Posts Tagged ‘Jorge Pedreira

19
Abr
09

Pigs in the Educação

maria-lurdes-rodrigues-pedreira-valter-lemos-marretas1No final de mais uma ronda de negociações com os sindicatos, Jorge Pedreira acusou a Fenprof de estar empenhada em manter o conflito com o Ministério da Educação e mantenha a manifestação dos professores prevista para 16 de Maio. «A Fenprof disse hoje que iria consultar os professores sobre as propostas do Ministério da Educação. O que me parece é que não se trata de uma consulta, mas de publicitar uma recusa à partida»

Aproveito para continuar com mais um pouco de “Marretas”, aqui com os famosos “Pigs in the Space” na versão “Sinistra Educação”:
Qual espera este governo que seja a atitude dos professores depois da maneira com este governo e esta gentinha que dele faz parte os tem tratado e depois de ver impor um estatuto da carreira docente sem qualquer respeito pela carreira dos professores.

Admito que perdi os professores, mas ganhei a opinião pública
(Maria de Lurdes Rodrigues, Junho/2006)
Vocês [deputados do PS] estão a dar ouvidos a esses professorzecos
(Valter Lemos, Assembleia da República, 24/01/2008)
Caso haja grande número de professores a abandonar o ensino, sempre se poderiam recrutar novos no Brasil
(Jorge Pedreira, Novembro/2008)
Quando se dá uma bolacha a um rato, ele a seguir quer um copo de leite!
(Jorge Pedreira, Auditório da Estalagem do Sado, 16/11/2008)
[Os professores são] arruaceiros, covardes, são como o esparguete (depois de esticados, partem), só são valentes quando estão em grupo!
(Margarida Moreira – DREN, Viana do Castelo, 28/11/2008)


12
Jan
09

Tintin faz 80 anos

maria-lurdes-rodrigues-socrates-tintin-80-anosUm personagem que me acompanhou na minha infancia e de cujos livros li e reli várias vezes nessa altura. Fez agora 80 anos.

14
Dez
08

Legitimidade democrática

Direitos e Liberdades

Direitos e Liberdades

«O secretário de Estado da Educação, Jorge Pedreira, confirmou, esta sexta-feira, que as negociações relativas ao modelo de avaliação de professores para este ano lectivo “estão encerradas” e apelou aos sindicatos para aceitarem a “legitimidade democrática do Governo para governar“».

Eu aceito a sua legitimidade se ele não se esquecer da nossa legitimidade democrática de nos manifestarmos, de fazermos greve, de nos indignarmos, de lutarmos quando a legitimidade democrática do governo é injusta, prepotente e arrogante. Ganharam as eleições, mas isso não lhes dá o direito a quatro anos em que podem fazer tudo o que lhes der na gana. Ou também lhe apetece suspender a democracia por seis meses como a horrorosa do PSD? Depois de ouvir o Pedreira recebi este mail:

A cena mostra até que ponto chegaram as relações entre a Comunicação Social e o Governo socialista. A ministra da Saúde, Ana Jorge, foi ao Centro Nacional de Cultura apresentar o plano de combate à sida nas escolas. Como tem sido hábito neste Governo, o acontecimento tinha a pompa e a circunstância do costume. Acabada a cerimónia, com os inevitáveis discursos da praxe, Ana Jorge pôs-se à disposição dos jornalistas para responder a mais algumas questões sobre aquela matéria. Acontece que Ana Jorge não estava sozinha. Estava acompanhada de Maria de Lurdes Rodrigues, ministra da Educação, que, como se sabe, tem andado na berlinda devido à guerra com os professores.
O jornalista da RTP aproveitou a ocasião e tentou naturalmente fazer uma pergunta a Maria de Lurdes Rodrigues sobre o assunto. Foi então que Ana Jorge saltou indignada com o comportamento do jornalista:
O quê? O senhor não sabe o que está combinado? Que hoje só se pode fazer perguntas sobre esta cerimónia e sobre o plano de combate à sida nas escolas? Ainda por cima é a RTP, a televisão pública, a fazer uma coisa destas. E, depois, logo à noite, não sai a reportagem‘.
Assim vão a informação e o poder neste País.

Isto está mesmo é a precisar da legitimidade democrática de uma Revolução que esta gente já nem vergonha tem.

29
Nov
08

Um conselho sem conselhos

Conselho de escola

Conselho de escola

Na sexta-feira passada, Álvaro Almeida dos Santos afirmou, após um encontro com a ministra para conhecer as alterações ao modelo de avaliação propostas pelo Governo, que este órgão consultivo “provavelmente” manteria o pedido de suspensão do processo.
O Ministério da Educação diz que a maioria dos membros do Conselho de Escolas (CE) concordam com as alterações introduzidas no modelo de avaliação de professores. A tutela esteve reunida com aquele órgão consultivo que representa os conselhos executivos e o secretário de Estado adjunto da Educação, Jorge Pedreira, avançou a reacção dos conselheiros. “A larguíssima maioria dos conselheiros o que disseram foi que as medidas eram as medidas necessárias e suficientes para que o processo de avaliação de desempenho se possa agora desenvolver”, disse.

Se não me engano, ainda a semana passada o CE tinha votado por maioria a suspensão da avaliação dos professores, facto que me faz ficar estupefacto. Votaram a suspensão do processo e agora com algumas mudanças de visual já pode ser aceite? Não é um Conselho, um órgão que deveria ter como função dar conselhos. Se havia forma de manter o processo de avaliação com algumas mudanças, como agora parecem defender ao aceitar a proposta da Ministra, não deveria ter sido o conselho a aconselha-lo à ministra em vez de propor a suspensão? Assim só provam que não servem para nada. Não são órgão consultivo porque não assumem essa responsabilidade e só servem para tentar vender uma imagem de legitimidade e aceitação social das leis da Sinistra. Demitam-se.




Indignados Lisboa
Agosto 2020
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Blog Stats

  • 716.831 hits


%d bloggers like this: