Archive for the 'privado' Category



16
Out
11

A música de um Demo-Crato muito “Particular”

O montante dos cortes no orçamento da Educação para 2012 triplica a poupança que foi recomendada no programa de ajuda externa a Portugal. O Ministério da Educação e Ciência já confirmou que serão da “ordem de grandeza” de 600 milhões de euros. O memorando de entendimento com a troika, assinado em Maio passado, apontava para uma redução de custos de 195 milhões. Secretário de Estado diz que cortes anunciados pelo ministro Nuno Crato se destinam a ajustar o orçamento do sector às “possibilidades reais” do país.

Os Colégios do ensino particular e cooperativovão receber 85 mil euros por turma e vêem reforçado o financiamento por turma em cinco mil euros, em relação ao valor previsto. No total, existem 1893 turmas financiadas através deste regime, o que representa uma despesa de mais de 161 milhões.

Dizem-nos que o país está de tanga, que não há dinheiro, aplicam-se medidas brutais, quer no corte de salários, nos subsídios de férias e de Natal, aumenta-se o número de horas de trabalho em mais meia hora por dia, aumenta-se o IVA em 17% para muitos dos bens essenciais, aumentam o preço no acesso à saúde, cortam nas pensões e para poupar meia dúzia de milhões de euros cortam-se direitos e serviços essenciais. Não há dinheiro. Na educação deixam-se dezenas de milhares de professores no desemprego e contratam-se outros ao mês. Não há dinheiro, dizem. Mas, para as escolas privadas parece não faltar e, não só não cortam, como ainda aumentam a comparticipação do Estado. O sonho desta gente é um país em que saúde, ensino, reformas, bancos, transportes, luz, água, ar, empresas e serviços, tudo seja privado e financiado pelo estado. O grande sonho da mama capitalista que não só procura trabalhadores sem direitos e a baixo custo como ainda lhes quer “comer” a parte que pagam em impostos.
Chega de mentiras, hipocrisia e enganos. Não somos mercadorias ao serviço dos mercados e políticos. Somos gente que desejamos controlar os nossos destinos e ser feliz.

01
Set
11

RTP – Relvas Televisão Privada

A RTP fechou o primeiro semestre do ano com um resultado líquido de €24 milhões de euros, valor que representa um ganho de €1,5 milhões face ao período homólogo de 2010.

O Governo quer vender a RTP até ao fim de 2012, segundo um relatório preliminar da primeira avaliação do programa de ajuda financeira a Portugal

Estado vai assumir 520 milhões de dívidas da RTP até Julho de 2012

Três notícias diferentes que juntas contam a mesma história de sempre. Privatizam-se os lucros e nacionalizam-se os prejuizos.
Depois de vários anos em que  a RTP foi um sorvedouro de dinheiros públicos, após as várias restruturações feita é já uma empresa rentável e que dá lucros. Está por isso na hora de a passar aos privados que isto de o Estado ter lucros é pecado. Claro que, como aconteceu com o BPN, a empresa é vendida limpinha de funcionários e de dívidas.  Claro que todos sabem que, como aconteceu com o BPN, o mercado está mau para vender e o mais certo é ser vendida ao desbarato e a preço da uva-mijona aos amigos que há muito visitam a Sede do PSD.

08
Ago
11

A água é de todos

A Águas de Portugal obteve um resultado líquido consolidado de 48 milhões de euros no primeiro semestre de 2011, um crescimento de 384 por cento face ao período homólogo,

Aqui está uma empresa que dá lucro ao Estado, que gere um bem que é de todos e um serviço essencial e estratégico para o país que este governo deseja vender e pela qual muitos se devem andar a babar.
Vamos aceitar que se privatize a água? A água a que todos têm de ter direito garantido e livre. Não há vida sem água. Se há luta em que vale a pena todos nos metermos com unhas e dentes é esta.
A água não é pertença de ninguém. É de todos.

01
Fev
11

Inimigo Publico

 

05
Mar
10

Unidos pela diferença

Engraçado notar como nesta fase do “campeonato” as posições do PSD sejam tão parecidas com as do BE e as posições estratégicas do CDS com as do PCP. É o que dá aceitar participar no jogo num sistema que está viciado à partida.

22
Jan
10

Comédia ou filme de terror?

Mudar. Para melhor está bem, para pior já basta assim e com este que já avisou que deseja privatizar a Caixa Geral de Depósitos, a segurança social, o que resta da saúde,…o que resta de tudo. Liberalizar é a palavras mágica e depois vale tudo, é cada um por si e fé em Deus. Este rapidamente vai ultrapassar o Paulo Portas pela direita.

29
Dez
09

As prendas da saúde


Quando se fala do estado apoiar empresaspublicas que considere fundamentais para o país vêm logo as vozes e a paternal Europa dizer-nos que não pode ser, que é concorrencia desleal. Mas, haver um serviço publico de saúde, agora só tendencialmente gratuito, que tem de concorrer com outros privados, que cobram fortunas, nos ordenados pagos aos melhores médicos, parece ser considerado normal. Claro que quem perde são os que são obrigados a recorrer ao público que assim vê a qualidade dos serviços baixar. Sehá quem possa e queira pagar por serviços de luxo, então há que criar as condições para que os que não podem recorrer a esses serviços não sejam prejudicados. Se há quem queira ganhar dinheiro com a doença e o mal dos outros, pois que tenham de ajudar a pagar os serviços públicos.
Infelizmente, o alvo a destruir é o SNS transformando-o em algo tão mau que só recorra a ele quem não possa evitá-lo. Infelizmente é transformar a saúde de um povo num negócio de muitos milhões. Infelizmente, para alguns, o dinheiro continua a valer mais que a vida, (dos outros

25
Dez
09

As prendas do Vieira da Silva – Electricidade sobe 3%

O Vieira da Silva, que em Natais anteriores nos ofereceu a nova Lei do Trabalho não nos vai desiludir e para além do aumento do desemprego ainda tem aumentos no saco aumentos de 3% na electricidade quando vemos a EDP a atingir centenas de milhões de lucros. São as prendas que nos oferecem.

24
Out
09

O novo governo – 4

ana jorge governo 2

Outra que é transladada do governo anterior para o novo. Falinhas mansas para corrigir o descalabro que a politica do Correia Campos criou na popularidade do governo. Falinhas mansas, pouco mudou na política mas mais no estilo. Teve a sorte da gripe dos porcos ter atacado seu governo para distrair as atenções.

03
Set
09

Medina carreira, O Zzzzaaangado

medina carreira o zangado

Ouvir o Medina Carreira é dar-lhe razão em muita coisa, mas também saber que se está a ouvir um discurso de “velho do Restelo”, um discurso “fácil”, um discurso em que aponta o dedo a tudo e todos, que critica tudo sem apontar um caminho que seja diferente daquilo que existe. Para ele que tem todas as respostas na sua imensa sabedoria numa terra de incompetentes, a economia é a solução mágica que tudo resolve. É fácil dizer que gastamos mais do que aquilo que produzimos e que a solução passa por mais investimento para aumentar as exportações. Como se faz? Fazendo um estudo para mostrar porque fogem os investidores para a Este e não investem em Portugal. Um conceituado economista como ele não sabe? Claro que sabe, mas também sabe que a resposta está em subordinar, ainda mais, a governação ao capital, aos interesses das empresas sem garantir o respeito pelos cidadãos. Fala de que os partidos deviam aceitar entregar o governo ao Presidente durante (já não me lembro se disse 5 ou 15 anos). Já parece a Manuela Ferreira Leite que também afirmou que devíamos suspender a democracia, durante algum tempo, para poder aplicar medidas impopulares. E se fossem á merda?


21
Ago
09

Prémios da Legislatura – O Homem Invisível

premios legislatura Francisco Nunes correia ambiente

Francisco Nunes Correia é daqueles Ministros que ninguém vê. Aliás esta é uma das características dos Ministros do Ambiente, personagens que nunca aparecem e nada parecem ter para dizer. São invisíveis para nós, mas isso não quer dizer que não façam nada. Todas as grandes obras e projectos passam por lá para receberem autorizações ambientais e talvez por isso todos prefiram que não se veja ou saiba o que acontecey por lá. (Talvez por isso nos últimos escândalos de negócios menos limpos aparecem sempre os estudos de impacto ambiental e autorizações pouco claras). A criação dos famosos PIN, Projectos de interesse nacional, só veio facilitar o ultrapassarem as dificuldades do impacto ambiental e a possibilidade de fazer o “favor” de colocar alguns projectos nessa classificação.
Nunes Correia ganha, como sempre ganham os ministros do ambiente, o prémio de “Homem invisível”.

20
Ago
09

O Negócio da Saúde…deles

Manuela Ferreira leite privatizacao saude

A redefinição do papel do Estado é um dos conceitos ideológicos do programa eleitoral do PSD. A Saúde é uma das áreas nas quais o PSD admite aumentar a presença do sector privado em detrimento do público. O Estado “não tem que estar em tudo” e que é possível transferir para a iniciativa privada determinadas funções. É o caso de alguns serviços na Saúde”.

Se já havia muitas razões para não votar no PSD, eles não se cansam de nos dar mais uma todos os dias. O que pretendem não é poupar dinheiro aos contribuintes, mas fazer com que a doença de muitos encha os bolsos de alguns. Mais uma vez servem as suas clientelas, fazendo o estado desresponsabilizar-se das suas obrigações e transferindo o dinheiro dos nossos impostos para os grandes grupos económicos que ganham milhões com a falta de saúde dos cidadãos. Todos sabemos que há muito que os Melos e companhia andam de olho nesta mina e a Manelinha quer dar-lha de mão beijada, matando o Serviço Nacional de Saúde, uma das poucas conquistas de Abril que ainda se mantêm vivas em Portugal. Esta gente não pode chegar ao governo.

08
Jun
09

Tens sede…paga

francisco nunes correia agua

O invisível Ministro do ambiente, um tal de Francisco Nunes Correia, que só parecia ter como única função dar pareceres positivos sempre que os interesses económicos necessitam de usurpar mais um pouco da reserva ecológica, deu uma entrevista onde afirmou que o actual preço da água não é razoável. Tem de subir, dos actuais 0,1% para 1,5% do rendimento das famílias, ou seja um aumento de 15 vezes o que pagamos hoje. Nada disto é surpresa e, desde o momento em que se começou a ouvir falar da privatização das águas, que se isso era esperado. Com as águas vai repetir-se o que aconteceu com a electricidade. Vamos ver os lucros dessas empresas a subirem á nossa custa. Também na electricidade nos acenam com a necessidade de fazer aumentos brutais para vermos depois a EDP ter mais de 900 milhões num ano. A água é um bem público e essencial. Vamos permitir que o ofereçam à ganância privada?


17
Jan
09

A Bomba Atómica e os men do BPN

miguel-cadilhe-bpnmen“Eu sou pela iniciativa privada mesmo quando ela erra. Não sou pela nacionalização. São razões de princípio e de valor”, afirmou Miguel Cadilhe na comissão parlamentar de inquérito ao BPN. “Não foi por razões económico ou financeiras que houve a nacionalização do BPN”, disse. “Achamos que há razões de outra ordem” sublinhou, sem especificar. Mas logo de seguida reiterou que foi “quando estávamos” a agir, que “fomos travados pela nacionalização”. “A primeira vez que se estava a levantar as imparidades, que se estava a chamar as pessoas às suas responsabilidades, que se estavam a travar as práticas ilícitas. Quanto tudo isto estava a acontecer, vem o Governo e lança a bomba atómica”.

Claro que o Cadilhe é pela iniciativa privada mesmo quando erra. E quando rouba? E quando, para encher os bolsos de alguns, se prejudica todo um país?
Numa coisa tenho de dar razão ao Cadilhe, realmente o BPN não devia ter sido nacionalizado. Devia era ter sido desmantelado, os seus bens vendidos para devolver o dinheiro aos seus depositantes. Todos os responsáveis pela roubalheira, (será que alguém acredita que só o Oliveira e Costa é que mamou na teta do BPN?), deviam ver as suas contas investigadas e utilizadas para pagar os prejuízos. A questão é saber se há realmente vontade de meter as mãos em toda aquela porcaria e retirar os culpados. Não estamos a falar de “pés descalços”, mas muita gente que frequenta os salões dos poderosos deste país. Gente que se encontra demasiadamente perto dos círculos do poder. Basta lembrar que mal se falou do Dias Loureiro logo muitos viram “merda” a salpicar o Sr. Silva. Poderemos retirar das palavras do Cadilhe que a “Bomba Atómica” da nacionalização só foi lançada para que muitos culpados nunca venham a ser conhecidos?
Já repararam que há assuntos e casos que os jornal e televisões nunca mais falaram? Será que não há explicações que deviam ser dadas mas ninguém parece querer perguntar? Quem encomendou este silêncio?

13
Jan
09

A Fonte do ouro

teixeira-dos-santos-fonte-oiro«As linhas de apoio aos mecanismos de seguro de crédito, com o objectivo de dinamizar a actividade económica e as exportações, foram lançadas hoje. O protocolo de dois mil milhões de euros, assinado entre o Governo e cinco seguradoras no âmbito do novo regime de seguro de crédito, é a primeira tranche de um total de quatro mil milhões.
“O seguro de crédito “assume uma importância vital paras as empresas como instrumento essencial para as exportações, ao permitir cobrir o risco de não recebimento dos pagamentos de fornecimentos efectuados a clientes no estrangeiro por empresas portuguesas”.»

Eis mais 4 mil Milhões que surgem do nada. Nunca vi o estado ter tantos mil milhões para distribuir e gastar. Nunca tanta disponibilidade de milhares de milhões para a saúde, educação, segurança social, cultura. (Ainda me lembre de recentemente fecharem museus por não haver dinheiro para contratar um guarda). O peso do estado era o principal responsável pela crise eterna que vivíamos. Cada funcionário publico, o vírus que infestava e corrompia a economia. Cada euro público gasto em politicas sociais, uma tragédia, mas agora cada milhão gasto com os privados passam a ser uma luz em direcção à salvação. Conseguiram finalmente aquilo que mais desejam, que o dinheiro público, os nossos impostos, sirvam para financiar o privado. Dinheiro que parecia não existir e que agora brota aos mil milhões todos os dias. Fantástico.




Indignados Lisboa
Setembro 2021
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Blog Stats

  • 721.371 hits


%d bloggers like this: