Posts Tagged ‘Jose Manuel Coelho

08
Maio
11

Vivemos numa democracia?

Elementos do Partido Trabalhista Português e do PCTP/MRPP invadiram as instalações da RTP em protesto por terem sido afastados dos debates televisivos de pré-campanha para as eleições legislativas.

Vivemos, segundo dizem, naquilo a que chamam de Democracia Ocidental, baseada na Igualdade e onde são os cidadãos a escolher o seu destino. Eu digo que vivemos mais a aparência de uma onde tudo está já organizado, controlado e decidido. O caso dos partidos sem representação parlamentar, que não debatem, não são noticia, nem agora em tempo de eleições, quanto mais nos anos que as separam é só um exemplo. Nas grandes decisões nacionais, como foi a entrada na União Europeia ou o Tratado de Lisboa. Controlam a comunicação social e com ela manipulam a opinião pública impotente para resistir à lavagem de cérebro a que é submetida todos os dias. Usam para garantir o poder as mesmas técnicas que utilizam para vender sabonetes, futebol, um casamento real ou uma tragédia. Mentir e deturpar são a regra do dia a dia. (um bom exemplo é o da manifestação que acabou com a policia a balear os manifestantes no 1º de Maio em Setúbal e onde a Sic deu a noticia “Um grupo de manifestantes entrou em conflito com a Policia”, quando foi a própria polícia quem o iniciou e promoveu. Quem ouviu não notou, mas já o induziram a acreditar de que lado está a culpa mesmo antes de darem a noticia). Somos manipulados diariamente e tudo o que os cidadãos fazem nesta falsa democracia é colocar um voto de quatro em quatro anos para escolher entre a inevitabilidade dos alternes de sempre.
Quem não está dentro da pandilha habitual fica à porta, quem contesta o próprio sistema é silenciado. Dinheiro, poder e força garantem-no.

26
Jan
11

Quem é que era o Tiririca?

Tenho ouvido nos últimos dias, alguns políticos, jornalistas e comentadores a referirem-se ao José Manuel Coelho como Tiririca. Se quando a campanha começou isso já seria mau gosto e desrespeito, dizer isso agora, depois de ouvirem o candidato e verem a campanha que fez,  já roça a estupidez e a desonestidade.  Sozinho, desembarcou em Lisboa e apontou o dedo à corrupção, ao compadrio e à justiça, chamando os bois pelos nomes. Incomodou quando o fez e incomoda ainda mais a votação que conseguiu.
23
Jan
11

Hoje vou votar

Hoje é dia de eleições e mais logo lá irei eu cumprir o meu direito cívico de votar contra o Cavaco. Pessoalmente vou votar no “Coelho ao Poleiro” mas o mais importante é que todos os que não desejarem ver aquela múmia de  Boliqueime mais cinco anos a conspurcar o Palácio de Belém, vão votar em alguém. Votem no Chico, no Nobre, no Moura no Alegre ou no Coelho, mas votem. Cuidado que o Voto Branco e o Voto Nulo não valem nada pois só os votos expressos são contabilizados.

PS: Fiz este boneco com o que poderia ser o quadro do José Manuel Coelho na galeria dos Presidentes.

19
Jan
11

Um coelho que pode ser lebre

Há alguns dias, quando falava com amigos meus, na sua maioria mostravam-se insatisfeitos com os candidatos às presidenciais e afirmavam que, ou não iam votar ou iam votar em branco. Hoje, surpreendentemente, muitos deles, já me dizem que vão votar no José Manuel Coelho. Também aqui nos comentários ao post, em que defendi o voto no “Coelho ao poleiro”, e no meu mail. tenho recebido mensagens de apoio ao Coelho. Se a abstenção ou o voto em branco ou nulo, (que não entram para as contas), é meio voto no Cavaco, se não queremos lá o Cavaco e se nenhum dos outros candidatos nos agrada, o verdadeiro voto de protesto, o voto que os envergonha  é certamente  o voto no Coelho. Já decidi, “Coelho ao Poleiro” ou “Coelho ao taxo”, (como sugeriram num comentário), vai ser o meu voto.

17
Jan
11

Um Coelho com barriguinha de aluguer

16
Jan
11

Coelho ao Poleiro

Acredito já ter escolhido o meu candidato para estas eleições. Gosto do slogan, Coelho ao Poleiro e gosto da sua coragem de, sozinho, enfrentar a monotonia da podridão da polítiquice nacional e a “manada”  dos abutres da comunicação social.  Pode não será o candidato mais “recomendado” para o cargo,  mas gosto da sua frontalidade de chamar os bois pelos nomes.

08
Jan
11

O Pastel do Palácio Belém

O candidato José Manuel Coelho foi a Belém chamar pastel a Cavaco Silva; «E penso que os portugueses não vão aceitar candidatos da Presidência da República que sejam pastéis, pessoas passivas, inoperantes, subservientes ao interesse estrangeiro em detrimento do interesse nacional». 

Tenho falado com muita gente e na sua grande maioria o que me têm dito é que não vão votar para as presidenciais. Confesso que perante as personagens que se perfilam para ocupar Belém também a mim me apetecia fazer o mesmo, mas há no meio deles um que não mo permite. Tenho mesmo que votar, não a favor de ninguém mas sim contra o Sr. Silva porque aquele palácio merece ser mais bem frequentado. É,Por isso, importante votar. Não gostam do Alegre não votem nele, nem do Nobre então também não votem nele, nem do Moura porque não o conhecem, não votem nele, nem do Chico porque é do PC, então votem Coelho. É o mais parecido que ali há com um voto de protesto, não pelas suas ideias, mas pela sua personagem.
Eu ainda não sei em quem vou votar, mas que vou, vou.

 

05
Jan
11

O Sexto Candidato

Com as festas próprias da época, com a consagração cavaquista na comunicação social, o banquete do BPN e o tradicional “fado” português acabei por não colocar aqui o sexto candidato à Presidência da República, José manuel Coelho, deputado na Assembleia Regional da Madeira pelo PND e que já andou de relógio gigante ao peito, foi escorraçado do parlamento à mocada e vai fazer campanha num carro funerário.
Já aqui disse que nestas eleições é importante ir votar, não para eleger nenhum dos outros candidatos, mas para tentar evitar que o Palácio de Belém seja habitado por mais cinco anos
pelos Silvas de Boliqueime. Quem estava sem candidato para votar, vote neste. Não vai aparecer muito nas televisões, que aí só são visitas diárias os candidatos com 15 minutos de Cavaco, 5 de Alegre e um para o Chico. Não vai ganhar, mas pelo menos vai-nos fazer rir.

16
Nov
10

Uma espécie de Tiririca à portuguesa

O Partido da Nova Democracia (PND) declarou hoje o seu apoio à candidatura de José Manuel Coelho à Presidência da República, sublinhando que o objectivo do deputado regional na ‘corrida’ a Belém é “abanar o sistema”.
Se o Brasil teve um “Tiririca” nas eleições porque não podemos nós ter mais um palhaço.



Indignados Lisboa
Julho 2020
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Blog Stats

  • 716.683 hits


%d bloggers like this: