bandalhos apresentam um orçamento carregado de inconstitucionalidades, acabam a culpar o Tribunal por chumbar essas normas e como retaliação vão bater nos mais fracos, nos que estão mais desprotegidos e com menor capacidade de retaliar, os que vivem na agonia do desemprego ou na doença. Em nenhum momento mostraram a mínima vontade de encontrar receitas ou cortar despesas com bancos, PPP’s, assessores, auditorias ou pareceres. Em nenhum momento se lembraram de olhar para onde o dinheiro não falta. Não, é com os que já vivem no limite da vida, nos que mais necessitam do apoio. É nesses que cortam. Filhos-da puta

09
Abr
13

Loucura

vitor gaspar cavaco silva arrancar dente

O País até pode estar a necessitar de um tratamento que certamente não é este que este governo lhe receitou que só está a matar o doente ainda mais rapidamente. E, poder-se-ia dizer que o erro está só no diagnóstico ou na terapêutica escolhida, mas na realidade esta gente fá-lo propositadamente e pior com prazer e sadismo. O país pode estar com uma cárie, mas não há necessidade de, com prazer,  lhe arrancar o queixo só porque alguns lhe querem ficar com os dentes.

09
Abr
13

A saga continua

vitor gaspar maos de tesoura e a arvor das patacas

Felizmente há algum tempo que me deixei de assistir a noticiários nas nossas televisões por uma questão de sanidade mental, mas hoje, nem sei porquê resolvi sentar-me em frente ao televisor e carregar no botão. Fiquei completamente horrorizado com a campanha a que assisti. Desde a chantagem dos nossos “amigos” europeus que ameaçam cortar com o dinheiro, ao arrebanhar de comentadores, uns para criticarem o Tribunal Constitucional por ter cumprido com a sua função de fazer respeitar a lei inscrita na Constituição,  outros para nos mostrarem já onde o governo vai obrigatoriamente ter de cortar, na saúde, na educação e na segurança social, com a sugestão de milhares de despedimentos na função pública. Eram 2 mil milhões aqui, mais 700 milhões acolá, mais 1500 milhões noutro lado, mais mil milhões por todo lado. Aquilo somado dava muitos milhares de milhões sem haver quem dissesse que o Tribunal Constitucional só cortou 1300 milhões. Se fizerem todos os cortes que foram anunciando vamos ser um país riquíssimo heio de gente sem um pão para comer. É que nos jornais os cortes já se transformam em mais impostos e o IRS para os funcionários públicos vai subir. É um fartar vilanagem. Mas não refilem, tenham medo porque já paira a ameaça de não haver dinheiro para pagar os salários de Abril (a próxima tranche de ajuda só estava prevista chegar em Maio), Este país entrou em loucura e a comunicação social já está a fazer a cabeça das pessoas para a inevitabilidade, para aguentarem e calarem. Ah, e afinal o tal relatório do FMI, a dizer aquilo que o governo pediu para lá vir escrito e que era só um estudo, uma achega ao debate da “refundação do estado” agora já é a Bíblia dos próximos tempos e há que começar a cumprir com os seus mandamentos.  Mais gente para o desemprego, mais cortes nos salários, nos subsídios, aumento das taxas moderadoras, das propinas, dos horários de trabalho, da idade da reforma e sei la´que mais. Ah, e para a semana troika vem de novo a Portugal entregar mais um caderninho de exigências e medidas e quem sabe um segundo resgate. Realmente não somos a Grécia mas alguém me vai ter de explicar a diferença que não seja um ano de atraso na rota da miséria.
O Bastonário da Ordem dos Médicos já veio avisar que se houver mais cortes na saúde há o perigo de começarem a morrer mais gente nos hospitais por falta de condições. A Troika mata e tudo em nome do lucro, dos mercados.

Num país onde o Mexia da EDP ganha 8500 euros por dia e onde o tal bandalho do Ulrich, veio dizer que os portugueses aguentam, a pergunta a fazer. Vamos mesmo aguentar ou vamos dizer basta? vamos ficar parados a assistir a mais esta vergonha? Vamos ficar à espera que alguém se lembre de convocar mais uma manifestação para daqui a uns meses?




Indignados Lisboa
Abril 2021
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Blog Stats

  • 720.497 hits


<span>%d</span> bloggers like this: