Posts Tagged ‘Carlos Costa

13
Jan
12

Republica Independente do Banco de Portugal

Segundo o Boletim Económico de Inverno do Banco de Portugal, as medidas previstas nesta altura pelo Governo de Passos Coelho não são suficientes pare reduzir os custos do Estado, apelando a novas medidas de contenção e a cortes no consumo público.

O conselho de administração do Banco de Portugal, liderado por Carlos Costa, decidiu, “no respeito pelas convenções colectivas de trabalho a que o Banco está obrigado (acordos de empresa e Acordos Colectivos de Trabalho para o sector bancário), manter o pagamento dos subsídios de férias e de Natal aos colaboradores no activo”.

Esta gente não tem nem moral nem vergonha na cara. Austeridade fica para os outros que dentro da Republica Independente do Banco de Portugal, sacrifícios e cortes não entram. Basta ver que temos um Presidente no Banco que ganha mais que o Presidente da Reserva Federal Norte Americana.
O que eu ainda não entendi é porque deve o Banco Central do país, o banco do Estado português ser tão independente de todos os poderes, sejam eles a Assembleia da Republica,  governo, ou Presidência da Republica. (Faria mais sentido ser a Justiça a ter esta independência, a não estar sujeita a pressões de quem lhes paga os ordenados que ao Banco de Portugal).
Depois estranham que quando vêm falar de sacrifícios os mandem à merda.

28
Dez
11

O cheiro podre da impunidade independente


Quase 100 mil euros para o Hotel da Praia. Parece incrível, mas foi quanto o Banco de Portugal pagou para realizar um evento junto ao mar. Assim vai o Banco de Portugal, que tem uma sede gigante na avenida Almirante Reis (Lisboa) que parece não ter espaço suficiente para realizar eventos. Esta não é a primeira vez que a instituição aparece no radar da Má Despesa.

Este é o mesmo Senhor que não se cansa de apelar à austeridade, ao empobrecimento e aos sacrifícios. Claro que nunca refere que o Banco de Portugal é totalmente independente do Estado pelo que não sofre dos cortes de salários e subsídios pelo que todos os outros portugueses têm de passar e decidem do valor dos seus salários, (Este ganha mais que o Presidente da Reserva Federal Norte Americana). É fácil apelar aos sacrifícios dos outros quando podemos viver na abastança e de mordomias. Correr com esta canalhada toda é urgente.

09
Dez
11

Mais meia-hora de retrocesso civilizacional

No país com os salários mais baixos da Europa, em que ainda cortam os subsídios de Natal e de Férias, em que a precariedade, os falsos recibos verdes, os contratos a prazo são cada vez mais longos, em que em nome da flexibilidade os horários ficam cada vez mais à vontade do patrão sem que a vida pessoal do trabalhador interesse para nada resolveram agora alargar o em meia hora diária o tempo de trabalho. Tudo em nome de um falso conceito de produtividade que a única coisa que vai fazer é criar mais desemprego e mais pobreza. O capitalismo selvagem impõe a sua lei forçando um retrocesso civilizacional do qual não se conhece ainda os limites. Será que ainda voltaremos um dia a ver de volta os velhos mercados de escravos? Vontade parece não lhes faltar e tudo em nome da ganância dos especuladores. O povo lutou durante séculos para conquistar os seus direitos e a possibilidade de viverem uma vida com dignidade e talvez tenha chegado a altura de voltarem a pegar nas “armas” da revolução e da revolta para os reconquistar. A luta por uma nova democracia mais participativa e verdadeira é o caminho e a solução, porque como já muitos afirmam, o mal não é a crise, é o sistema.




Indignados Lisboa
Setembro 2021
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Blog Stats

  • 721.371 hits


%d bloggers like this: