Archive for the 'Memória' Category

08
Nov
13

Durão o aldrabão

durão barrosos passops coelhopaulo portas durao de bruxelas

Durão Barroso garantiu que “A Comissão Europeia reconhece ao Tribunal Constitucional português como ao tribunal constitucional de qualquer país, o direito  – mais, o dever – de verificar se as normas adoptadas [pelos parlamentos] são ou não compatíveis com a respectiva Constituição”. “O que a Comissão Europeia tem o dever de fazer é, isso, sim, salientar aquelas que podem ser as implicações de determinadas decisões”, sublinhou. O que significa que se o TC considerar inconstitucionais “as principais medidas [do Orçamento do Estado] que a Assembleia da República aprovou ou vai aprovar, então isso poderá sem dúvida colocar em causa o regresso de Portugal aos mercados na data prevista. Isto é para nós uma evidência”, vincou. Se isso acontecer, disse ainda o presidente da Comissão, “Portugal terá de substituir essas medidas por outras medidas (…) provavelmente mais gravosas e medidas que provavelmente terão um efeito mais negativo em termos de crescimento e emprego. Essa é a análise unânime feita pela Comissão Europeia, pelo Banco Central Europeu, pelo Fundo Monetário Internacional e pelos países da zona euro”, justificou. Bruxelas tem um “respeito absoluto pelas decisões do TC” mas “ao mesmo tempo, temos de dizer que as decisões têm consequências”, insistiu.

Então esta besta diz que nunca pressionou nem pressionará o Tribunal Constitucional mas depois passa o resto da conferencia de imprensa a fazer isso mesmo. Se chumbam as medidas não cumprem o memorando e não há mais dinheiro, prejudicam a economia e o emprego, blá, bla blá. Este gente tem mesmo cara de pau e são tão merdosos que nem o seu país respeitam. Gananciosos que pensam que estão a falar com mentecaptos. Da próxima vez que pusesse o pé em Portugal deveria ser imediatamente detido e julgado por traição ao seu país, aos direitos dos cidadãos e por gatuno, corrupto e aldrabão. Bandalho.

06
Nov
13

Os senhores do Apocalipse

passos coelho paulo portas cavaco silva durao barrosos liga de gentlemens

Curiosamente há dias em que Portugal não é a Grécia, vivemos um milagre econômico, tudo está a correr bem e o Sol já brilha ali no horizonte para no dia seguinte  nos dizerem que são precisos mais não sei quanto milhares de milhões, mais austeridade, mais cortes nos salários e pensões, mais pobreza para cumprir com as metas traçadas pelos nossos credores. No meio de tudo isto o que sobra mesmo é a realidade e essa é bem triste, com a miséria a alastrar por todo o lado. Culpado há e aparecem com frequência a debitar alarvidades e mentiras nas televisões mas infelizmente o que existe é uma realidade em que para além de ninguém lhes cobrar essas responsabilidades pouco ou nada fazem para os correr de lá. Pagamos todos e a que preço.

05
Nov
13

Nuno Cratino

nuno crato fome

 

 

Nas declarações proferidas, ontem Nuno Crato sublinhou, que o corte nas despesas do Estado não é suficiente para «pôr as contas [do país] em ordem» e que ainda vão ser necessários mais alguns «sacrifícios», mas isso irá permitir «transformar Portugal num país competitivo». «Teríamos de trabalhar mais de um ano sem comer, sem utilizar transportes, sem gastar absolutamente nada só para pagar a dívida», garantiu o ministro, sublinhando que não há forma de pôr a economia a crescer «sem se sair primeiro deste beco».
Que ele diga estas alarvidades já não estranhamos mas o que é triste nisto tudo é que se tenha sequer lembrado de fazer contas para saber considerar essa possibilidade. E, felizmente, esse cenário é impossível na sua totalidade, não por razões morais que se lhe conheçam, mas porque iria precisar de quem trabalha para gerar a riqueza que paga a roubalheira. Muito provavelmente até pensou que tinha encontrado a solução, corta-se na comida e transportes a todos e num ápice resolvemos o problema, e terá sido um dos seus motoristas ou lacaios que lhe deve ter chamado a atenção que quem não come morre e se morre não pode trabalhar. Colocar sequer a questão, lembrar-se sequer da ideia é já por si a demonstração da imbecilidade e falta de princípios deste personagem saído de um qualquer inferno e para onde espero que volte rapidamente. Vá de retro Demo Crato.

23
Out
13

Os obscuros tuneis deste governo

maria luis albuquerque paulo portas passos coelho fim do tunel

Lembro-me de ouvir o Passos Coelho referir em 2011 que em 2012 já iríamos ver os sinais da retoma, ele e mais uma cambada em que se inclui o Sr. Silva a dizerem em 2012 que em 2013 já se via ao luz ao fundo do túnel e já seria possível abrandar a austeridade e agora que estamos em 2013 já se apontam para grandes melhorias em 2014 e a ministra até fala de redução de impostos para 2015. Até lá não que ainda estamos no processo de ajustamento e a cumprir com o resgate da Troika mas depois o Sol brilhará. Não dizem é que tudo está a falhar, a divida bate recordes, os juros nos mercados continuam altos, a economia contrai, o défice não há maneira de ser atingido sem recurso a medidas extraordinárias e, se em 2014 a meta são os 4% em 2015 são 2.5% e por ai fora. A juntar a isto teremos o inevitável novo resgate (ou programa cautelar como agora lhe querem chamar) que vai obrigar a mais e mais austeridade.

Esta canalha toda do Presidente, a todos os ministros do governo, dos grupos parlamentares da maioria e os seus apaniguados, faltando claro os senhores do capital que são os seus donos, todos mentem, enganam e trafulham. São aldrabões e de mentira em mentira lá vão sacando os recursos e a vida ao país e a todos nós. Perante o não há alternativas só lhes podemos fornecer um outro não há alternativas que não seja correr com eles e quanto mais cedo melhor.

10
Out
13

Serenata orçamental

passos coelho tocador de alaude

Há dias em que ando à procura de uma imagem para fazer um boneco para falar de um determinado assunto e encontramos outra que nos chama e à qual não resistimos. Há vezes  em que a guardo para fazer no futuro outras faço logo, como foi o caso desta. Não serve muito bem o que ia falar mas temos de nos adaptar às circunstancias. Afinal o que eu queria fazer era um aviso para não gastarem já a contar com o subsidio de Natal porque até à data do seu pagamento ainda falta um mês e meio e, com orçamentos rectificativo a caminho, nunca se sabe. No meio das cantorias da entrevista de ontem, onde não ia para dizer nada daquilo que pretende fazer, fiquei ainda mais com a ideia de quem vem ai mais um temporal a juntar aos crimes já cometidos contra este país e quem cá vive. A função pública, reformados e direitos sociais já se sabe que vão ser cortados a direito falta agora saber que outras malfeitorias virão a caminho. Preparem-se para ir para a rua contestar, mas por favor não nos fiquemos por simples manifestações, que por maior que sejam, se não tiverem continuidade nada resolvem. Insisto na necessidade de debater alternativas, (um bom exemplo com o Debate do grupo “Democracia e Dívida” no dia 15, dia da entrega do orçamento em frente à Assembleia da Republica pelas 18 horas) mas sobretudo da necessidade da ocupação do espaço público. Manter-nos na rua o tempo que for necessário até esta escumalha ter de fugir. Exigir respeito pela dignidade deste país e deste povo, exigir o fim da fome e da miséria, a responsabilização de todos os que andaram a engordar à nossa custa com aldrabices, swaps, submarinos,  BPN’s e sei lá que mais. Foram muitos milhares de milhões que todos somados fariam com que não existisse nem crise nem dívida. Ou lutamos a sério e mostramos que não vamos aceitar menos que isto ou então não temos futuro que não passe pela pobreza e trabalho sem direitos. Pensem nisso quando ficarem em casa e não lutarem pelas vossas vidas. Afinal só depende de nós mudarmos ou não o nosso futuro e o dos nossos filhos.

09
Out
13

Rui Machete no Parlamento…para lamentar

rui machete comissao paralamentar

Vitima, competente, pronto umas frases infelizes e uns esquecimentos de quem afinal só tinha 0,01% da SLN e na entrevista em Angola só queria pedir desculpa pelas fugas de informação nos processos, isso sim um crime muito grave. Nem sequer foi necessário falar dos dinheiros em que era pago em Seguros de Saúde em offshores para fugir ao fisco para percebermos que o homem é de uma honestidade a toda a prova e que tudo o que fez foi a bem da nação e das boas relações. Ainda hesitei se deveria fazê-lo de anjinho mas resolvi que de palhaço ficava muito melhor e um boneco mais realista.

08
Out
13

Coisas de um bobo da corte

cavaco silva bobo do reteorno

Afinal o meu afastamento do blog e dos bonecos não foi assim tão longo como poderia ter acontecido. Este governo achou que não resistiria à imagem de um deficiente deitado numa cama a fazer greve de fome em frente daquela que devia ser a casa da democracia e da vontade dos cidadãos e por isso lá fez umas promessas que, quer sejam verdades ou mais mentiras, para resolver o problema. Assim aqui estou eu outra vez e para começar nada melhor que o Bobo-mor, que no Dia da Republica resolveu afirmar que os Portugueses são todos iguais e não os há de primeira e de segunda. Isto dito pelo homem que escolheu para seu Conselheiro de Estado um criminoso, que apoia um governo que está a fazer alguns, poucos, muito ricos e milhões de muito pobres, impede a sua queda, que apesar das suspeitas de trafulhice diz que está para nascer alguém mais honesto que ele, que diz que nunca tem dúvidas e raramente se engana, que desrespeita o seu juramento solene de que cumprir e fazer cumprir a Constituição, que foi Primeiro-Ministro dos governos do BPN, BPP, do Oliveira e Costa, do Pires de Lima, do Dias Loureiro, dos grandes grupos económicos da destruição do nossa industria e pescas e que agora como Presidente diz que o dinheiro das suas reformas quase não chega para as suas despesas. Pareceu-me adequado.

07
Out
13

O caldo entornado

durao barroso palhaco triste bw

O regresso de Portugal aos mercados está pendente da capacidade de “cumprir os passos que estão previstos” nas reformas delineadas pela troika na oitava e nova avaliações. O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, salienta que o recado é válido para “todos”, incluindo o Tribunal Constitucional. “É obvio que Portugal tem de fazer um esforço como Estado, não se pode pedir apenas responsabilidade do Governo – é responsabilidade de todos órgãos de soberania e da sociedade no seu conjunto.” A instabilidade social e a “falta de determinação”, disse, representam “um risco político” a ter em consideração. ” A instabilidade leva à insegurança junto dos investidores e quem paga é o país credor que vê reduzidas as fontes de financiamento. “Quando as pessoas começam a duvidar, começam a vender dívida pública portuguesa, os juros começam a aumentar e lá temos outra vez o caldo entornado.”

 
É verdade que não estamos a falar de um ser humano mas de um bicho fedorento, de um sabujo que trocou o seu país pelo luxossito bacoco de um lugar de Presidente da Comissão Europeia, que se vendeu por cagança e um bocadinho de poder. Vendido até à medula ao grande capital, aos Senhores da Nova Ordem Mundial, este bandalho e traidor vem agora com falinhas mansas chantagear o país e os seu orgãos de soberania. Ameaça o Tribunal Constitucional, e todos nós. Ou obedecemos , ou calamos, ou nem refilamos ou mostramos muita  subserviência e aceitamos tudo o que querem ou temos o caldo entornado.

Pois eu digo-lha já que meta os seus mercados e os juros no cu, que entorne o caldo pelo seu focinho abaixo que não precisamos dele para nada. Reconquistemos a nossa soberania e a nossa dignidade mandando-o à merda. Este é um ser rastejante do mais indigno que existe e só merece os nosso desprezo e que todos os portugueses lhe escarrem em cima.

06
Out
13

E tu onde vais estar na Segunda-feira?

passos coelho paulo portas carniceiros pensoes

A somar aos cortes já previstos nas pensões agora vão também cortar nas pensões de sobrevivência. Acabou a campanha e agora não há dia em que as medidas do próximo orçamento não nos comecem a cair em cima em catadupa. Era de esperar e espero que agora finalmente se perceba que todo este folclore, a tão proclamada derrota do PSD, as vitórias pifias do PS e do PCP nada alterou. Vão continuar os cortes nos direitos, na dignidade e na vida de todos nós enquanto para os poderosos e para os mercados o banquete vai continuar.
E nós não fazemos nada?
Vamos continuar a dedilhar nos computadores a nossa zanga e frustração, vamos continuar a chamar-lhes filhos da puta quando falamos com os nossos vizinhos e, alguns, os mais aguerridos, esperar para a ir ás grandes manifestações marcadas pelos donos do protesto social? Vamos, qual maratona em dia de festa, atravessar a ponte no dia 19 com a CGTP e depois, loucura total, logo na semana seguinte desfilar no cortejo do Que se Lixe a Troika? É essa a nossa grande luta que vai mudar esta merda toda?

A mim parecia-me normal que já estivéssemos todos na rua, a ocupar o espaço público afirmando a nossa posse sobre este país, dizendo que não aceitamos e exigindo a mudança. Não basta mudar as caras, temos que mudar tudo, o objecto das politicas transferindo-o da criação de dinheiro para colocar as pessoas como a razão principal da politica.

Amanhã (segunda feira) um deficiente tetraplégico vai iniciar uma greve de fome à Porta da Assembleia da Republica e vai ficar enquanto lhe for humanamente possível para alertar o poder das dificuldades porque estão a passar todos os deficientes ( https://www.facebook.com/events/311102049032018/). E nós, que não temos as suas dificuldades muito provavelmente viremos para casa jantar, sentar-nos em frente à televisão a ouvir todas aquelas patacuadas e depois iremos, de escrevermos por aqui algumas frases indignadas contra os bandalhos do governo, dormir nos nossos confortáveis colchões.

Pois se estão indignados porque não nos juntamos a este homem que vai sofrer em nome de outros, porque não vamos também para São bento e lhe fazemos companhia e lhe damos o apoio que ele necessita. Porque não ficamos lá de noite e de dia. Vocês não sei, mas eu amanha mal termine o meu trabalho vou para lá e lá ficarei a té ter de voltar para o trabalho no dia seguinte e isto durante os dias que for necessário. Pouca diferença farei, mas se formos muitos, se nos juntássemos aos milhares por lá e ocupássemos aquela praça. Somos assim tão comodistas, cobardes e resignados que vamos encontrar todas as desculpas do mundo para não o fazer? Para mim basta e vou. Quem desejar que se encontre lá comigo.

06
Out
13

Um Machete vergonhoso

rui machete jose eduardo dos santos pedir desculpa por investigar crimes

Rui Machete pediu desculpas diplomáticas a Angola pelos processos que correm contra altos nomes da diplomacia angolana. “Tanto quanto sei, não há nada substancialmente digno de relevo, e que permita entender que alguma coisa estaria mal, para além do preenchimento dos formulários e de coisas burocráticas e, naturalmente, informar às autoridades de Angola pedindo, diplomaticamente, desculpa, por uma coisa que, realmente, não está na nossa mão evitar”, declarou o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros Rui Machete

Quando este bandalho chegou ao governo fui logo invadido pela ideia triste de que era mais um daqueles cinzentões que não me ia dar muitas oportunidades para fazer bonecos. Ia andar lá por fora a comer uma jantaradas e a visitar uns amigos e pouco o veríamos. Mas não, afinal mostrou ser uma mina de trafulhices e disparates. Começou com a sua ligação ao BPN, passou por mentir no parlamento quando disse que nunca tinha tido acções da SLN e pelas trafulhices que fez quando recebia os pagamentos da SLN em seguros de saúde via offshores para fugir aos impostos e culmina agora com o esta vergonhosa afirmação, com este desrespeito total pela justiça, com este baixar das calças perante a corrupção angolana. Este fulano é uma vergonha total, é aldrabão, mentiroso, hipócrita e, nem sei que outros nomes lhe chame que honrem a sua sabugisse. Mas os seu Primeiro Ministro passa por tudo isto reiterando-lhe a sua confiança e considerando que foi só uma frase infeliz. Outros, ai, cuidado não estraguem as relações com Angola. Que vão todos á merda. O Machete devia estar a ser investigado por todas as trafulhices, fugas a impostos e sei lá que mais e quanto a negócios com ditaduras onde a corrupção é a lei quero que se lixem.

04
Out
13

Cidadão exemplar

rui machete gangster e cidadao

Rui Machete, à época presidente do Conselho Superior da SLN, terá sido pago nessa qualidade, recebendo por presença em cada reunião mais de mil euros, através de uma das principais sociedades offshore do grupo BPN, a Jared Finance.
O esquema montado pelo grupo de Oliveira Costa passava por transformar esse capital em seguros de vida, fugindo assim às Finanças. O dinheiro das apólices era depois levantado com direito a juros.
O actual ministro dos Negócios Estrangeiros e os outros membros do Conselho Superior foram, naquelas datas, pagos em espécie, através deste mecanismo constituído em seu nome na Real Vida Seguros, pertencente ao grupo.

Mentiroso quando disse que nunca tinha tido acções da SLN no Parlamento, trafulha e agora Ministro. Um percurso limpinho, limpinho, de quem nos exige sacrifícios e nos fala de moral. Um cidadão exemplar sem dúvida. E o pior é que este esquema não foi só utilizado no BPN, nas grandes empresas onde os grandes moralistas, os que nos falam da necessidade de pagar a dívida, de reduzir salários, de fazer sacrifícios, os pagamentos por debaixo da mesa são coisa comum. Bandalhos.  Morre tanta gente que faz falta.

04
Out
13

Santissima Insanidade

paulo Portas maria luis albuquerque carlos moedas santissima trindade

Com o Paulinho a negociar com a Troika, não há boas noticias mas as más ficam adiadas para o Orçamento. Quem o ouviu tinha salvo os velhinhos, os pobrezinhos e o país de sacrifícios e da bancarrota. As más noticias que dali saíram, as exigências da Troika, essas virão no orçamento e a culpa será do Paços Coelho.

03
Out
13

Pobreza masoquista…ou será sádica

cavaco silva a quimera da divida

Surpreende-me que em Portugal existam analistas e até políticos que digam que a dívida pública não é sustentável”, “Só há uma palavra para definir esta atitude: masoquismo”, afirmou o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva.

Claro que é sustentável, fecha-se mais uns hospitais, umas escolas, aumentam-se uns impostos, cortam-se uns salários e umas reformas, (menos as dos políticos e do Banco de Portugal senão o dinheiro não chega para as suas despesas), deixam-se morrer mais uns portugueses de frio e fome e a dívida é mais que sustentável. Até se pode pedir mais emprestado para financiar os seus passeios e os milhões que o Palácio de Belém recebe todos os anos. Sustentabilissima e deixem lá de ser masoquista ou queixinhas. Afinal temos mesmo é de satisfazer os mercados a Merkle a a puta-que-os-pariu-a-todos.

 

03
Out
13

O aldrabão

passos coelho ma constituição

Depois da derrota nas autárquicas o PSD reuniu o Conselho Nacional de Meliantes para analisarem as causas e consequências. o que por lá se passou não sei nem me interessa assim muito,mas imagino que se tenham apontado dedos porque quando se perdem lugares para os tachos há sempre quem reclame. Certamente que o Passos Coelho deve ter descartado culpas, afinal o homem nunca tem culpa de nada e são sempre os que estiveram antes dele ou os que ainda está para vir que tem sempre culpa. Nada de novo assim como também não é novo a pulhice de já justificar o segundo resgate que diz não ir haver com as decisões futuras do tribunal Constitucional. A culpa nunca é de quem faz leis que vão contra a constituição é de quem não fecha os olhos para as deixar passar. Este sabujo considera-se no direito de tentar intimidar e pressionar um órgão de justiça o que só por si devia dar direito a demissão e a processo judicial.

Não Coelhinho, a culpa é tua, a de o PSD ter perdido as eleições, a do haver fome e miséria por todo o lado e a de um dia destes termos ai um novo resgate. A culpa é tua pela insensibilidade social, pela surdez aos avisos, pela teimosia, pela mentira, pelas trafulhices, pela ignorância, pela incapacidade e por seres o aldrabão prepotente e bandalho que és. Se teimas em não te demitir, se a Múmia de Belém teima em não te demitir pois que te demitamos nós para salvar o que ainda resta deste país.

01
Out
13

O segundo resgate

pires de lima sapato roto

“Não, não e não, no que depende das famílias e dos cidadãos, no que depende da economia e das suas empresas, no que depende do Governo de Portugal, e creio que de todas as instituições com responsabilidade em Portugal, não haverá segundo resgate para ninguém. O esforço dos portugueses não se pode afundar quando estamos com a praia à vista”, afirmou o ministro António Pires de Lima.

Eu podia esperar mais uns dias para colocar esta afirmação do Pires de Lima quando chegar a noticia do segundo resgate, sempre tinha mais piada. Na realidade se o governo não quer. as famílias não querem, a economia e as empresas pelos vistos não necessitam e todas as instituições dizem Não, não , não e que não haverá resgate para ninguém e porque não vai haver. Mas vai porque quem decide isso não somos nós, são os mercados, os especuladores, os grandes grupos financeiros, os que se estão nas tintas para se morremos todos de fome ou de doença. E são eles que decidem porque quem nos governa trabalha para eles, porque são lacaios dos seus interesses.

“A really efficient totalitarian state would be one in which the all-powerful executive of political bosses and their army of managers control a population of slaves who do not have to be coerced, because they love their servitude.”
― Aldous Huxley, Brave New World

Somos portante um eficiente estado totalitário e enquanto não o substituirmos por um verdadeiramente democrático e livre não temos escolha.   por isso que a vinda ou não do segundo resgate não está nas mãos deste governo, mas está nas nossas, nas de todos nós. Só temos de pesar os prós e os contras e escolher o nosso caminho.




Indignados Lisboa
Julho 2020
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Blog Stats

  • 716.685 hits


%d bloggers like this: