Archive for the 'Finanças' Category

03
Out
13

Pobreza masoquista…ou será sádica

cavaco silva a quimera da divida

Surpreende-me que em Portugal existam analistas e até políticos que digam que a dívida pública não é sustentável”, “Só há uma palavra para definir esta atitude: masoquismo”, afirmou o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva.

Claro que é sustentável, fecha-se mais uns hospitais, umas escolas, aumentam-se uns impostos, cortam-se uns salários e umas reformas, (menos as dos políticos e do Banco de Portugal senão o dinheiro não chega para as suas despesas), deixam-se morrer mais uns portugueses de frio e fome e a dívida é mais que sustentável. Até se pode pedir mais emprestado para financiar os seus passeios e os milhões que o Palácio de Belém recebe todos os anos. Sustentabilissima e deixem lá de ser masoquista ou queixinhas. Afinal temos mesmo é de satisfazer os mercados a Merkle a a puta-que-os-pariu-a-todos.

 

01
Out
13

O segundo resgate

pires de lima sapato roto

“Não, não e não, no que depende das famílias e dos cidadãos, no que depende da economia e das suas empresas, no que depende do Governo de Portugal, e creio que de todas as instituições com responsabilidade em Portugal, não haverá segundo resgate para ninguém. O esforço dos portugueses não se pode afundar quando estamos com a praia à vista”, afirmou o ministro António Pires de Lima.

Eu podia esperar mais uns dias para colocar esta afirmação do Pires de Lima quando chegar a noticia do segundo resgate, sempre tinha mais piada. Na realidade se o governo não quer. as famílias não querem, a economia e as empresas pelos vistos não necessitam e todas as instituições dizem Não, não , não e que não haverá resgate para ninguém e porque não vai haver. Mas vai porque quem decide isso não somos nós, são os mercados, os especuladores, os grandes grupos financeiros, os que se estão nas tintas para se morremos todos de fome ou de doença. E são eles que decidem porque quem nos governa trabalha para eles, porque são lacaios dos seus interesses.

“A really efficient totalitarian state would be one in which the all-powerful executive of political bosses and their army of managers control a population of slaves who do not have to be coerced, because they love their servitude.”
― Aldous Huxley, Brave New World

Somos portante um eficiente estado totalitário e enquanto não o substituirmos por um verdadeiramente democrático e livre não temos escolha.   por isso que a vinda ou não do segundo resgate não está nas mãos deste governo, mas está nas nossas, nas de todos nós. Só temos de pesar os prós e os contras e escolher o nosso caminho.

07
Set
13

O Lobo Xavier e os porquinhos mealheiros

lobo xavier paulo portas cavaco silva brinde divida

O polvo Lobo Xavier que anda metido em tudo e em todo o lado, aquela coisa parda que aparece no fundo de qualquer cerimónia ou jantar a segredar ao ouvido de alguém, quando confrontado com o atraso civilizacional que esta politica condena Portugal, destruindo a saúde, a educação e até o respeito e dignidade do ser humano veio defender que há dividas prioritárias e que a divida soberana se sobrepõe a tudo e a todas as outras. Morra-se de fome, de doença, não se paguem as pensões, ordenados, não se cumpram acordos, vale tudo desde que paguemos aos usurários, aos mercados e os que com a sua ganância nos condenam à miséria. Claro que ele faz parte de administrações, de concelhos de gerências, representa interesses poderosos e por isso só defende os seus donos, os que o engordam, mas que em nome do vil metal se esteja cagando para o seu povo, o seu país, a existência das pessoas como seres humanos. e triste. Ainda por cima é um ser seboso. Nojo.

25
Ago
13

Ingenuidade e inocência… uma porra

maria luis albuquerque a inocentezinha

Os papéis de trabalho que serviram de base a cinco dos oito relatórios de auditoria sobre os ‘swaps’ realizados no final de 2008 foram destruídos pela Inspeção-Geral de Finanças (IGF) depois de janeiro 2012, numa altura em que este dossiê já merecia atenção especial dentro do Ministério das Finanças.
O ministério de Maria Luís Albuquerque considera que a destruição respeitou o prazo legal, mas diz que vai apurar “com precisão” as datas da eliminação dos papéis, quem a autorizou e porque aconteceu numa altura em que o problema dos ‘swaps’ estava já identificado.
Quanto ao prazo, o Regulamento Arquivístico da IGF define 20 anos de conservação

Houve tempos em que isto seria considerado grave e rolariam cabeças. Agora tais práticas devem antes gerar promoções para quem tão diligentemente destrói as provas que podiam implicar gente que nos anda a roubar a todos nós. Já não há vergonha nem o mínimo de dignidade nesta gente e, mesmo sabendo que a justiça nunca chega aos que nos governos saqueiam o país, preferem não arriscar. Vivemos tempos tristes governados por gente sem escrúpulos ou moral e onde até continua como Ministra quem se comprova ter mentido no Parlamento. Até quando vamos aceitar isto

09
Jul
13

O Programa cautelar

durão barroso programa cautelar

Onde é que eu já vi este filme. Para muitos um segundo resgate já era inevitável o que inevitavelmente iria trazer mais austeridade mas também a queda deste governo. O enredo é sempre o mesmo. Começámos por justificar fazer sacrifícios e estar sob a pata da Troika com soberania limitada  por estarmos sob um resgate. Afinal parece que um segundo resgate seria necessário e a pata da Troika, a austeridade e a perda de soberania continuariam, mas vindo do nada o segundo resgate transforma-se em Programa Cautelar. Ai que suspiro de alivio que se ouve quando nos vêm dizer que é outra coisa diferente. O que ainda não dizem é que seja resgate ou programa cautelar o que se vai manter é austeridade, pata dos mercados e perda de soberania. Na realidade é a mesma coisa com outro nome e assim salva-se o governo de eleições e engana-se o pagode.

02
Jul
13

Bum Catrapum lá vai o Gaspar

vitor gaspar catrapum

O Vitor Gaspar pediu finalmente a demissão por não se sentir apoiado no governo e mal amado pelos cidadãos. Demorou tempo a perceber, que a inteligência é coisa que por ali parece ser inversamente proporcional à teimosia, mas lá acabou por entender. Valeu por isso a pena todos os protestos que foram feitos, todos os nomes que lhe chamaram. Sai triste como triste está o país que deixa. A diferença é que rapidamente lhe vão arranjar um tacho enquanto mais de um milhão de portugueses vai continuar no desemprego e muitos milhões a viver na pobreza e na miséria num país destruído e sem economia. Triste legado nos deixa. E o pior é que quem o substitui não dá garantias nenhumas de ser melhor. Mesmo assim, vai-te embora Gaspar que não deixas saudades.

01
Jul
13

A Miss Swaps

maria luis albuquerque

Nem deu tempo para podermos sorrir. Chegou a noticia da demissão do Vitor Gaspar e ainda  alegria não nos tinha invadido e já o nome da Miss Swaps, Maria Luís Albuquerque, soou para nos fazer cair na realidade. Sai um bandalho que tinha uma máquina de calcular, pelos vistos avariada, no local onde as pessoas normais têm um coração, para entrar esta coisa que andou a fazer negócios ruinosos para o estado e mesmo assim é recompensada com um cargo de Ministra. Estou certo que a banca respirou de alivio e muito banqueiro já esfrega as mãos de contentamento. O Passos Coelho tem mesmo um ódio de morte aos portugueses e a escolha desta “coisa” para ministra prova-o. É que ainda consegue ser mais feia que o Gaspar embora não concorde com aqueles que dizem que tem cara de cavalo. Os cavalos até são bonitos.

01
Jul
13

O que é isso de centro esquerda?

antonio jose seguro cabeca balao

 Ainda me lembro quando um partido que se dizia do centro era considerado um partido de extrema-direita. E era. O PCP era um partido revolucionário, o PS um partido de esquerda e o PSD, dizia-se social democrata mas agrupava a direita da altura. Hoje, o O PSD e até o CDS dessa altura estaria muito à esquerda do actual PS nas ideias que defendia. Claro que o PS do Mário Soares meteu o socialismo na gaveta mas não foi isso que fez dele um partido do bloco central. E, na realidade, a ideia de esquerda ou direita quase perderam o sentido pois os princípios que as separavam há muito que se esbateram e o revolucionário transformou-se muito mais em evolucionário, o que mesmo assim é bem mais radical que o o evolucionário que se transfigurou em  retrocesso civilizacional com cortes nos direitos e na prática democrática. O capitalismo venceu essa guerra e desembestou pelas sociedades e pelos países marrando à esquerda e à direita trazendo-nos a esta situação. Quando o homem passa a ser uma ferramenta descartavel daquilo que se transformou no objectivo primordial, o dinheiro, algo está de pernas para o ar. Quando o homem criou o dinheiro, a sua função era de ele ser uma ferramenta para servir o homem e não o contrário. O dinheiro serve para comprar bens e serviços e não para comprar homens. Só a reposição dessa ordem natural em que a politica, a economia, o dinheiro forem colocados ao serviço do homem algo poderá realmente mudar e a dignidade como seres humano nos será restituída. Esta deve ser a nossa luta e o nosso objectivo.

29
Jun
13

Ressaca e ….muita azia

vitor gaspar passos coelho paulo portas cavaco silva hangover

 

15
Jun
13

Vitor Gaspar – Confisco

vitor gaspar confisco nota

24
Maio
13

Gaspar, o louco

vitor gaspar completamente louco

 Ontem, passei por um rádio onde falava o Vitor Gaspar que fazia um balanço daquilo a que chamava de programa de ajustamento. Se não vivesse aqui ou se fosse totalmente alucinado acreditaria que tudo está a correr extremamente bem. As medidas de austeridade necessárias da fase um e depois mais não sei o quê da fase dois do programa, mais os bancos a fase três, a quatro e sei lá que mais. Tudo uma maravilha, tudo a correr de uma forma perfeita. Agora vem mais a fase dos mercados e a do investimento. Há 4 meses batemos no fundo dos infernos mas agora já caminhamos para o paraíso. Tudo isto seria lindo se os números não fossem o que são. Ainda hoje se soube que o défice se agravou em mais de mil milhões só de Março para Abril, a nossa dívida externa nunca foi tão alta em relação ao PIB que nunca foi tão baixo. Até as exportações sofrem quedas e não fosse os portugueses e a economia estarem de tanga e não poderem importar nada lá se ia a balança de transacções, a recessão afunda e o desemprego acelera.  A miséria já se tornou paisagem e não há uma previsão do governo que não se mostre errada e sempre para pior.
Onde vai o Gaspar buscar todo este optimismo e satisfação? Só pode ser à loucura, não de acreditar no que diz pois sabe muito bem que só os seus donos estão satisfeitos, mas de acreditar que nós acreditamos no que diz. Interne-se o animal, não num manicómio mas sim na mais profunda masmorra como criminoso e traidor que é. Ele e toda a a corja que o apoia na sua loucura.

 

08
Maio
13

Oh Vitor, vais ao mercado?

vitor gaspar cavaco silva passos coelho peixeira mercados

Grande festa com Portugal a colocar dívida a 10 anos quando se aproxima a data do seu regresso aos mercados.  Isto é, eles fazem a festa e lançam os foguetes mas no fim quem vai apanhar as canas somos todos nós. Afinal o que isto quer dizer é que Portugal se vai poder endividar mais ou seja o governo vai poder ir buscar mais dinheiro sem nos perguntar nada e no fim apresentar-nos a conta para pagarmos. mais dinheiro para depois nos dizerem que vivemos acima das nossas possibilidades, mais austeridade para o pagarmos porque não somos caloteiros mesmo que não tenhamos sido perguntado se o queríamos nem saibamos onde foi gasto e quem no fim ficou mais rico. Só a banca já deve ao BCE 50 mil milhões de euros que mais cedo ou mais tarde acabaremos todos por pagar. Faça-se a festa que Portugal, ou seja todos nós, vai ao mercado para poder fazer mais umas festas para alguns.

01
Maio
13

O baile dos aldrabões

vitor gaspar alvaro santos pereira a danca dos aldraboes

Ontem enquanto numa sala do parlamento o Álvaro dizia que agora é que é, que  a economia vai arrancar a todo o vapor, que se vão criar empregos e tudo vai melhorar na sala ao lado o Vitor Gaspar informava que afinal não são 4 mil milhões mas sim 6 que vão cortar até 2016. A bota não bate com a perdigota e enquanto um avisa o outro faz o discurso que muitos desejam ouvir. Os dois mentem, um porque promete o que sabe não ir acontecer e o outro porque sabe que as suas previsões vão falhar como falharam todas as anteriores. Ambos pertencem a um  governo de gatunos vendidos aos mercados, ambos trabalham para os mesmos donos e ambos um dia deixarão o governo com as suas vidas resolvidas e Outros ocuparão os seus cargos e continuarão o seu trabalho sujo num país entregue nas mãos de especuladores gananciosos.

09
Abr
13

A saga continua

vitor gaspar maos de tesoura e a arvor das patacas

Felizmente há algum tempo que me deixei de assistir a noticiários nas nossas televisões por uma questão de sanidade mental, mas hoje, nem sei porquê resolvi sentar-me em frente ao televisor e carregar no botão. Fiquei completamente horrorizado com a campanha a que assisti. Desde a chantagem dos nossos “amigos” europeus que ameaçam cortar com o dinheiro, ao arrebanhar de comentadores, uns para criticarem o Tribunal Constitucional por ter cumprido com a sua função de fazer respeitar a lei inscrita na Constituição,  outros para nos mostrarem já onde o governo vai obrigatoriamente ter de cortar, na saúde, na educação e na segurança social, com a sugestão de milhares de despedimentos na função pública. Eram 2 mil milhões aqui, mais 700 milhões acolá, mais 1500 milhões noutro lado, mais mil milhões por todo lado. Aquilo somado dava muitos milhares de milhões sem haver quem dissesse que o Tribunal Constitucional só cortou 1300 milhões. Se fizerem todos os cortes que foram anunciando vamos ser um país riquíssimo heio de gente sem um pão para comer. É que nos jornais os cortes já se transformam em mais impostos e o IRS para os funcionários públicos vai subir. É um fartar vilanagem. Mas não refilem, tenham medo porque já paira a ameaça de não haver dinheiro para pagar os salários de Abril (a próxima tranche de ajuda só estava prevista chegar em Maio), Este país entrou em loucura e a comunicação social já está a fazer a cabeça das pessoas para a inevitabilidade, para aguentarem e calarem. Ah, e afinal o tal relatório do FMI, a dizer aquilo que o governo pediu para lá vir escrito e que era só um estudo, uma achega ao debate da “refundação do estado” agora já é a Bíblia dos próximos tempos e há que começar a cumprir com os seus mandamentos.  Mais gente para o desemprego, mais cortes nos salários, nos subsídios, aumento das taxas moderadoras, das propinas, dos horários de trabalho, da idade da reforma e sei la´que mais. Ah, e para a semana troika vem de novo a Portugal entregar mais um caderninho de exigências e medidas e quem sabe um segundo resgate. Realmente não somos a Grécia mas alguém me vai ter de explicar a diferença que não seja um ano de atraso na rota da miséria.
O Bastonário da Ordem dos Médicos já veio avisar que se houver mais cortes na saúde há o perigo de começarem a morrer mais gente nos hospitais por falta de condições. A Troika mata e tudo em nome do lucro, dos mercados.

Num país onde o Mexia da EDP ganha 8500 euros por dia e onde o tal bandalho do Ulrich, veio dizer que os portugueses aguentam, a pergunta a fazer. Vamos mesmo aguentar ou vamos dizer basta? vamos ficar parados a assistir a mais esta vergonha? Vamos ficar à espera que alguém se lembre de convocar mais uma manifestação para daqui a uns meses?

15
Mar
13

Lixo humano

vitor gaspar stinks

E agora como é? Para a Troika está tudo bem e até aceitam que o défice de 6,6% (mais 2.6% que o acordado) em 2012 e nos dão mais uma ano para atingir os 3%. Que se lixe se afinal a recessão não é de 1 mas sim de 3,2% este ano, que a divida externa atinja os 123,7%  e que o desemprego suba até aos 19%. Que se lixem os portugueses se morrerem de fome e que se lixe o país. Isto nas novas previsões do governo que normalmente já mostraram ser optimista passados dois meses com a realidade a ser bem mais terrível.
E agora como é? Este governo não muda uma virgula no rumo que escolheu e já se prepara para acrescentar mais 4 mil milhões à austeridade, despedir 20 mil funcionários públicos, aumentar impostos e baixar o próprio salário mínimo. Que se lixem as pessoas, que se lixe a Constituição, as leis e a democracia que importante mesmo são os bancos e os mercados.
E agora como é? Vamos ficar a chorar-nos nos sofá lá de casa (quem ainda tem casa), a chamar nomes aos governantes nas conversas de cafés ou vamos realmente fazer alguma coisa que possa mudar isto. Só vindo para a rua, ocupando-a, exigindo a demissão deste governo e a responsabilização de todos os que nos colocaram nesta situação, exigindo tolerância zero para a corrupção, suspendendo a dívida até ser feita uma auditoria independente que anule a sua parte suja e usurária, Exigindo mais democracia, que sejamos escutados nas decisões mais importantes e um maior controlo sobre os governantes assim como o direito a revogar o seu cargo a qualquer altura do mandato, Só quando assumirmos a responsabilidade pela condução da nossa vida e do nosso destino isto pode mudar. De que estamos á espera?




Indignados Lisboa
Julho 2020
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Blog Stats

  • 716.685 hits


%d bloggers like this: